PLACAR

Lulu Sun bate Raducanu e faz história para a Nova Zelândia

Lulu Sun (Foto: AELTC)

Londres (Inglaterra) – A surpreendente Lulu Sun segue imparável e já está nas quartas de final em Wimbledon. Vinda do qualificatório, a neozelandesa emplacou sua sétima vitória em duas semanas de torneio, a quarta na chave principal, e eliminou a grande estrela da casa, Emma Raducanu, pelo placar de 6/2, 5/7 e 6/2 em 2h50 de partida.

Esta foi apenas a segunda vez que uma qualifier e uma convidada se enfrentaram nas oitavas de final de um Grand Slam na Era Aberta, depois que a belga Justine Henin bateu a compatriota Yanina Wickmayer na campanha até a decisão do Australian Open de 2010, terminando com o vice-campeonato.

Com a vitória, Sun se torna primeira neozelandesa quadrifinalista em Wimbledon e a segunda a atingir a antepenúltima fase de um Grand Slam, 35 anos após Belinda Cordwell fazer semi no Aberto da Austrália, caindo para a eventual vice-campeã Helena Sukova em três sets.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Lulu é também a sétima tenista fora do top 100 nos últimos 40 anos a fazer quartas em Londres, repetindo Jelena Dokic (129ª em 1999), Mirjana Lucic (134ª em 1999), Severine Beltrame (129ª em 2006), Jie Zheng (133ª em 2008), Serena Williams (181ª em 2018) e Tatjana Maria (103ª em 2022). De quebra, ela ainda será a primeira mulher de seu país a figurar na faixa das 100 melhores do mundo desde Marina Erakovic em 2015. A atual 123ª colocada já garantiu pelo menos um lugar no top 60 após o torneio.

Já Raducanu se despede de seu Grand Slam caseiro com nova queda nas oitavas de final, assim como já havia feito em sua estreia na competição, em 2021. Ela também chegou à segunda rodada na temporada seguinte e não jogou no ano passado por lesão. A jogadora de 21 anos termina a temporada de grama com uma semi em Nottingham e quartas em Eastbourne, além da quarta rodada em Londres, e com isso dará um importante salto de volta para o top 100, saindo do 135º para o 92º posto.

Vekic vence Badosa e iguala melhor resultado em Slam

No mesmo setor da chave, Donna Vekic superou Paula Badosa e será a adversária de Lulu Sun na próxima fase, num duelo inédito no circuito. Em jogo duas vezes paralisado pela chuva e com duração total de 1h38 na Quadra 2, a croata anotou um triunfo por 6/2, 1/6 e 6/4. Eliminada nas oitavas de final em 2018, ela disputará as quartas de Wimbledon pela primeira vez na carreira.

Vekic também iguala seus melhores resultados em Grand Slam, obtidos no US Open de 2019 e no Aberto da Austrália de 2023, além de ser a quarta jogadora de seu país a atingir a antepenúltima rodada no All England Club, depois de Iva Majoli (1997), Mirjana Lucic (semifinalista em 1999) e Karolina Sprem (2004).

Campeã na grama de Nottingham em 2017, a ex-top 20 e atual número 37 do ranking vem embalada no piso após o recente vice-campenato no WTA 500 de Bad Homburg, onde caiu para Diana Shnaider em três sets na decisão. Ela também foi finalista em Nottingham (2018) e Birmingham (2013), o que a credencia como uma séria candidata à semi em Londres.

Por outro lado, Paula Badosa amarga sua terceira eliminação nas oitavas de final em Wimbledon e segue sem passar da quarta rodada no torneio em cinco aparições. Com isso, sua melhor campanha em Slam continua sendo as quartas de Roland Garros em 2021. Ela também fez oitavas na Austrália em 2022 e nunca passou da segunda fase no US Open em quatro tentativas.

A ex-número 2 do mundo ao menos sairá da capital inglesa com uma boa recuperação no ranking, saltando momentaneamente da atual 93ª colocação para a 63ª, sua melhor marca desde dezembro. Vale lembra que a jogadora de 26 anos sofreu com lesões nas últimas temporadas e com isso acabou despencando na lista da WTA.

3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
João Sawao ando
João Sawao ando
7 dias atrás

A lesão da emma não era tão seria…

João Sawao ando
João Sawao ando
7 dias atrás

Vamos vekic

SANDRO
SANDRO
7 dias atrás

Até estava simpatizando com a RADUCANU antes do papelão que ela faz nas duplas mistas… Agora não apóio mais essa sonsa…

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Wimbledon seleciona os melhores backhands de 1 mão

Os históricos duelos entre Serena e Venus em Wimbledon

PUBLICIDADE