PLACAR

Laura celebra título e destaca novo treinador

Pigossi treina em Barcelona e iniciou recentemente o trabalho com o técnico Marc Gimenez (Foto: Luiz Cândido/CBT)

Feira de Santana (BA) – A conquista do Engie Open em Feira de Santana foi bastante comemorada por Laura Pigossi, que conseguiu neste sábado o maior título de sua carreira profissional de simples. Após vencer o torneio ITF W60 sem perder sets, a atual número 2 do Brasil agradeceu ao apoio da torcida que recebeu durante toda a competição. A semana foi ainda mais especial por conta do aniversário da tenista, que completou 29 anos na última quarta-feira.

“Foi uma semana muito especial para mim, com o título e o meu aniversário. Com certeza, vou lembrar para o resto da minha vida”, disse Pigossi, após vencer a final contra a bielorrussa Jana Kolodynska por 6/1 e 6/4 na manhã deste sábado. “O pessoal aqui me fez sentir em casa e me recebeu de braços abertos. Ganhei bolo e um monte de presentes. É um prazer poder jogar no Brasil, na minha casa, com essa atmosfera incrível”.

“Estou muito orgulhosa de como joguei nesta semana, principalmente nos momentos importantes. Foram muitas adversidades para chegar até aqui, mas eu foquei em cada jogo e em cada dia até chegar à essa conquista maravilhosa. Agradeço muito a todos que vieram prestigiar e esse prêmio tem uma grande ajuda deles”, acrescentou a paulistana.

A paulistana que treina em Barcelona tem agora oito conquistas no circuito da Federação Internacional, quatro no saibro e mais quatro no piso duro. Ela também destacou o trabalho recém-iniciado com o técnico Marc Gimenez, da academia Ad in. “Queria agradecer também o meu técnico, Marc. Ele veio para aqui de última hora. A gente vem trabalhando há algumas semanas juntos e vem dando muito certo”.

Durante a cerimônia de premiação, a tenista também destacou o trabalho de todos que atuam no evento. “Agradeço também a todo mundo que fez esse torneio possível, a organização, os boleiros, os fisioterapeutas que me ajudaram muito. Sem eles teria sido muito difícil conseguir sozinha. Durante a semana, os jogos foram interrompidos várias vezes por chuva. E ninguém presta atenção em todo mundo que estava tentando secar as quadras um milhão de vezes. Então só tenho que agradecer por todo o esforço. Feira de Santana agora tem um lugar especial no meu coração”.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE