PLACAR

Kyrgios rejeita sua própria indicação de aposentadoria

Foto: Andrew Ong/USTA

Melbourne (Austrália) – Depois de publicar uma coluna no Sydney Morning Herald intitulada “Estou pensando em me aposentar e não estarei disponível para as Olimpíadas de Paris”, o australiano Nick Kyrgios descartou a perspectiva de que poderia se aposentar do tênis.

Por causa do tom da coluna, principalmente de uma parte em que dizia “A realidade é que há uma parte de mim que sabe que meu tempo no esporte pode ser sobre. E estou bem com isso”, especulou-se que Kyrgios poderia não voltar mais a competir, o que ele próprio tratou de desmentir através do Instagram.

“Atenção, não vou me aposentar. Por favor, não espalhe esse lixo. Estou voltando e em breve iluminarei as quadras. Acordei hoje e percebi algumas matérias circulando dizendo que estou aposentado e que não vou jogar mais. Eu só quero esclarecer isso, é um absurdo absoluto”, afirmou o australiano.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

“Sim, o último ano foi difícil com lesões, no joelho e no punho, mas estou com fome como sempre, em constante reabilitação na academia. Parte da razão pela qual estou comentando e fazendo todas essas coisas em torno do AO é para ainda sentir esse fogo e fazer parte dele”, acrescentou Kyrgios.

O australiano fez questão de garantir a todos os seus fãs que irá voltar. “Fiquem ligados, ainda tenho bastante (gasolina) no tanque. Não se estressem”, afirmou Nick, que disputou apenas uma partida na temporada passada, caindo na estreia no ATP 250 de Stuttgart.

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Daniel Macedo
Daniel Macedo
4 meses atrás

Correr atrás de bolinha pra quê?! Se dá pra ganhar uma grana sendo subcelebridade. Burro sou eu de abrir mais uma matéria que nāo passa de especulaçāo idiota em cima de uma declaraçāo propositalmente ambigua. Esse aí pra piorar mais, só falta virar parça do Ney em Alto mar…

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Toda a comemoração de Alcaraz na conquista de Roland Garros

Jannik Sinner é o 29º homem a liderar o ranking profissional

PUBLICIDADE