PLACAR

Kostyuk vence Pegula e decide com Boulter nos EUA

Marta Kostyuk (Foto: WTA)

San Diego (EUA) – O bom começo de temporada da ucraniana Marta Kostyuk inclui agora uma final de peso. Depois de fazer quartas de final no Australian Open, a tenista de 21 anos e atual 34ª do ranking derrubou a cabeça 1 Jessica Pegula dentro de sua própria casa e com isso decidirá o WTA 500 de San Diego neste domingo.

Sua adversária será a britânica Katie Boulter, 49ª do atual ranking, que eliminou Beatriz Haddad Maia de virada logo na estreia. Desta vez, Boulter venceu a 26ª do mundo, a norte-americana Emma Navarro, com jogo de apenas 76 minutos e o elástico placar de 6/3 e 6/1.

Esta será a segunda final de Kostyuk, depois do título conquistado em Austin no ano passado. Com a campanha até aqui, a ucraniana recupera ao menos o 32º lugar do ranking e poderá obter seu recorde pessoal em caso de título, já que avançaria para o 27º.

Seis anos mais velha, Boulter também está em sua segunda final e tenta repetir a campanha vitoriosa na grama de Nottingham de 2023. A britânica já deu salto para o 35º lugar, seu recorde pessoal, e também concorre ao 27º posto em caso de erguer o troféu.

Kostyuk não começou bem a partida e teve uma recuperação notável no primeiro set. Depois de ceder dois games de serviço e ainda salvar um break-point no outro, ela viu Pegula abrir 5/1. Ganhou então seis games consecutivos antes que a cabeça 1 garantisse o tiebreak, mas aí a ucraniana já estava muito mais segura com a devolução e o jogo de base e, apesar das quatro quebras sucessivas no começo do desempate, se firmou a partir do 3-3 e dominou.

A norte-americana então se perdeu de vez na partida, com aproveitamento fraco do primeiro saque – acertou 57% e só venceu 44% desses pontos -, o que permitiu a Kostyuk disparar no placar.

 

6 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Nelson Freire
Nelson Freire
1 mês atrás

Eita, Bia levantando a moral de outras de novo? Perdeu da Paolini, Paolini campeã. Perdeu da Boulter, Boulter finalista. Detalhe: ambas zebraças

marco
marco
1 mês atrás
Responder para  Nelson Freire

Boulter joga muito tênis , tem uma excelente direita , o tênis é muito competitivo, qualquer um pode ganhar de qualquer um apesar do favoritismo , jogo é na quadra e tudo pode acontecer .

Carlos Alberto Ribeiro da Silva
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
1 mês atrás

Está certo que a Bia não vive boa fase e precisa dar um jeito de conseguir jogar o seu melhor tênis quando joga como favorita. Mas, pelo segundo torneio seguido, a algoz da Bia na estréia chega na final do torneio. Nesta semana a Katie Boulter está jogando um bom tênis, tem uma certa experiência e vai jogar sem maiores responsabilidades. Por isso, acredito que terá suas chances. No entanto, assim como na semana passada eu achava que a Kalinskaya era favorita contra a Paolini e errei. nesta semana eu também acredito no favoritismo da adversária da algoz da Bia, Marta Kostyuk. A Kostyuk está numa boa fase, evoluindo tecnica e mentalmente, tem uma boa mobilidade em quadra, e, pra chegar na final, ganhou de adversárias mais difíceis. Acredito que será um grande jogo.

Anderson
Anderson
1 mês atrás

Pegula é doida, fez 5×1 rápido e entregou a partida. Feminino é dureza demais.

Carolina
Carolina
1 mês atrás

Boulter deve estar treinando com de minaur

marco
marco
1 mês atrás
Responder para  Carolina

São namorados , a Boulter joga muito tênis desde o juvenil , agora o seu namorado De Minaur ganhou Acapulco contra o Ruud.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja como foi a espetacular vitória de Fonseca sobre Sonego

Nadal pode ter feito seu último jogo oficial em Barcelona

PUBLICIDADE