PLACAR

Kenin e Mattek aproveitam vaga de última hora e conquistam Miami

Sofia Kenin e Bethanie Mattek-Sands (Foto: Maria Christina Acosta)

Miami (EUA) – A vaga de última hora na chave de duplas do WTA 1000 de Miami foi muito bem aproveitada por Sofia Kenin e Bethanie Mattek-Sands. As norte-americanas conquistaram o título neste domingo, após a vitória sobre a canadense Gabriela Dabrowski e a neozelandesa Erin Routliffe, cabeças de chave 2, por 4/6, 7/6 (7-5) e 11-9 em 2h de partida. Com os resultados, as tenistas da casa conquistaram os dois títulos em Miami, já que Danielle Collins foi campeã de simples no último sábado.

Este é o segundo título na temporada para a parceria, que também venceu o WTA 500 de Abu Dhabi em fevereiro. Elas também já foram campeãs jogando juntas no WTA 1000 de Pequim de 2019. Ex-número 1 de duplas, Mattek-Sands está com 39 anos e ocupa o 40º lugar do ranking. Ela conquistou seu 30º título no circuito da WTA na modalidade e o segundo em Miami. Em 2016, foi campeã ao lado da tcheca Lucie Safarova. Já Kenin, de 25 anos, tem maior sucesso em simples, com título do Australian Open e vice de Roland Garros em 2020. Nas duplas, possui agora quatro títulos de WTA.

Antes de vencerem Dabrowski e Routliffe na final, Kenin e Mattek-Sands venceram as principais cabeças de chave, a belga Elise Mertens e a taiwanesa Su-Wei Hsieh, nas quartas de final. Elas também bateram a forte parceria da letã Lyudmyla Kichenok com a letã Jelena Ostapenko logo na estreia. Além disso, passaram pela georgiana Oksana Kalashnikova e a romena Monica Niculescu nas oitavas e pelas italianas Sara Errani e Jasmine Paolini na semifinal.

O primeiro set da final teve apenas uma quebra, conquistada por Dabrowski e Routliffe logo no game de abertura. As cabeças 2 do torneio sustentaram a vantagem durante todo o primeiro set, escapando de dois break-points. Kenin e Mattek-Sands começaram muito bem no segundo set e chegaram a liderar por 5/1, mas não aproveitaram as duas chances de sacar para o set. Ainda assim, definiram a parcial no tiebreak.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

Com muito apoio da torcida, as norte-americanas começaram à frente também no match-tiebreak e chegaram a liderar o placar por 9-6. Dabrowski e Routliffe salvaram três match-points, um deles no saque de Kenin. Mas uma ótima devolução de Mattek-Sands no segundo serviço da neozelandesa foi fundamental para definir o jogo.

A chave de duplas em Miami teve três desistências: Marie Bouzkova e Sara Sorribes saíram do torneio por lesão nas costas da espanhola. As norte-americanas Madison Keys e Peyton Stearns se retiraram depois que Stearns alegou lesão no ombro. Já a Katerina Siniakova e Storm Hunter, cabeças 3, saíram por lesão no quadril da tcheca. Entre as duplas que entraram de última hora está a da brasileira Ingrid Martins com a russa Anna Blinkova, que chegaram à segunda rodada.

3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Gisele Matias
Gisele Matias
3 meses atrás

Não sei qual das duas é mais esquisita

Marco
Marco
3 meses atrás
Responder para  Gisele Matias

Voce e bem mais

Ingrid Silva
3 meses atrás

Kenin e Mattek mostraram grande determinação e habilidade ao aproveitarem a oportunidade de última hora e conquistarem o título em Miami. Sua resiliência e capacidade de se adaptar às circunstâncias imprevistas demonstram o verdadeiro espírito esportivo. Parabéns a elas por essa conquista impressionante!

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Wimbledon seleciona os melhores backhands de 1 mão

Os históricos duelos entre Serena e Venus em Wimbledon

PUBLICIDADE