PLACAR

Juvenil de 16 anos desafia Nadal na estreia em Madri

Darwin Blanch (Foto: Daniel Kopatsch)

Madri (Espanha) – O sorteio da chave do Masters 1000 de Madri promoveu um curioso duelo de gerações. O ídolo espanhol e pentacampeão Rafael Nadal vai estrear contra o juvenil norte-americano de 16 anos Darwin Blanch, que recebeu convite da organização do torneio em quadras de saibro. O vencedor enfrentará o australiano Alex de Minaur, número 11 do mundo e algoz de Nadal em Barcelona na semana passada. Antes do norte-americano nascer, Rafa já havia conquistado três de seus 14 títulos de Roland Garros (2005, 2006 e 2007).

Blanch é o atual número 10 do ranking mundial juvenil e chegou a ocupar o quatro lugar em janeiro. Na temporada passada, foi semifinalista de Roland Garros e Wimbledon na categoria. Ele também disputou a Copa Davis Junior na Espanha e foi campeão na Brasil Juniors Cup, em Porto Alegre, no ano passado.

Como profissional, Blanch acumula 12 pontos no ranking da ATP, conquistados apenas em torneios de nível future, ocupando atualmente o 1.028º lugar. E apesar da pouca idade, já disputará seu segundo Masters 1000. Ele também foi convidado para jogar em Miami e enfrentou o tcheco Tomas Machac, então 60º do mundo.

Blanch treina na academia de Ferrero e convive com Alcaraz

Filho de espanhóis, Darwin Blanch tem mais três irmãos tenistas, Ulysses, Dali e Krystal. O jogador de apenas 16 anos treina na academia de Juan Carlos Ferrero e falou em entrevista ao site da ITF no ano passado sobre a experiência de ser observado de perto por um ex-número 1 do mundo, além de conviver com Carlos Alcaraz nos treinos.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

“Estava treinando em Orlando, mas decidimos experimentar a Ferrero na Espanha só para ver e acabei gostando muito, então achamos que era o melhor para mim e decidimos ficar. Queríamos tentar algo diferente”, explicou Blanch. “É uma grande honra tê-lo no meu box. É muito bom que ele assista aos meus jogos e me dê o seu feedback que, vindo de um jogador que atingiu os níveis que alcançou, ajuda muito”.

“É uma loucura poder treinar com alguém como Carlos Alcaraz. Sou muito abençoado porque não é normal treinar regularmente com um campeão de Grand Slam. Ele me dá ótimas dicas. Algo com que tenho dificuldade, e copio Alcaraz, são as rotinas. É algo que ele faz muito bem e é algo em que estou trabalhando a cada ponto. Depois de cada ponto, vejo o que ele está fazendo e tento repetir. Como resultado, melhorei. Estou jogando muito bem e meu jogo ainda vai evoluir. Quero chegar ao circuito da ATP o mais rápido possível”.

9 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Arthur
Arthur
1 mês atrás

Nossa, que dificuldade pro Nadal ein

Carlos Alberto Ribeiro da Silva
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
1 mês atrás

É assim que funciona a vida. Quem chega no topo acaba sendo observado, estudado e copiado pelos concorrentes e acaba servindo de modelo para as gerações mais novas. Daí vem a necessidade de se reinventar continuamente para não ser superado, além de ter que lutar contra si próprio para não se acomodar. O garoto é da geração da Mirra Andreeva e Brenda Fruhvirtova. Será um grande desafio pro Nadal porque ele não tem nada a perder. E se o Nadal passar, de novo vai encarar o Alex de Minaur.

NFdS
NFdS
1 mês atrás

Pra ver como essa questão da precocidade é delicada e merece ser conduzida com muito cuidado. Quanto tititi houve em torno das irmãs Fruhvirtova e agora como elas estão? Patinando no ranking, não estão evoluindo o que se esperava. Ambas sem ranking para Madri, receberam convites. Brenda já caiu na primeira rodada. Pode ser que mais adiante voltem a cumprir a promessa, tomara, mas por enquanto é decepção.

NFdS
NFdS
1 mês atrás
Responder para  NFdS

complementando: Linda também caiu na primeira rodada

Paulo A.
Paulo A.
1 mês atrás

Depois desse convite, penso que o dado ao Joãozinho não foi sorte mas obrigação. O Blanch é promissor mas não fez nada ainda, entre os pros, para estar em um M1000.

Vanessa
Vanessa
1 mês atrás

Deram uma “facilitada” para o Nadal passar pelo menos da primeira rodada. Realmente ele precisa de ritmo de jogo. Contudo, não descarto um zebra saindo dessa partida.

Valmir
Valmir
1 mês atrás

Isso é a Caixa Mágica fazendo magias no “sorteio” pro Nadal!

João Sawao ando
João Sawao ando
1 mês atrás

Se o americano ganhar vai ser uma das maiores zebras.

Andrade
Andrade
1 mês atrás

Esse convite para um juvenil de 16 anos, que sequer fez algo relevante no profissional, qual a justificativa? Fiquei curioso, será que foi somente pra Nadal pegar uma primeira rodada mais tranquila?

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE