PLACAR

João Fonseca é o campeão mundial da ITF em 2023

Foto: Pete Staples/USTA

Londres (Reino Unido) – A Federação Internacional de Tênis confirmou nesta terça-feira o carioca João Fonseca como o campeão mundial do circuito juvenil de 2023. Aos 17 anos, ele é o primeiro brasileiro a terminar a temporada como número 1 do ranking de juniores.

Em uma disputa acirradíssima com o mexicano Rodrigo Pacheco, um ano mais velho, Fonseca levou a melhor por apenas 50 pontos de vantagem no ranking. Na temporada 2023, o brasileiro teve como maior conquista o título juvenil do US Open, além de ter chegado às quartas de final em todos os outros Grand Slam. Ele também levantou o troféu do J300 de Roehampton, na grama, e foi vice-campeão do Banana Bowl, em Criciúma (SC).

Em vídeo publicado nas mídias sociais da ITF, João Fonseca falou sobre a emoção de terminar o ano com essa conquista. “Tenho muito orgulho da minha carreira juvenil e é uma honra ser o primeiro brasileiro a terminar o ano como número 1 do mundo e receber o prêmio de Campeão Mundial da ITF. Tivemos tantos jogadores juniores incríveis ao longo dos anos. Espero inspirar a próxima geração e alcançar todas as coisas incríveis que todas as lendas brasileiras alcançaram”, destacou.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

João também comentou sobre a temporada e as dificuldades enfrentadas ao longo do ano. “Tudo aconteceu tão rápido. No começo eu estava lutando para entrar nos Grand Slam, depois pude jogar alguns torneios profissionais no Brasil e até joguei minha primeira chave principal de ATP no Rio. Houve momentos em que senti que não estava dando o meu melhor, mas depois consegui me recuperar e vencer o Aberto dos Estados Unidos. Fiquei muito feliz por ter conseguido um feito tão incrível. Aumentei meu nível lá durante a semana e joguei o meu melhor. Foi um ano incrível e sei que dei mais um passo em direção à minha carreira profissional”, frisou.

Antes dele, outros três tenistas do país já haviam sido reconhecidos como campeões mundiais pela entidade, mas no profissional. Gustavo Kuerten conquistou a honraria em 2000, ano em que terminou na liderança da lista de simples da ATP. Já os duplistas mineiros Bruno Soares e Marcelo Melo foram nomeados em 2016 e 2017, ao lado de seus respectivos parceiros, Jamie Murray e Lucasz Kubot.

Entre os nomes mais conhecidos que já foram eleitos campeões mundiais juvenis de simples pela ITF estão Ivan Lendl (1978), Stefan Edberg (1983), Thomas Enqvist (1991), Marcelo Ríos (1993), Roger Federer (1998), Andy Roddick (2000), Richard Gasquet (2002), Gael Monfils (2004), Alexander Zverev (2013), Andrey Rublev (2014) e Taylor Fritz (2015).

5 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Paulo A.
Paulo A.
6 meses atrás

Orgulho brasileiro! Agora é seguir evoluindo e aprimorando seu jogo. Talento, todos já sabemos que não lhe falta.

Jorge Luiz
Jorge Luiz
6 meses atrás

Excelente, muito promissor o João Fonseca, tomara que ele opte pela carreira profissional

Crésio Santana Pimenta
Crésio Santana Pimenta
6 meses atrás

Aí João Fonseca, o cabra tem tudo pra ganhar o 1º Challenger o ano que vem. Tem golpes potentes e carca chumbo, não tem medo! Arriba!

Rafael
Rafael
6 meses atrás

Que notícia maravilhosa.
Parabéns Fonseca.
E cadê o cabelo de boneca ?

Rocha
Rocha
6 meses atrás
Responder para  Rafael

“Cabelo de boneca” é p rir ou chorar?

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Alcaraz e Murray: treino entre campeões em Queen's

Os melhores lances da campeã Boulter na grama de Nottingham

PUBLICIDADE