PLACAR

Ingrid estreia com vitória e vai às quartas na Romênia

Yana Sizikova e Ingrid Martins (Foto: Divulgação)

Cluj-Napoca (Romênia) – A parceria da carioca Ingrid Martins com a russa Yana Sizikova começou muito bem a disputa do WTA 250 de Cluj-Napoca, disputado em quadras duras e cobertas da Romênia. Cabeças de chave número 3, elas venceram na estreia o dueto formado pela belga Yanina Wickmayer e a também russa Amina Anshba com o placar de 6/4 e 6/2.

Esta foi a primeira vitória da brasileira em 2024, depois de ter caído na primeira rodada do Australian Open e do WTA 250 de Hua Hin, na Tailândia, jogando ao lado da romena Monica Niculescu e da japonesa Nao Hibino, respectivamente.

“Foi um jogo bom da nossa parte. Primeira vez jogando juntas, vínhamos treinando esses dias aqui, mas treino é treino e jogo é jogo. Importante a gente fazer ajustes uma vez que a quadra estava mais lenta do que a de treino, a bolinha ficando maior, mas ajustamos, variamos os saques, fomos agressivas nas devoluções e isso fez a diferença. Nos comunicamos bem. Usamos nossas armas para a vitória. Feliz com esse triunfo e é continuar indo jogo a jogo”, avaliou Ingrid após a partida.

Na próxima rodada, já pelas quartas de final do torneio, Ingrid e Sizikova encaram as norte-americanas Asia Muhammad e Caty McNally, que bateram a polonesa Katarzyna Piter e a bielorussa Lidziya Marozava, velha conhecida da brasileira, por 6/4 e 6/3.

Aos 27 anos, Ingrid Martins ocupa atualmente a 50ª posição do ranking de duplas e está subindo provisoriamente um posto, dois abaixo da sua melhor marca, registrada em novembro. O eventual título pode levá-la a um inédito top 40.

2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Ubiratan (Black)
19 dias atrás

Parabéns, Ingrid! tava acompanhando os pontos junto com o jogo de Bia. Foi bem mais tranquilo!! kkkk
Vamos firme pra próxima e subir nesse ranking.

Jorge Luiz
19 dias atrás

Parabéns Ingrid

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE