PLACAR

Iga arrasa Vondrousova e anota 40ª vitória sobre uma top 10

Foto: Julien Crosnier / FFT

Paris (França) – Depois de passar aperto na segunda rodada contra a japonesa Naomi Osaka, a polonesa Iga Swiatek dominou todas as rivais que teve pela frente até então. A vítima mais recente foi a tcheca Marketa Vondrousova, que não foi páreo para a número 1 do mundo nesta terça-feira e acabou arrasada em apenas 62 minutos de jogo, caindo com parciais de 6/0 e 6/2.

Esta foi a 40ª vitória de Iga sobre uma top 10, ampliando sua sequência em Roland Garros, onde não perde desde a queda nas quartas de final em 2021, acumulando 19 triunfos consecutivos. Ela também ampliou sua invencibilidade neste ano no saibro, com a 17ª vitória seguida, tendo conquistado os WTA 1000 de Madri e Roma.

Swiatek está a um novo triunfo de igualar a maior sequência da carreira na terra batida e poderá fazer isso nas semifinais contra a norte-americana Coco Gauff, que mais cedo bateu a tunisiana Ons Jabeur de virada. A polonesa tem ampla vantagem no retrospecto contra sua próxima rival, com 10 vitórias e apenas uma derrota. Será a terceira vez que elas se cruzam no saibro de Paris, relembrando a final de 2022.

Campeã das duas últimas edições do Grand Slam francês, a atual número 1 do mundo perdeu 28 games nas cinco partidas que disputou ate então rumo à semi, numa média de 5,6 por jogo. Porém, 17 deles foram contra Osaka, ou seja, nos outros quatro jogos ela deixou apenas 11 games, menos de 3 por partida.

Domínio desde o primeiro ponto

Já na largada do duelo com Vondrousova, a polonesa mostrou que estava em outro ritmo e pressionou demais a rival, que não conseguia se encontrar em quadra. O primeiro set foi amplamente dominado pela líder do ranking, que venceu 80% dos pontos de saque e 62% nas devoluções. Com três quebras consecutivas, ela abriu o jogo com mais um “pneu”.

Depois de ser dominada na parcial inicial, a canhota tcheca entrou um pouco mais firme na segunda e chegou a ter um break-point para fazer 2/1, mas não converteu a chance e acabou perdendo o saque em seguida. Com uma confortável vantagem e o confronto sob controle, Swiatek administrou o placar até o fim e fechou o jogo com mais uma quebra para cima de Vondrousova.

Iga fechou a partida com mais que o dobro de bolas vencedoras da rival (25 a 12) e com cinco erros não forçados a menos (10 a 15). Ela perdeu apenas 10 pontos com o saque, terminando com 74% de aproveitamento, e venceu 58% dos pontos de devolução, convertendo cinco dos nove break-points que teve no decorrer da disputa.

24 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Danilo BR
Danilo BR
14 dias atrás

Alguém precisa conter essa mulher! Tá sem graça já kkkkkk eu jamais pagaria ingresso pra ver esses jogos bizarros da Iga, número 1 mais insossa da história em termos de carisma. Ela tá mais demolidora do que Serena

Andrade
Andrade
14 dias atrás
Responder para  Danilo BR

Em relação as conquistas, ela será uma das maiores de todos os tempos, tem nível técnico muito acima das outras. Concordo que é a jogadora mais dominante, desde Serena.

Ramiro Cora
Ramiro Cora
13 dias atrás
Responder para  Danilo BR

a Mamãe Osaka espera por ela numa quadra dura (foi ela que lançou “o desafio”… de boa, porque são amigas)

Carlos Alberto Ribeiro da Silva
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
13 dias atrás
Responder para  Ramiro Cora

Final do WTA 1000 de Miami 2022, iga Swiatek campeã, ganhou da Naomi Osaka por 2 sets a 0, 6/4 e 6/0. A Osaka foi uma das vítimas dos pneus distribuídos pela Iga até agora na carreira.

Carlos
Carlos
13 dias atrás
Responder para  Danilo BR

Não concordo quando fala que não tem carisma…não é igual a algumas outras, mas tem carisma.

Paulo
Paulo
13 dias atrás
Responder para  Carlos

É porque tênis agora virou Miss Simpatia.

Muitos falaram mal do jogo de 40 minutos. O que aconteceria hoje se o jogo da Graff de 34 minutos na final ocorresse?

Marcelo Reis
Marcelo Reis
14 dias atrás

Amigos, a Iga meteu mais um pneu, agora na n°6! A danada está impossível, só cedeu 2 games o jogo inteiro, o que é isso?! Creio que só terá adversária à altura na semifinal contra a Coco. Veremos!

Última edição 14 dias atrás by Marcelo Reis
Ramiro Cora
Ramiro Cora
14 dias atrás
Responder para  Marcelo Reis

verdade…. mas já teve (“adversária à altura”)… Mamãe Osaka
Esse jogo deveria ser na final

Marcelo Reis
Marcelo Reis
13 dias atrás
Responder para  Ramiro Cora

Verdade! Então que tenhamos outras finais nos próximos jogos.

Danilo BR
Danilo BR
14 dias atrás

E o pior é que vai criando nas adversárias um obstáculo mental absurdo, daí ela já virou um monstro na cabeça das demais. A tendência é ser a Nadal feminina de Roland Garros. Longos anos pela frente sem competitividade no feminino

Michael Sousa
Michael Sousa
14 dias atrás

Vai atropelar a Gauff, creio q a americana não tem recursos no saibro para bater a 1ga

Ramiro Cora
Ramiro Cora
14 dias atrás

Mais uma de 6-1 ou 6-0 ou 6-2… sempre assim, menos…. menos com a Naomi. Ai a coisa mudou de figura… Mamãe Osaka lhe tirou um set, lhe fez 1-6 e perdeu só “por um milímetro” …
A Osaka voltou… foi como ela mesmo tinha dito antes do jogo: “a Iga será a minha medida, me mostrará o meu nível”.

Luis Ricardo
Luis Ricardo
13 dias atrás
Responder para  Ramiro Cora

a coisa mudou de figura ?…serio isso ??….quem ganhou o jogo ?

Federer eterno GOAT
Federer eterno GOAT
14 dias atrás

joga feio demais… parece o iugoslavo

Carlos Alberto Ribeiro da Silva
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
14 dias atrás
Responder para  Federer eterno GOAT

Cada um dá valor ao que aprecia mais. Como fã da Iga e também do Djokovic, prefiro muito mais a vitória, ainda mais da forma contundente como foi sobre a número 6 do ranking. Se quer ver show, espetáculo, vá ao teatro, ao circo, a um show de música e terá um. Esporte é competição, vale muito mais o resultado.

DENNIS SILVA
DENNIS SILVA
13 dias atrás

Perfeito. Ninguém é obrigado a assistir o fenômeno chamado Iga.

Paulo
Paulo
13 dias atrás

Concordo!

Bueno
Bueno
13 dias atrás

Joga muito, quem ignora isso é louco! Acabou de fazer 23 anos e se ganhar Roland Garros terá o 5º grand slam, empatando com Martina Hingis e Maria Sharapova. Incrível a quantidade de top spin que ela consegue colocar no jogo e a velocidade de pernas que ela possui. Precisa sim melhorar o segundo saque e subir mais na rede, principalmente voleio. Mas o jogo atual não tem mais esse estilo de saque voleio das décadas passadas, atualmente é devolução rápida no meio, abrir a quadra quando puder e fazer winner. Não adianta acharem que teremos jogadoras com habilidades de Justine Henin, Martina Hingis, Graff, Kim Clijsters, Amélie Mauresmo, Radwańska, etc, hoje o tênis está muito mais físico e a Iga assimilou isso! Se ver um jogo dela no primeiro slam que ganhou e hoje em dia, a diferença é gigante, antigamente ela variava muito mais, porém isso não seria suficiente para se manter no topo com jogadoras que só dão pancada.

Carlos Alberto Ribeiro da Silva
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
13 dias atrás
Responder para  Bueno

Concordo. A Iga joga muito e os que a criticam, como esperado, não apareceram por aqui hoje exatamente por falta de ter o que falar e sabendo que não iam conseguir sustentar as suas críticas.

Carlos Alberto Ribeiro da Silva
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
13 dias atrás

Acredito que o nº de pneus da Serena Williams ao longo da carreira, em torno de 150, a Iga conseguirá bater. A Steffi Graf acho que aplicou em torno de 223 pneus ao longo da carreira, número que acho possível a Iga alcançar, se mantiver esse ritmo. Apenas o nº de pneus da recordista Chris Evert, parece que 402 na carreira, fica praticamente impossível de ser alcançado, porque a Iga teria que aumentar muito a sua média anual de pneus para atingir essa marca.

DENNIS SILVA
DENNIS SILVA
13 dias atrás

Sobrando. Está em outro patamar. Joga muitoooooo. Ninguém chega onde chegou sem merecimento e muita capacidade técnica e física.

F.F.
F.F.
13 dias atrás

Mas segundo o Meligeni a Bia tem jogo para n1

DENNIS SILVA
DENNIS SILVA
13 dias atrás
Responder para  F.F.

Meligeni e seus devaneios

trackback

[…] jogos com maior tranquilidade, especialmente o duplo 6/0 contra Anastasia Potapova nas oitavas e os 6/0 e 6/2 contra a tcheca Marketa Vondrousova, número 6 do mundo e campeã de Wimbledon, nas […]

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Alcaraz e Murray: treino entre campeões em Queen's

Os melhores lances da campeã Boulter na grama de Nottingham

PUBLICIDADE