PLACAR

Hewitt ingressa no Hall da Fama australiano em 2024

Lleyton Hewitt (Australian Open/ Divulgação)

Melbourne (AUS) – Lleyton Hewitt será incluído no Hall da Fama do Tênis Australiano na próxima edição do Australian Open. Hewitt, de 42 anos, será homenageado em uma cerimônia especial na Rod Laver Arena na quarta-feira, 24 de janeiro, com sua estátua de bronze se juntando a outros 46 grandes nomes na Garden Square, no Melbourne Park.

Hewitt se tornou o jogador mais jovem, na época, a ocupar o primeiro lugar no ranking mundial de simples, aos 20 anos, em 2001. No total, ele passou 80 semanas no topo do ranking mundial, o décimo mais longo reinado na história do ATP Tour.

Ele ganhou 30 títulos de simples, incluindo triunfos de Grand Slam no Aberto dos Estados Unidos (2001) e Wimbledon (2002), além de títulos consecutivos nas finais do ATP Tour em 2001 e 2002.

Seu melhor resultado no Aberto da Austrália foi o vice-campeonato em 2005, o que o tornou o primeiro australiano a chegar a uma final de simples no torneio em 17 anos.

Ele também alcançou uma classificação entre os 20 primeiros em duplas e conquistou o título do US Open 2000 ao lado do bielorrusso Max Mirnyi.

Hewitt foi atleta olímpico por três vezes e o representante australiano da Copa Davis mais condecorado da história. Hewitt desempenhou papel fundamental na conquista do título da Copa Davis em 1999 e 2003, disputou um recorde nacional de 43 confrontos e venceu 59 partidas na Davis, também uma marca nacional.

Hewitt continua a desempenhar um papel importante no tênis australiano, tendo atuado como capitão da equipe nacional da Copa Davis desde 2016. No ano passado, ele ajudou a levar o país à primeira final da competição por equipes em 19 anos.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE