PLACAR

Halep e Stephens abandonam em Paris, Boulter avança

Foto: Trophée Clarins

Paris (França) – A rodada desta quarta-feira no WTA 125 de Paris teve a retirada de duas das principais estrelas da competição. Convidada da organização, a romena Simona Halep até ganhou o primeiro set da norte-americana Mccartney Kessler, mas abandonou quando perdia por 3/2 na segunda parcial. Já a também estadunidense Sloane Stephens desistiu quando perdia por 6/1 e 3/2 para a australiana Olivia Gadecki.

Ex-número 1 do mundo e atualmente apenas na 1149ª colocação do ranking, Halep disputou apenas seu segundo jogo neste retorno às quadras após 18 meses afastada por caso de doping. Desde que conseguiu diminuir sua pena de quatro anos para apenas nove meses e assim poder voltar a competir, a romena de 32 anos só havia disputado a primeira rodada do WTA 1000 de Miami, caindo de virada para a espanhola Paula Badosa. De lá para cá, ela se manteve fora das competições por causa de dores no joelho, o mesmo motivo de sua retirada nesta quarta-feira.

Algoz da campeã de Roland Garros e Wimbledon, Mccartney Kessler ocupa a 123ª posição da WTA e espera agora por uma compatriota, que virá duelo entre Emma Navarro, principal inscrita da competição, e Lauren Davis. Aos 24 anos, a norte-americana possui como maior conquista da carreira o título do WTA 125 de Puerto Vallarta, na Cidade do México, nesta temporada.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Já Sloane Stephens sofre a terceira derrota seguida no saibro europeu depois de conquistar o título do WTA 250 de Rouen, há pouco menos de um mês. Depois disso, ela chegou à terceira rodada em Madri e caiu nas estreias de Roma e agora em Paris. A ex-número 3 do mundo e campeã do US Open de 2017 deve seguir para Estrasburgo, onde disputa na semana que vem uma forte chave que conta com oito top 20, dentre elas a paulista Beatriz Haddad Maia.

Por sua vez, Olivia Gadecki desafiará a anfitriã Alizé Cornet, que bateu a ucraniana Yuliia Starodubtseva com um duplo 6/3. A tenista de 22 anos é a 80ª melhor jogadora do mundo, mas já foi 71ª em abril.

Boulter aplica “pneu” e avança

Na parte de baixo da chave, a britânica Katie Boulter confirmou a condição de cabeça 2 e não deu chances à compatriota Harriet Dart, marcando as parciais de 6/0 e 6/4. A 28ª do ranking e campeã do WTA 500 de San Diego nesta temporada enfrentará agora a búlgara Viktoriya Tomova, que bateu de virada a francesa Chloe Paquet por 3/6, 6/3 e 6/1.

Outras duas desistências

A quarta-feira ficou marcada por outras duas desistências no saibro parisiense. Cabeça de chave 7, a romena Ana Bogdan perdia por 4/0 para a anfitriã Varvara Gracheva quando precisou se retirar. A francesa medirá forças nas oitavas de final com a norte-americana Katie Volynets, que passou pela bielorrussa Aliaksandra Sasnovich por 7/5 e 6/3.

Já no duelo da casa, Fiona Ferro contou com o abandono da compatriota Lois Boisson no início do terceiro set, quando perdia por 3/6, 6/4 e 0/1. A ex-top 40 e hoje na 149ª volta à quadra ainda hoje para encarar a espanhola Cristina Bucsa, que venceu a jovem australiana Taylah Preston, de 18 anos, pelo placar de 6/2 e 7/5.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE