PLACAR

Gauff passa pela estreia com “bicicleta”, Osaka é eliminada

Foto: WTA

Madri (Espanha) – A norte-americana Coco Gauff começou com tudo sua participação no WTA 1000 de Madri. A jovem de 20 anos fez sua estreia na competição nesta quinta-feira e não tomou conhecimento da experiente holandesa Arantxa Rus, de 33 anos, protagonizando uma “bicicleta” ao anotar as parciais de 6/0 e 6/0 em apenas 51 minutos de partida.

Classificada para a terceira rodada, a atual número 3 do mundo já iguala o resultado do ano passado e tenta repetir sua melhor campanha no saibro espanhol, onde fez oitavas de final em 2022. Para isso, ela terá de passar pela ucraniana Dayana Yastremska, que precisou se recuperar de um “pneu” no primeiro set contra a colombiana Emiliana Arango, obtendo uma virada com o placar de 0/6, 7/5 e 6/4.

Com uma atuação impecável, Gauff venceu 12 dos 15 pontos disputados em seus games de saque no set inicial, apesar do baixo índice de 53% de acerto do primeiro serviço. Mesmo assim, a norte-americana não cedeu nenhuma  chance de quebra à adversária, que não ganhou um único ponto com o seu segundo saque em toda a parcial e teve um aproveitamento de 38% com o primeiro.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Já no segundo set, Rus ameaçou um pouco mais a oponente e teve quatro break-points a favor, porém não conseguiu converter nenhum. Em contrapartida, não foi capaz de salvar as três chances de quebras que ofereceu a Gauff e assim seguiu zerada no placar final da partida. A holandesa ganhou somente 20% dos pontos tanto com o primeiro quanto com o segundo serviço, vencendo apenas três pontos com seu saque em toda a parcial.

Keys avança e Osaka se despede na segunda rodada

Quem passar do duelo entre Gauff e Yastremska deverá encarar a vencedora da partida entre Madison Keys e Liudmila Samsonova. Enquanto a norte-americana venceu dois tiebreaks da romena Irina Begu, anotando o placar de 7/6 (7-3) e 7/6 (8-6), a russa colocou fim à participação da japonesa Naomi Osaka no torneio.

Depois de bater a belga Greet Minnen na estreia, a ex-número 1 do mundo não foi páreo para Samsonova, que é a 15ª principal favorita no saibro madrilenho e garantiu sua classificação à próxima fase com um triunfo por 6/2, 4/6 e 7/5 após 2h22 de confronto.

Após um início de amplo domínio da russa, com 92% de aproveitamento nos pontos com primeiro saque e 71% com o segundo, Osaka esboçou uma reação ao vencer o segundo set e levar a definição para a parcial decisiva. No entanto, a japonesa sofreu muito em seu serviço, oferecendo break-points em quatro dos seis games em que sacou no terceiro set. Em dois deles, Samsonova concretizou a quebra e, mesmo depois de ceder o empate no quarto game, chegou à vitória por 7/5.

2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Ramiro Cora
Ramiro Cora
24 dias atrás

Parece que este site e seus jornalistas nem sabem que houve uma novidade hj entre as mulheres sul-americanas:
Lourdes Carlé (82º), que ontyem arrasou com Radukanu, hj ganhou da Kudermetova (24º) …Foi 6-4, 6-4.

José Nilton Dalcim
Admin
24 dias atrás
Responder para  Ramiro Cora

Se você prestasse mais atenção às notícias antes de fazer críticas infundadas e absurdas, teria visto as notas: https://tenisbrasil.uol.com.br/argentina-atropela-raducanu-stephens-vence-a-6a-seguida.html e a de hoje https://tenisbrasil.uol.com.br/campea-em-2022-jabeur-supera-dificil-estreia-em-madri.html

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Nadal leva público italiano ao delírio com incrível reação

Conheça o que aconteceu nos bastidores do WTA 100 de Madri

PUBLICIDADE