PLACAR

Gauff elimina Wozniacki e volta às quartas em NY

Foto: Manuela Davies/USTA

Nova York (EUA) – No tão esperado duelo entre Coco Gauff e Caroline Wozniacki pelas oitavas de final do US Open, a jovem norte-americana de 19 anos fez valer seu melhor momento no circuito. A atual número 6 do mundo e vinda dos maiores títulos da carreira, em Washington e Cincinnati, Gauff venceu um duelo de três sets e 2h de partida, com parciais de 6/3, 3/6 e 6/1. Foi sua nona vitória seguida e a 15ª nos últimos 16 jogos.

Apesar da pouca idade, Gauff já faz sua quinta participação no US Open e chega pela segunda vez seguida às quartas. Seu melhor resultado em Grand Slam foi o vice-campeonato de Roland Garros no ano passado. A tenista da casa agora espera pela vencedora entre Iga Swiatek e Jelena Ostapenko. Há duas semanas, Gauff conseguiu sua primeira vitória em oito jogos contra Swiatek. Já diante de Ostapenko, tem uma vitória e uma derrota.

“Caroline está de volta, mas é como se ela nunca tivesse parado de jogar. Ela foi uma inspiração para mim enquanto crescia. É um pouco estranho, mas cresci observando ela. Lembro de assitir quando ela venceu o Australian Open. Estar em quadra com ela foi uma honra”, disse Gauff, na entrevista em quadra.

Por sua vez, Wozniacki disputou seu primeiro Grand Slam desde que voltou ao circuito no início de agosto, aos 33 anos. Ex-líder do ranking e campeã do Australian Open de 2018, a dinamarquesa agora é mãe de dois filhos e estava sem jogar desde janeiro de 2020. Ela só atuou em Montréal e Cincinnati antes do US Open, onde já fez duas finais em 2009 e 2014.

Assim como já havia acontecido nas partidas contra Petra Kvitova e Jennifer Brady nos últimos dias, Wozniacki enfrentava novamente uma adversária com a bola mais pesada e maior iniciativa dos pontos.

Mas Gauff aliava a potência a potência de seus golpes a movimentação muito consistente do fundo de quadra, e assim errava bem menos que outras adversárias. Embora a dinamarquesa tenha começado com 2/0, Gauff dominou o primeiro set, com muita pressão nas devoluções para conseguir duas quebras e vantagem por 13 a 3 nos winners.

No segundo set, Wozniacki foi mais agressiva e passou a confirmar seus games de serviço de forma mais tranquila, enquanto Gauff já não repetia a regularidade da primeira parcial. A jovem norte-americana passou a cometer mais erros, principalmente com o forehand e sofria muita pressão nos games de saque. A ex-número 1 do mundo criou seis break-points até finalmente conseguir a quebra para fazer 5/3, antes de fazer um ótimo game de saque e forçar o terceiro set.

Logo na abertura do último set, Wozniacki conseguiu uma nova quebra de serviço, mas Gauff buscou o empate na sequência e ainda fez um game de serviço muito firme para fazer 2/1. A vantagem no placar deu mais confiança para a norte-americana, que voltou a dominar os ralis do fundo de quadra, conseguindo duas novas quebras para chegar à vitória. Gauff liderou a contagem de winners por 33 a 14 e cometeu 44 erros contra 27.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE