PLACAR

Franceses se destacam no primeiro dia do Next Gen

Arthur Fils (Foto: Peter Staples/ATP Tour)

Jeddah (Arábia Saudita) – Os franceses se destacaram no primeiro dia de jogos pelo Next Gen ATP Finals, em Jeddah. Principais cabeças de chave, o 36º do mundo Arthur Fils e o 70º colocado Luca Van Assche venceram seus jogos de estreia pela competição.

Atuando pelo Grupo Verde, Fils precisou de cinco sets e 2h02 para vencer o italiano Luca Nardi por 2/4, 4/3 (8-6), 4/2, 1/4 e 4/2. “Foi um jogo difícil. É a primeira vez na minha vida que jogo até quatro games. Nesse formato, as coisas podem mudar muito rápido. Eu estava liderando por 2 sets a 1, tive break-points e me sentia muito bem. Aí perdi um ponto no 40-iguais que tudo mudou, mas fico muito feliz por vencer hoje”.

Uma novidade para o torneio deste ano é que os tenistas não têm período de aquecimento. Eles entram em quadra e já começam a jogar. “É um ajuste mental, mas também físico”, disse o francês de 19 anos. “Hoje tive que jogar alguns pontos antes da partida com meus treinadores. Jogamos 10 minutos, provavelmente, só para sentir a bola e entrar em quadra aquecido, mas estava tudo bem. Não sei se isso vai acontecer no futuro circuito da ATP, mas se acontecer, teremos que nos adaptar”.

A liderança do Grupo Verde, entretanto, é do italiano Flavio Cobolli, número 100 do mundo, que derrotou o suíço Dominic Stricker, 94º colocado, em quatro sets, com parciais de 4/2, 3/4 (7-9), 4/1 e 4/2. Nesta quarta-feira, Fils e Cobolli se enfrentam e o vencedor pode ficar muito perto de se classificar para a semifinal. Já Stricker e Nardi buscam a recuperação.

Já pelo Grupo Vermelho, Luca Van Assche venceu o convidado jordaniano Abdullah Shelbayh, 185º do ranking. depois de duas parciais equilibradas, Van Assche assumiu o controle da partida no terceiro set. Ele marcou as parciais de 4/3, 3/4, 4/1 e 4/1 em 2h02 de jogo.

Nesta quarta-feira, Van Assche enfrenta o sérvio Hamad Medjedovic, 110º do ranking, que venceu o norte-americano Alex Michelsen, 97º colocado, em jogo com cinco sets e quatro tiebreaks, parciais de 4/2, 4/3 (7-3), 3/4 (3-7), 3/4 (5-7) e 4/3 (7-4). Já Michelsen será o adversário de Shelbayh, tentando se reabilitar no torneio.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE