PLACAR

Fonseca tem grande atuação e faz sua primeira semi de challenger

Foto: Omar Rasjido/AAT

Buenos Aires (Argentina) – A primeira temporada exclusivamente voltada ao tênis profissional já começa com um bom resultado para João Fonseca. O carioca de 17 anos alcançou a semifinal do challenger de Buenos Aires, depois de superar nesta sexta-feira o italiano Gianluca Mager, 335º do ranking, por 6/1 e 6/3 em apenas 1h17 de partida.

Até então, Fonseca havia alcançado as quartas em dois challengers, o primeiro ainda em 2022 em São Leopoldo e o mais recente no ano passado em Florianópolis. A vaga na semi rende 14 pontos no ranking para o brasileiro, atual 727º do ranking. Ele está saltando para o 652º lugar e tem como melhor ranking da carreira a 636ª posição, alcançada em julho.

O torneio na capital argentina dá 50 pontos ao campeão e 25 para o vice. Com isso, Fonseca pode entrar no top 600 se for finalista e no top 500 em caso de título. O adversário na semifinal deste sábado, por volta de 12h30 (de Brasília), será o cazaque Dmitry Popko, 417º do mundo, que derrotou o norte-americano Tristan Boyer por 7/6 (8-6) e 6/3. Popko está com 27 anos e já foi 162º do ranking em 2021, ano em que conquistou seu único challenger em Lisboa.

O Brasil ainda tem mais um semifinalista, o pernambucano João Lucas Reis, que enfrentará o peruano Gonzalo Bueno às 11h. Reis, de 23 anos e 313º do mundo, venceu o único duelo anterior, disputado no ano passado em Brasília.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

A vitória de Fonseca sobre Mager começou a ser construída com a pressão constante sobre o saque do italiano desde o início da partida. Mager escapou de um 0-40 logo no game de abertura, mas depois não confirmou mais nenhum game de serviço até o final do primeiro set. Ainda que as condições em Buenos Aires sejam um pouco mais lentas, o brasileiro conseguiu se impor com seu bom desempenho no saque e jogo agressivo de fundo, com muita potência nos golpes.

O segundo set começou com uma quebra para cada lado e não demorou para que Fonseca voltasse a pressionar o serviço do italiano desde as devoluções. Mager ainda enfrentaria outros quatro break-points e não evitou a quebra no penúltimo game da partida, enquanto o brasileiro vinha mantendo seus serviços sem maiores riscos para confirmar a vitória e a classificação para a semifinal.

Leia mais:

Reis vence mais um duelo nacional e faz semi em Buenos Aires

Fonseca recebe convite em Piracicaba, challenger terá dois top 100

37 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
NFdS
NFdS
1 mês atrás

Boa garoto! Futuro brilhante pela frente!

Paulo A.
Paulo A.
1 mês atrás

Sensacional!! Não só a vitória mas, principalmente, pela forma como jogou! Parecia um veterano. Show do João. Inevitável não se entusiasmar com o futuro desse garoto…

Matheus Ferreira
Matheus Ferreira
1 mês atrás

Excelente vitória do brasileiro,o Fonseca tem ótimos golpes principalmente o backhand que hoje estava afiado,esse garoto promete.

Leandro Schulai
Leandro Schulai
1 mês atrás

Finalmente pude ver um jogo inteiro do Fonseca e não tem como se impressionar. Golpes muito potentes, bate bem de fore e backhand, é muito, muito veloz, chegou em algumas bolas mto difíceis e varia o jogo (Pouco ainda, mas já é mto mais do que o Thiago Monteiro rs).

Fiquei um pouco preocupado com o mental. Percebi que ele se cobra muito o jogo todo, todo ponto. Fica muito irritado quando erra mesmo que esteja 40 x 0 pra ele. Imagino o que isso pode acarretar em uma partida em que esteja perdendo.

Fora isso, torcer pro físico aguentar, até pq é um garoto ainda e jogos profissionais exigem mto mais do corpo e torcer. Ganhar em 2 sets é ótimo porque desgasta menos.

Será que se copar ele desiste da Universidade e finalmente entende que seu papel é entre os tops do mundo?

André Aguiar
André Aguiar
1 mês atrás
Responder para  Leandro Schulai

Se serve de parâmetro, um certo suíço recém-aposentado também se cobrava muito no juvenil e no início da carreira profissional, a ponto de quebrar raquetes.

André Borges
André Borges
1 mês atrás
Responder para  Leandro Schulai

17 anos…. Nem Federer tinha mental com 17 anos…..

Fernando S
Fernando S
1 mês atrás
Responder para  Leandro Schulai

Perfeccionismo é algo geralmente positivo.
Quanto à universidade, é uma escolha pessoal. Seria uma experiência de vida incrível. Devemos lembrar que se trata de um indivíduo com suas próprias preferências. Criticar estudo é algo que não vão me ver fazer aqui. :D
Não importa muito se a família dele é rica ou não, na minha opinião. O crescimento pessoal durante nossa jornada é algo significativo.
Na situação dele, eu pessoalmente não iria, mas se ele decidir ir, não acho que mereça críticas. É uma escolha super válida de vida.

Haroldo Guimaraes
Haroldo Guimaraes
1 mês atrás
Responder para  Fernando S

Fernando penso da mesma forma, estudo e conhecimento sao o melhor para uma pessoa se sentir importante na vida, ser um esportista e melhor ainda se for top, eh agregar o util ao agradavel. Sem criticas, sao escolhas pessoais, e serao excelentes escolhas se for. Nao podemos criticar pensando no nosso umbigo.

Marcus
Marcus
1 mês atrás
Responder para  Fernando S

Perfeito ponto Fernando, concordo plenamente.

Alexandre
Alexandre
1 mês atrás
Responder para  Leandro Schulai

Garoto com 17 anos já tem um mental melhor que o Wild

Marcos
Marcos
1 mês atrás
Responder para  Alexandre

Alguns amadurecem mais cedo que o outro. Acredito que esses 2 ainda darão muitas alegrias ao Brasil. Não desisti do Wild ainda, já imaginaram daqui a 3 anos 2 brasileiros no top 20? Joao no Top 10 e o Selvagem destruindo um bocado de gente com aquele Forehand!!! Avante garotos!

Ernesto
Ernesto
1 mês atrás
Responder para  Marcos

Caramba! Dois brasileiros no top 20!!! Gostei também!! Ousado. Eu espero ainda esse ano termos 2 top 100 firmes.

André Borges
André Borges
1 mês atrás

Tranquilo pra rolar uma final brasileira.

Leonardo Moura
Leonardo Moura
1 mês atrás

Vi algumas partes do jogo principalmente o primeiro set.
Muita potência nos golpes, minimizando os erros bolos, e o Mager errando demais.
Em Piracicaba vou assistir ao vivo essa promessa que está se tornando realidade

Refaelov
Refaelov
1 mês atrás

Fonseca tecnicamente sobrando realmente, a ver como o físico dele vai performar numa sequência de jogos/torneios seguidos(possivelmente 3 jogos em 3 dias nesse fds e já anunciou q vai jogar B.A 2, Punta e Piracicaba nessas próximas 3 semanas..) de qlqr forma um começo promissor..

Avaliando as SF, o Reis apesar de ter o melhor ranking, me parece ser o postulante com menos “cacife” entre os 4- Fonseca e Bueno são adolescentes pra lá de promissores e o Popko tá com esse ranking mais em função de lesões, já foi top 200 recentemente- de qlqr forma, na torcida por uma final BR..

Ernesto
Ernesto
1 mês atrás
Responder para  Refaelov

Bom comentário! A meta é fonseca sair dessa gira no top 400! Bem agressivo, mas possível.

Marcus Martins
Marcus Martins
1 mês atrás

Grande vitória. Boas chances de Final.

Juliano Fabrício
Juliano Fabrício
1 mês atrás

Esse vai trazer muita alegria pra torcida ainda!!

Albert
Albert
1 mês atrás

Que vitória sensacional do Fonseca. Sólido tanto de fore quanto de backhand, golpes potentes. Não deu qq chance pro Mager. Grande tb a vitória do João Lucas, e o Brasil larga muito bem nesse começo de ano. Boa sorte pros dois amanhã. Quem sabe acontece o q parecia improvável?

Jorge Luiz
1 mês atrás

Muito bom, melhor ainda se for uma final brasileira

André Borges
André Borges
1 mês atrás

Acho que nesse nível aí o jogo dele já sobra bem, o que não significa que vai ser campeão porque muita coisa pode acontecer, mas contra esse nível de jogador se ele jogar 80% o padrão é um 6×3 6×3 pra ele sem sustos.

Fernando S
Fernando S
1 mês atrás

Vocês se lembram de como esse tópico seria no formato anterior? Em vez de falar sobre o João, o assunto seria sobre haters, “nega” e outras negatividades. A falta de compostura era terrível. Embora tenha prejudicado o debate, o nível melhorou muito! Infelizmente, os ignorantes acabaram prejudicando os demais.

Leonel
Leonel
1 mês atrás
Responder para  Fernando S

Fernando. Discordo de vc no formato anterior eu gostava mais porém faltava sim “alguém” ter bloqueado as posturas infantis/negativas de muitos participantes. Ficou terra de ninguém(isso foi muito ruim).Quanto ao formato o outro era mais interessante.

Ernesto
Ernesto
1 mês atrás
Responder para  Leonel

Hoje foi a primeira vez que gostei um pouco desse novo formato, vamos ver….

Alexandre
Alexandre
1 mês atrás

Futuro do tênis brasileiro aí. Que seja diferente do Wild que prometeu muito e tem entregado pouco

Leonel
Leonel
1 mês atrás
Responder para  Alexandre

Discordo Alexandre. Wild teve dificuldades psicológicas/imaturidades que afetaram seu desempenho porém voltou muito bem em 2023 e seus resultados foram ótimos.

Bolsonaro o Rei
Bolsonaro o Rei
1 mês atrás
Responder para  Alexandre

Onde mesmo que o Wild está “entregando pouco”? O sujeito em março de 2023 era 400 do mundo, ganhou 4 Challengers, fez 3a rodada de RG, foi pra 74 do mundo e agora em 2024 que ele vai entrar no circuito ATP pra destruir todo mundo no saibro. Agradeça ao lixo tóxico da imprensa brasieira que prefere tentar queimar a imagem do sujeito.

Ernesto
Ernesto
1 mês atrás
Responder para  Alexandre

Wild já é um dos poucos top 100 da nossa história, e um dos poucos a ganhar título ATP, nem o Monteiro tem. Sem assim, não entregou pouco não.

Aristóteles
Aristóteles
1 mês atrás

Varreu, excelente!

Guilherme ES Ribeiro
Guilherme ES Ribeiro
1 mês atrás

Excelente vitória. Espero que o João continue surpreendendo e faça sua primeira final. João Lucas Reis terá um jogo duro, mas acredito que é favorito e possa vencer. Peruano Gonzalo Bueno é promissor, geração 2004, mas o João já venceu ele ano passado em Brasília, mas foi na quadra rápida. Se o João Fonseca continuar surpreendendo, podemos ter uma final brasileira.

Refaelov
Refaelov
1 mês atrás
Responder para  Guilherme ES Ribeiro

Reis venceu o peruano mas, foi um jogo beeeem parelho(dois tie breaks) fora q esses jogadores sub-20 sempre tem mais possibilidades de passarem a jogar mtoooooo mais num período de poucos meses.

Com relação ao Fonseca a preocupação é mais a parte física msm, vai ser a primeira vez q joga 2 dias seguidos no torneio..

De qlqr forma, as casas de apostas tão dando odds favoráveis aos 2 BRs, um bom indicativo..

Haroldo Guimaraes
Haroldo Guimaraes
1 mês atrás

Parabens Fonseca, excelente profissional jah. Nao sei qual era meta dele nessa gira de 4 torneios,mas imagino que fosse 4as. pelo menos. Superior a media brasileira dos ultimos 4 anos, incluo o Wild, que empata em jogo, mas nao mental.

Marcelo Scotton
Marcelo Scotton
1 mês atrás

Este fórum melhorou muito com a saída do CABELO DE BONECA.

Leonel
Leonel
1 mês atrás
Responder para  Marcelo Scotton

Marcelo. O Paulo é bom conhecedor do tênis e sempre trouxe informações e análises interessantes dos jogos e atletas. Faltou sim administração ter colocado limites e ao meu ver ficou terra de ninguém. Se tivermos regras e fazer cumprir , certeza que não não chegaria onde chegou. Quanto ao formato ainda prefiro o formato anterior.

Bolsonaro o Rei
Bolsonaro o Rei
1 mês atrás
Responder para  Marcelo Scotton

Esse fórum nunca vai ser perfeito com pessoas com você comentando. Pelo menos agora tem moderação, antes qualquer turma de haters entrava aqui e escrevia lixo sem parar sem serem bloqueados

Leonel
Leonel
1 mês atrás

Fonseca começou bem o ano. São challengers menores próprio para juvenis ganharem casca contra jogadores experientes e fortes porque logo ali tem os top 200(Navone e Wild) que já perderam pro Fonseca e muitos outros. Bora garoto. Ano 2024 promete com mais juvenis fazendo bonito. Guto e Victoria,Nauhany todos craques com 14 anos que farão estreia no profissional.

Ernesto
Ernesto
1 mês atrás
Responder para  Leonel

Wild é top 100!!!!

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE