PLACAR

Fonseca e Pucinelli vencem de virada em Assunção

Foto: Omar Rasjido/Paraguay Open

Assunção (Paraguai) – A estreia de João Fonseca no challenger de Assunção, em quadras de saibro, foi com vitória de virada. Fonseca superou nesta segunda-feira o equatoriano Alvaro Guillen Meza, de 21 anos e 286º do ranking, com parciais de 3/6, 6/2 e 6/4 em 2h20 de partida.

Esta foi a quarta vitória de Fonseca em chaves principais de challenger na temporada, com destaque para uma semifinal na Argentina em janeiro. Ele também conseguiu suas duas primeiras vitórias na ATP, aproveitando o convite recebido para o Rio Open. Atualmente com o melhor ranking da carreira, no 341º lugar, e ganha seis pontos na ATP.

O próximo adversário de Fonseca em Assunção será o convidado local Hernando Isnardi, de 26 anos e apenas 1.461º do ranking, que surpreendeu o argentino Genaro Olivieri, cabeça 4 do torneio e 185º do mundo, por 4/6, 6/4 e 6/3.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Depois de um primeiro set com apenas uma quebra, e que Fonseca não conseguiu ameaçar o serviço do adversário, o carioca ainda teve que escapar de mais dois break-points. Depois disso, passou a confirmar seus games de serviço de forma mais tranquila, e conseguiu duas novas quebras para igualar a partida.

Já no terceiro set, Fonseca começou em ritmo arrasador, contando com seu jogo agressivo e de muita potência nos golpes. Ele conseguiu duas quebras e abriu 5/0. Mas o jogo ficou complicado para o carioca, que perdeu quatro match-points e sofreu duas quebras. Ele pediu atendimento médico na vidada de lado, e depois voltou a quebrar o serviço do rival para chegar à vitória.

Outro brasileiro a vencer de virada foi o paulista Matheus Pucinelli, paulista de 22 anos e 295º do ranking, que eliminou o francês Geoffrey Blancaneaux, cabeça 6 do evento e 220º do mundo. Pucinelli começou atrás no placar, mas reagiu e venceu por 3/6, 6/3 e 6/4 após 2h46 de partida. Seu próximo rival pode ser outro brasileiro, o gaúcho Orlando Luz, ou o canadense Liam Draxl.

Zanellato vence duelo nacional fura o quali
No encontro entre dois brasileiros pela última rodada do quali, o paulista Nicolas Zanellato venceu o carioca Wilson Leite por 6/3 e 7/5. Zanellato estreia na chave principal contra o argentino vindo do quali Gonzalo Villanueva. Já Fernando Romboli, que vinha de título de duplas em Santiago e de uma vitória em três sets na estreia do quali de simples, se retirou da disputa individual. Com isso, o israelense Daniel Cukierman entra na chave.

22 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Adalberto
Adalberto
1 mês atrás

O Fonseca venceu, mas passou aperto…
No 3º set fez 5×0, mas a vaca ia indo pro brejo, quando quebrou o Meza e fechou com aquele grito! kkk…

Paulo A.
Paulo A.
1 mês atrás
Responder para  Adalberto

Estranhei – e muito – a extrema dificuldade do João em fechar um jogo que estava fácil contra um adversário bem ganhável…será que é mais um sentindo demais a pressão??!!

Cacio Luiz Crozariolo
Cacio Luiz Crozariolo
1 mês atrás
Responder para  Adalberto

Pois é, teve 2 match-points (salvo engano no 5×1) e entrou em uma draga, achei que não conseguiria voltar pq estava nervoso e de postura baixa. Se fosse o Meligeni e o Monteiro já teria desistido. Parabéns pela resiliência.

Leonel
Leonel
1 mês atrás
Responder para  Adalberto

Tem que gritar mesmo porque ia incomodar perder de novo numa 1 rodada. Foi descarrego mesmo. Saiu a Zica, a chinkungunia e tudo mais.

JONY MARCIO SANTOS
JONY MARCIO SANTOS
1 mês atrás

Boas vitórias. Pucinelli eliminou um cabeça de chave e devagar vai se reaproximando da faixa de ranking que permite disputar qualy de Grand Slam. Fonseca deu uma bobeada depois do 5 a 0 no terceiro set, mas confirmou a vitória e entra com um bom favoritismo contra o paraguaio. Boa semana pra se aproximar bem do Top 300.

Calebe Paes
Calebe Paes
1 mês atrás

João entrou no Challenger por seu ranking, não foi por convite.

F.F.
F.F.
1 mês atrás

Que sufoco. Devia ter arriscado os convites dos masters 1000 ao invés de jogar nível Challenger. Mesmo perdendo nos Qualy elevaria o nível de jogo. Agora fica aí passando aperto com esses jogadores medíocres. Lamentável.

Albert
Albert
1 mês atrás

Duas grandes viradas das duas maiores esperanças do tenis brasileiro masculino. Boa sorte no proximo jogo, espero q o Fonseca se recupere do problema q teve no final do terceiro set.

Thiago
Thiago
1 mês atrás
Responder para  Albert

Pucinelli maior esperança? Jesus, estamos mal de esperança… acho o Heide com muito mais potencial.

Haroldo Guimarães
Haroldo Guimarães
1 mês atrás

Parabéns brazucas, lavaram alma ontem. Para os pessimistas começamos bem. 2 de 6( agora 7) venceram. Mas foi um teste pra cardíacos, vi o jogo do Pucinelli, até o 3o set normal aí faz 1×0 com quebra, toma a virada de 4×1…pensei perdeu, aí vira e ganha 6×4. Agora o Fonseca , pela amor de Deus menino, tem que esquecer o juvenil e já ganhou. E treinar muito o físico pelo jeito ( não vi o jogo). 5×0 pra 5×4 foi demais. Atendimento “médico” eficaz. Segue o jogo.

Eduardo
Eduardo
1 mês atrás
Responder para  Haroldo Guimarães

Ontem o problema não foi físico não. Depois do 5 a 0 tiveram 3 games embolados que ele perdeu os match points e ai dps que ele tomou a 2 quebra pediu o atendimento para esfriar o jogo mesmo.

Matheus Ferreira
Matheus Ferreira
1 mês atrás

O Fonseca começou muito mal,com os golpes descalibrados, cometeu vários erros não forçados e assim perdeu o primeiro set,a partir do segundo set começou a jogar melhor distribuindo seu arsenal de golpes e assim chegou no terceiro set com 5 x 0, então na hora de fechar a partida ele se complicou denovo e quase entrega um jogo que estava ganho, porém no saque do adversário buscou uma nova quebra e assim saiu com a vitória!

Scott
Scott
1 mês atrás

Se o Fonseca quer escalar o próximo nível, tem que parar de sofrer com esses pangarés da América do Sul.

Pucinelli deu um suspiro, mas não eacapa de R16.

Leite: a conta segue não fechando!

Guilherme do ES Ribeiro
Guilherme do ES Ribeiro
1 mês atrás

Excelentes vitórias do Fonseca e do Pucinelli. Adversários difíceis e melhores rankeados. Bom início para o Brasil no torneio

Leonel
Leonel
1 mês atrás

Vamos Fonseca. Parabéns e que venham muitas vitórias. Queremos ver seu tênis junto aos top. Fez boa escolha em começar pelos challengers. Vai desenvolver “casca” pra subir mais no ranking. Pucci mandou bem contra um jogador veterano mas já “cascudo”. Bora, bora

Tiago PW
Tiago PW
1 mês atrás

Parabéns meninos!

Foco e luta para as próximas rodadas!

Refaelov
Refaelov
1 mês atrás

Olha, essa é pra guardar na memória, duas viradas de BRs no msm horário..raríssimo!(o contrário sim é extremamente corriqueiro).

Sobretudo o Pucinelli, me surpreendeu positivamente no 3°, contra um cabeça de chave, perdeu 3 game points pra confirmar a quebra no 2° game, dae leva 1×4 e consegue voltar pro jogo e fechar em 6×4.

O Fonseca mostra q aprendeu a lição do jogo contra o Navone no Rio Open, meteu um atendimento médico pra dar aquela esfriada qnd o jogo perigava escapar..

Tem tudo pra termos 1 BR nas SF saído desse setor deles da chave.. A ver tbm se o Heide confirma o favoritismo pra chegar nas QF, bora por mais!

Isaias Costa
Isaias Costa
1 mês atrás

Esses jogos duros para o Fonseca são bons para ele criar casca, ir melhorando fisico e mental.

Antônio Luiz Júnior
Antônio Luiz Júnior
1 mês atrás

Fonseca abriu 5 x 0 no terceiro set e levou duas quebras em sequência. Obviamente, que a pouca idade e a inexperiência em algum momento vão pesar. Pediu atendimento médico com 5 x 4 e conseguiu fechar em 6 x 4. Vitória importante e subiu para 327º no ranking.

Marcos Antonio Vargas Pereira
Marcos Antonio Vargas Pereira
1 mês atrás

Abriram suas respectivas chaves, oitavas muito possível para ambos.

Rogério
Rogério
1 mês atrás

Boas vitórias! Principalmente do Pucinelli que havia jogado muito mal na semana anterior. O João tem muito potencial, estando adaptado é muito difícil de enfrenta-lo.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja como foi a espetacular vitória de Fonseca sobre Sonego

Nadal pode ter feito seu último jogo oficial em Barcelona

PUBLICIDADE