PLACAR

Fernandez marca virada e encerra jejum de títulos

Hong Kong (China) – Depois de longa espera e fases muito irregulares, a canadense Leylah Fernandez enfim voltou a conquistar um título. A canhota de 21 anos perdeu o primeiro set, mas soube reagir diante da tcheca Katerina Siniakova e marcou as parciais de 3/6, 6/4 e 6/4 na decisão do WTA 250 de Hong Kong.

Vice-campeã do US Open em 2021, Fernandez não erguia troféu desde Monterrey, em março do ano passado, quando foi bicampeã do torneio mexicano.

Sua campanha em Hong Kong incluiu vitórias sobre Victoria Azarenka, Mirra Andreeva, Linda Fruhvirtova e Anna Blinkova. Com isso, ela subirá do atual 60º posto para 43º, ainda muito distante do 13º que ocupou depois do Grand Slam norte-americano.

Na final deste domingo, a canadense começou instável e com muitos erros. Siniakova obteve duas quebras e deu sinais de que dominaria a partida, mas foi Fernandez quem deu o tom no segundo set, Chegou a abrir 4/0 antes de a tcheca pedir atendimento médico para a perna esquerda. No retorno, Siniakova reagiu e teve seis chances de empatar o placar.

No game inicial do terceiro set, Siniakova tentou um voleio e jogou-se ao chão com dor. Pediu novo atendimento e se manteve em quadra. As duas trocaram ainda quebras e os serviços perderam qualidade. A tcheca teve chance no 4/4 até que enfim Fernandez obteve a quebra definitiva para encerrar a batalha de 2h49.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE