PLACAR

Esquema de apostas: tenista boliviano é banido do esporte

Alejandro Mendoza Crespo (Foto: Arquivo pessoal/Facebook)

Londres (Reino Unido) – A Agência Internacional para a Integridade do Tênis (ITIA) divulgou nesta sexta-feira que mais dois tenistas sul-americanos foram penalizados após infringirem regras do Programa Anticorrupção do Tênis (TACP), ao participarem de um esquema de apostas.

As sanções estão relacionadas a um processo criminal recentemente concluído, envolvendo uma quadrilha de manipulação de resultados na Bélgica. A colaboração entre a ITIA e as autoridades belgas levou a uma pena de prisão de cinco anos para o líder do grupo, Grigor Sargsyan. Cinco outros jogadores envolvidos já haviam sido sancionados após não responderem às acusações da ITIA em 2023, dentre eles o argentino Eduardo Agustín Torre, que foi suspenso por cinco anos.

Desta vez, mais dois tenistas sul-americanos foram julgados e tiveram sua sentença definida. O boliviano Alejandro Mendoza Crespo, de 34 anos e que teve como melhor ranking da carreira o 741º lugar em 2016, recebeu a pena máxima após cometer 20 infrações graves, resultando no seu banimento do esporte e mais uma multa de US$ 250 mil. As investigações concluíram que que Mendoza se envolveu em um padrão contínuo de corrupção entre 2016 e 2018, o que inclui ações premeditadas para encorajar outros jogadores a planejarem os resultados das partidas para obter ganhos financeiros.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Já o peruano Jorge Panta Herreros, de 28 anos e ex-número 447 da ATP, foi suspenso por três anos e multado em US$ 10 mil, tendo sido considerado responsável por quatro crimes graves, como arquitetar o resultado de dois dos seus próprios jogos num período de dois anos. A suspensão de Panta terminará à meia-noite do dia 3 de abril de 2027.

As sanções a ambos os jogadores foram impostas pelo oficial de audiência anticorrupção independente, Professor Richard McLaren, após uma sessão formal realizada nos dias 4 e 5 de março deste ano. As medidas entraram em vigor na data de 4 de abril de 2024. Durante os períodos de inelegibilidade, Mendoza e Panta estão proibidos de jogar, treinar ou participar de qualquer evento de tênis autorizado ou sancionado pelos membros da ITIA ou qualquer federação nacional.

Leia também:

Ex-top 600, tenista argentino é suspenso por cinco anos

3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
João
João
9 dias atrás

Tivemos por aqui um tenista banido também por este motivo, que por sinal antes do banimento fez duras críticas à corrupção no Brasil, não é? Que coisa…

nino-sp
nino-sp
9 dias atrás
Responder para  João

Verdade, muita ousadia desse tenista fazer “duras críticas à corrupção no Brasil”. Tá ainda solto por essa declaração?

Faber Monteiro
Faber Monteiro
9 dias atrás

Que pena o Jorge Panta participar disso. O conhecia deste o Juvenil de 14 anos. Triste. Espero que aprenda e retome sua honra.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Nadal leva público italiano ao delírio com incrível reação

Conheça o que aconteceu nos bastidores do WTA 100 de Madri

PUBLICIDADE