PLACAR

Djokovic vê cair longa série de vitórias na Austrália

Foto: Alex Coppel/Tennis Australia

Perth (Austrália) – Além de ver a Sérvia ser eliminada nas quartas de final da United Cup e mais uma vez sentir incômodos no pulso direito, Novak Djokovic teve mais um motivo para lamentar o revés diante de Alex de Minaur nesta quarta-feira: o fim de uma longa série de vitórias jogando na Austrália. Ao todo, Nole acumulou 43 partidas de invencibilidade em território australiano.

A sequência, que durou cinco anos, começou em janeiro de 2019 com o título do Australian Open. No ano seguinte, ele venceu todas as seis partidas que disputou na conquista inédita da ATP Cup com a equipe sérvia e novamente faturou o primeiro Grand Slam da temporada.

Já em 2021, Djokovic somou mais dois triunfos na ATP Cup e outros sete na campanha do nono título em Melbourne. Na temporada 2022, o sérvio não jogou na Austrália, já que foi deportado por não ter o passaporte vacinal para entrar no país, mas voltou em 2023 levantando a taça do ATP 250 de Adelaide 1 e faturando o Australian Open pela décima vez na carreira.

Ele ainda anotou mais duas vitórias na atual edição da United Cup, antes de cair para De Minaur e ver essa incrível sequência ser quebrada. Durante a série invicta, Nole derrotou 33 jogadores diferentes, dentre eles seus dois maiores rivais, Rafael Nadal (duas vezes) e Roger Federer. Suas maiores vítimas foram o russo Daniil Medvedev e o canadense Denis Shapovalov, com quatro derrotas cada um.

Confira as 43 vitórias seguidas de Novak Djokovic na Austrália:

Australian Open 2019 – 7 vitórias
Novak Djokovic v. Mitchell Krueger, 6/3, 6/2 e 6/2
Novak Djokovic v. Jo-Wilfried Tsonga, 6/3, 7/5 e 6/4
Novak Djokovic v. Denis Shapovalov, 6/3, 6/4, 4/6 e 6/0
Novak Djokovic v. Daniil Medvedev, 6/4, 6/7 (5-7), 6/2 e 6/3
Novak Djokovic v. Kei Nishikori, 6/1, 4/1 (ret)
Novak Djokovic v. Lucas Pouille, 6/0, 6/2 e 6/2
Novak Djokovic v. Rafael Nadal, 6/3, 6/2 e 6/3

ATP Cup 2020 – 6 vitórias
Novak Djokovic v. Kevin Anderson, 7/6 (7-5) e 7/6 (8-6)
Novak Djokovic v. Gael Monfils, 6/3 e 6/2
Novak Djokovic v. Cristian Garin, 6/3 e 6/3
Novak Djokovic v. Denis Shapovalov, 4/6, 6/1 e 7/6 (7-4)
Novak Djokovic v. Daniil Medvedev, 6/1, 5/7 e 6/4
Novak Djokovic v. Rafael Nadal, 6/3 e 7/6 (7-4)

Australian Open 2020 – 7 vitórias
Novak Djokovic v. Jan-Lennard Struff, 7/6 (7-5), 6/2, 2/6 e 6/1
Novak Djokovic v. Tatsuma Ito, 6/1, 6/4 e 6/2
Novak Djokovic v. Yoshihito Nishioka, 6/3, 6/2 e 6/2
Novak Djokovic v. Diego Schwartzman, 6/3, 6/4 e 6/4
Novak Djokovic v. Milos Raonic, 6/4, 6/3 7/6 (7-1)
Novak Djokovic v. Roger Federer, 7/6 (7-1), 6/4 e 6/3
Novak Djokovic v. Dominic Thiem, 6/4, 4/6, 2/6, 6/3 e 6/4

ATP Cup 2021 – 2 vitórias
Novak Djokovic v. Denis Shapovalov, 7/5 e 7/5
Novak Djokovic v. Alexander Zverev, 6/7 (3-7), 6/2 e 7/5

Australian Open 2021 – 7 vitórias
Novak Djokovic v. Jeremy Chardy, 6/3, 6/1 e 6/2
Novak Djokovic v. Frances Tiafoe, 6/3, 6/7 (3-7), 7/6 (7-2) e 6/3
Novak Djokovic v. Taylor Fritz, 7/6 (7-1), 6/4, 3/6, 4/6 e 6/2
Novak Djokovic v. Milos Raonic, 7/6 (7-4), 4/6, 6/1 e 6/4
Novak Djokovic v. Alexander Zverev, 6/7 (6-8), 6/2, 6/4 e 7/6 (8-6)
Novak Djokovic v. Aslan Karatsev, 6/3, 6/4 e 6/2
Novak Djokovic v. Daniil Medvedev, 7/5 6/2 e 6/2

ATP 250 de Adelaide 1 2023 – 5 vitória
Novak Djokovic v. Constant Lestienne, 6/3 e 6/2
Novak Djokovic v. Quentin Halys, 7/6 (7-3) e 7/6 (7-5)
Novak Djokovic v. Denis Shapovalov, 6/3 e 6/4
Novak Djokovic v. Daniil Medvedev, 6/3 e 6/4
Novak Djokovic v. Sebastian Korda, 6/7 (8-10), 7/6 (7-3) e 6/4

Australian Open 2023 – 7 vitórias
Novak Djokovic v. Roberto Carballes Baena, 6/3, 6/4 e 6/0
Novak Djokovic v. Enzo Couacaud, 6/1, 6/7 (5-7), 6/2 e 6/0
Novak Djokovic v. Grigor Dimitrov, 7/6 (9-7), 6/3 e 6/4
Novak Djokovic v. Alex de Minaur, 6/2, 6/1 e 6/2
Novak Djokovic v. Andrey Rublev, 6/1, 6/2 e 6/4
Novak Djokovic v. Tommy Paul, 7/5, 6/1 e 6/2
Novak Djokovic v. Stefanos Tsitsipas, 6/3, 7/6 (7-4) e 7/6 (7-5)

United Cup 2024 – 2 vitórias
Novak Djokovic v. Zhizhen Zhang, 6/3 e 6/2
Novak Djokovic v. Jiri Lehecka, 6/1, 6/7 (3-7) e 6/1

4 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Paulo Almeida
Paulo Almeida
1 mês atrás

Foi um absurdo essa sequência do GOATaço por lá de fato. Jamais deve ser igualada.

Souza Oliveira
Souza Oliveira
1 mês atrás

Faz parte relaxa, continua sendo um ótimo jogador…. Nunca será _ Paz

FABIO
FABIO
1 mês atrás

Esse cara é uma lástima. Toda vez que perde, arranja um motivo. Além de tudo é mal perdedor. Pode ganhar quantos Slam tiver nessa entressafra, Nunca será. GOAT não é apenas número. Requer uma série de fatores que esse cara está longe. É só ver Pelé. Jordan etc.
Obs: Federer é o 10° atleta bem mais pago do mundo. Sem jogar. Diz algo?

Paulo Almeida
Paulo Almeida
1 mês atrás
Responder para  FABIO

Quer um lenço para enxugar tantas lágrimas de sangue, cara terceirete?

Ainda cita péssimos exemplos fora de quadra/campo, rsrs.

Federer é ex-atleta e não chega nem perto dos 180 milhões que o GOAT Djoko ganhou dentro de quadra, que é o que conta.

24 > 20

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE