PLACAR

Djokovic: “Jogo feio. Quando fechei senti um alívio”

Foto: Corinne Dubreuil/ATP Tour

Monte Carlo (Mônaco) – Depois de vencer um jogo duríssimo pelas quartas de final do Masters 1000 de Monte Carlo, Novak Djokovic reconhece que o nível de tênis apresentado nesta sexta-feira, diante do australiano Alex de Minaur, esteve longe do ideal. O número 1 do mundo afirmou ainda que sentiu um alívio quando finalizou a disputa.

“Ele me disse na rede que foi um jogo feio. E sobre a partida e o nível de tênis, eu concordo com ele”, disse Djokovic após a vitória por 7/5 e 6/4. “Acho que no segundo set, nós não jogamos em alto nível e cometemos muitos erros não forçados. Foram muitas quebras de saque. Isso era meio que esperado no saibro, mas talvez não tantas. Mas uma vitória é uma vitória e estou feliz por ter avançado”.

“Foi um jogo difícil para nós dois. Ele é um dos tenistas mais rápidos do circuito e recupera muitas bolas que 99% dos outros tenistas não conseguem. Ele não me surpreendeu com várias passadas”, acrescentou o sérvio. “Tem um livro chamado ‘Winning Ugly’, que acho que é do Brad Gilbert. Às vezes você só precisa encontrar uma maneira de vencer, mesmo que não esteja se sentindo bem ou jogando o seu melhor. Hoje foi esse o caso”.

A comemoração do sérvio após a partida foi bastante discreta e sem o gestual tradicional de celebração com a torcida. “Sim, foi apenas um sinal de alívio. Era um dia mais para terminar o jogo do que para comemorar. Eu realmente não estava com muita vontade de comemorar”.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Duas vezes campeão de Monte Carlo, em 2013 e 2015, o veterano de 36 anos não disputava uma semifinal no torneio desde sua última conquista. “Estou muito feliz por estar de volta às semifinais. Já faz um tempo. Adoro o torneio e este clube. Treino aqui há muitos anos. Nos últimos sete, oito anos foi difícil para mim vencer várias partidas consecutivas em Monte Carlo, mas aqui estamos em mais uma semifinal”.

Djokovic enfrenta neste sábado às 10h30 (de Brasília) o norueguês Casper Ruud, 10º do ranking. O sérvio venceu os cinco duelos anteriores entre eles, o mais recente na final de Roland Garros do ano passado. A outra semifinal será às 8h30, entre o italiano Jannik Sinner e o grego Stefanos Tsitsipas.

16 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Joselito
Joselito
1 mês atrás

Como diria o “sábio” Dadá Maravilha: Não existe gol feio, feio é não fazer o gol.

Fernando Venezian
Fernando Venezian
1 mês atrás

Bota jogo feio nisso! E sobre o desconforto que ninguém sabe explicar! Nenhum repórter perguntou sobre isso? Nole parecia um zumbi do Walking Dead!

Federer eterno GOAT
Federer eterno GOAT
1 mês atrás

falou o rei do jogo feio… rs

Flávio
Flávio
1 mês atrás
Responder para  Federer eterno GOAT

Quem joga feio é a Iga cara,pois ela só usa pancadaria grossa e o Sinner tem alguma qualidade porque já mostrou e nesse saibro esta jogando que nem a Iga, fazendo jogo feio e no saibro pode jogar vistosamente.

Paulo
Paulo
1 mês atrás
Responder para  Flávio

Amor eterno pela Iga! kkkk

Gusmão
Gusmão
1 mês atrás

Força Djokovik.
Importante é vencer e bater mais recordes, isso mostra a força em várias gerações.

Bruno
Bruno
1 mês atrás

Pleonasmo vicioso

Alcaraz e sinner os melhores da história
Alcaraz e sinner os melhores da história
1 mês atrás

O vacina não ganha do sinner ou tsisipas na final ,e se chegar em ,porq rude é jogador normal mais em dia bom no saibro pode vencer o slavo que é o rei da entressafra,única a ficar 6 anos no auge jogando contra federer já com 36 anos ou mais e Nadal q só é bom na terra,aí o slavo empilhou grand slam

Maxwell Sivler Hammer
Maxwell Sivler Hammer
1 mês atrás

Chance de Tsitsipas ganhar em uma final pra Federer é zero, pode ganhar em umas quartas de ATP 500 ou oitavas de Masters 1000, mas na final, zero chance.
Já Sinner, se chegar na final, acho que o italiano ganha de 2×0.
E em relação a Ruud, nem crie esperanças.

Celso
Celso
1 mês atrás

Meu Deus do céu! O que foi esse texto. Alguem entendeu o que esse cara quis dizer nesse post?

João Silva
João Silva
1 mês atrás

E o Andy Murray?

Alcaraz e sinner os melhores da história
Alcaraz e sinner os melhores da história
1 mês atrás
Responder para  João Silva

Andy Murray estava lesionado quando Djokovic ganhou mais títulos

Maxwell Sivler Hammer
Maxwell Sivler Hammer
1 mês atrás

Não sei pq, mas tô sentindo que amanhã Tsitsipas vai ganhar o jogo pra Sinner em umas 3 horas, salvando match point, e na final, como sempre, vai entregar o título pra Djokovic.
A real é que Tsitsipas substituiu Federer em termos de limpeza de chave pra Djokovic, vai ganhando dos melhores pra no fim chegar pronto pra ser massacrado pelo sérvio.

Caio o poderoso piupiu
Caio o poderoso piupiu
1 mês atrás
Responder para  Maxwell Sivler Hammer

Kkkk

Ronalducho
Ronalducho
1 mês atrás

Jogo feio! Conta bancária linda!
Resultado: sorriso de orelha a orelha!

Rocha
Rocha
1 mês atrás

Jogo feio, o importante é vencer, ele cheio de história….

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE