PLACAR

Djokovic enfrenta o australiano Vukic, Wawrinka é eliminado

Foto: Andrew Eichenholz/ATP Tour

Indian Wells (EUA) – Pentacampeão do Masters 1000 de Indian Wells, Novak Djokovic já tem adversário definido para sua partida de estreia na competição. De volta ao torneio após cinco anos, o número 1 do mundo enfrentará o australiano Aleksandar Vukic, 69º do ranking, que derrotou o japonês Shintaro Mochizuki, 149º colocado, por 7/6 (7-4) e 7/6 (8-6).

Djokovic ainda não enfrentou Vukic no circuito e disputa seu primeiro torneio desde a queda na semifinal do Australian Open. O sérvio de 36 anos também atuou na United Cup em janeiro e acumula sete vitórias e duas derrotas neste início de temporada.

Em caso de vitória na estreia, o líder do ranking pode enfrentar o lucky-loser italiano Luca Nardi (substituto do argentino Tomas Etcheverry, que tendão da coxa direita). Outros dois possíveis rivais são o norte-americano Aleksandar Kovacevic e o chinês Zhizhen Zhang.

Adversário de Djokovic em Indian Wells, Vukic está com 27 anos e tem como melhor ranking da carreira o 48º lugar, alcançado em agosto. Ele chegou ao primeiro Masters 1000 da temporada com apenas uma vitória em 2024, contra o mexicano de 18 anos Rodrigo Pacheco Mendez em Los Cabos.

Ainda nesta quinta-feira, o suíço Stan Wawrinka foi eliminado na estreia pelo tcheco Tomas Machac por 7/6 (7-3), 4/6 e 6/2. Ex-número 3 do mundo, Wawrinka está com 38 anos, ocupa o 70º lugar do ranking e tem só uma vitória na temporada, em Buenos Aires. Já o jovem Machac, de 23 anos e 63º colocado, desafia o francês Adrian Mannarino, número 21 do mundo.

Também estão definidos os rivais do canadense Félix Auger-Aliassime e do norte-americano Frances Tiafoe. A estreia de Tiafoe será contra o sérvio Dusan Lajovic, que bateu o finlandês Emil Ruusuvuori por 7/5 e 6/2. Já Aliassime encara o francês Constant Lestienne, algoz do norte-americano Denis Kudla por 3/6, 6/2 e 6/4.

2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Geraldo Cristóvão
Geraldo Cristóvão
1 mês atrás

Derrotas consecutivas para jogadores medianos, já sinalizam que este deverá ser o derradeiro ano da brilhante carreira de Stan Wawrinka. Outrora excepcional revés de uma mão, já não ofende mais os adversários. O único que enfrentou à altura o Big Four conquistando três GS´s e uma medalha de ouro Olimpica junto a Roger Federer. Namorou tenistas e fez parceria noturna regada a whiskies com Bernoite Paire – aliás, dizem que o homem é uma draga de bebidas. O rosto de papudinho tem, agora já pode se dedicar á boemia.

Fernando Venezian
Fernando Venezian
1 mês atrás

Wawrinka tá fazendo hora extra já! Ultimamente só toma lambada! rsrs

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja como foi a espetacular vitória de Fonseca sobre Sonego

Nadal pode ter feito seu último jogo oficial em Barcelona

PUBLICIDADE