PLACAR

Djoko opera, deve perder Wimbledon e corre para Jogos de Paris

Foto: Reprodução/Roland Garros

Paris (França) – Um dia após anunciar sua desistência de Roland Garros, por causa de um problema no joelho direito, o sérvio Novak Djokovic tomou uma decisão rápida e deu o primeiro passo em busca do retorno ao circuito. Segundo informa o jornal francês L’Equipe, ele decidiu fazer uma cirurgia no menisco na manhã desta quarta-feira, em Paris.

O período de recuperação da cirurgia deve durar pelo menos três semanas e deixá-lo de fora de Wimbledon, que acontece entre 1 a 14 de julho. O resto do seu programa, e em particular a sua participação nos Jogos Olímpicos de Paris 2024, dependerá da sua reação ao procedimento.

Relutante em fazer qualquer intervenção cirúrgica, desta vez o sérvio não quis procrastinar por muito tempo e tomou uma decisão rápida pensando nos Jogos Olímpicos, único grande título que falta em seu currículo, apostando que a recuperação assim será mais eficaz e mais rápida do que um tratamento mais conservador.

Se tudo correr bem, Djokovic deverá estar em pé nas próximas horas após o procedimento, mas ele precisará de pelo menos três semanas de recuperação e por isso não competirá nos torneios de grama antes de Wimbledon, o que é um tanto tradicional para ele, porém o tempo ficará escasso para disputar o terceiro Grand Slam da temporada.

Sua participação nos Jogos Olímpicos, que acontecem entre 27 de julho e 4 de agosto, também corre algum risco e depende da reação a esta intervenção. O que sem dúvida explica a sua rápida decisão de se submeter a esta operação e atesta a sua extrema motivação para procurar o ouro olímpico que falta, perdendo três vezes nas semifinais (Pequim 2008, Londres 2012 e Tóquio 2020).

142 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Belarmino Jr
Belarmino Jr
17 dias atrás

Desejo total recuperação para o atleta.

Sobre a medalha que ele sonha em conquistar nos jogos olímpicos, me lembro quando ele abandonou sua parceira de duplas mistas que sonhava em conquistar uma medalha olímpica também. O mundo dá voltas….

Paulo A.
Paulo A.
17 dias atrás
Responder para  Belarmino Jr

Que desgraça! É o tempo cobrando a fatura. Uma ótima recuperação a ele. E que volte mais forte.

evandro
evandro
17 dias atrás
Responder para  Paulo A.

ja era. aposentadoria chegando

Flávio
Flávio
17 dias atrás
Responder para  Paulo A.

Pois é, então é uma pena viu e os irresponsáveis que dirigem RG ajudaram a lesiona-lo, o RG 24 que está muito bom, mas os irresponsáveis atrapalharam um pouco.

Marcos RJ
Marcos RJ
17 dias atrás
Responder para  Flávio

Sem noção

Renato
Renato
17 dias atrás
Responder para  Paulo A.

Nem tanto. Até parece que o cara tá morrendo. Ainda volta e ganha mais dois Slams. Ou vai curtir a aposentadoria cheio de grana e títulos. E recordes.

João Sawao ando
João Sawao ando
17 dias atrás
Responder para  Belarmino Jr

Verdade belarmino

Lee
Lee
17 dias atrás
Responder para  Belarmino Jr

Isso que é espírito olímpico

Felipe
Felipe
17 dias atrás
Responder para  Belarmino Jr

Me lembro bem disso. Ele foi um tanto escroto, porém ele abandonou porque se tratava da medalha de bronze. Enquanto Nina ( sua parceira sonhava com isso, ele simplesmente jogou a toalha.
Então chama-lo de canalha não chega a ser um tanto agressivo.
Vai dormir sonhando com essa medalha que não chegara, da mesma forma que não chegaria em RG.
Pode ter certeza que os garotos estaria pronto para acabar com ele.

Verônica Gentil
Verônica Gentil
16 dias atrás
Responder para  Felipe

Considero Novak uma pessoa egoista, sempre pensando só nele. Não desejo mal nenhum a ele, mas tomara que consiga estar nas Olimpíadas.

JBG
JBG
16 dias atrás
Responder para  Felipe

Que estória! Só lamento. Pobre garota Nina.

Marcos
Marcos
17 dias atrás
Responder para  Belarmino Jr

Bem lembrada essa cachorrada que ele fez com a parceira de duplas.

Katia Danilovic
Katia Danilovic
16 dias atrás
Responder para  Belarmino Jr

Nossa! Que pensamento pequeno! Sou servia e vc sabe pouco da história! Nole jogava com Olga Danilovic (que até hj tem um excelente relacionamento entre outras ajudas). E é comum um jogador qdo disputa na simples não poder continuar nas duplas pq os dias são estabelecidos pelos torneios e não pelo jogador, que depende ainda das classificações nos jogos. Priorizou a simples pq tinha que fazê-lo em prol de suas convicções e não pelas fofocas de imprensa! O que foi bastante acertada a decisão! Procurem conhecer Novak e o seu coração, depois opinem!

Djalma
Djalma
15 dias atrás
Responder para  Katia Danilovic

O problema da Internet Katia, são os usuários. Recuperação rápida Djokovic.

Ernani Chaves
Ernani Chaves
17 dias atrás

Mesmo para um “Goat”, o tempo passa implacável! Que ele possa voltar a tempo de tentar o único título ue lhe falta, o das Olimpíadas!

João
João
17 dias atrás
Responder para  Ernani Chaves

Ele só ganha as Olimpiadas se Alcaraz Sinner Zverev Medvedev Tsipas Hune não jogarem os jogos olimpicos, hoje é um tenista comum, não tem mais fisico para correr, acabou.

Renato
Renato
17 dias atrás
Responder para  João

Seu comentário está errado. Não acabou ainda.

Glauco Antonio Lima
Glauco Antonio Lima
17 dias atrás

Infelizmente tudo indica o fim de uma era de ouro com três jogadores fantásticos. Uma pena mas, mas o tempo não perdoa, espero que se recupere para os jogos olímpicos.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
17 dias atrás

A cirurgia deve ser fake também para a turminha que estava duvidando da lesão.

Davi Poiani
Davi Poiani
17 dias atrás
Responder para  Paulo Almeida

Exato… Lamentável a ausência de caráter e burrice desta galera que só sabe difamar, desdenhar, sempre com aquela conversinha rasteira e piadinhas sem nenhuma graça. Isto vale para os detratores tanto de Djokovic, Federer ou Nadal.

Quem tem o mínimo de bom senso, sabe que esporte de alto rendimento exige demais de corpo e os caras deixam a alma e o sangue em quadra. Que Novak Djokovic possa recuperar da melhor maneira possível.

Ricardo
Ricardo
17 dias atrás
Responder para  Davi Poiani

O cara é o rei das lesões fakes.
Agora que teve uma lesão que parece ser real, ninguém acredita.
É o preço que se paga.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
17 dias atrás
Responder para  Ricardo

Teve várias outras lesões reais ao longo da carreira, como no ombro em 2011 e 2019, no Australian Open 2021 e 2023 e principalmente no cotovelo em 2017/2018. Fez cirurgia nesta, mas você, como não acompanhou a carreira do sérvio, não sabia disso.

JBG
JBG
16 dias atrás
Responder para  Ricardo

Igual aquele cara que mente a vida inteira, um dia ele conta uma verdadeira ninguém acredita kkk

Última edição 16 dias atrás by JBG
Renato
Renato
17 dias atrás
Responder para  Davi Poiani

Excelente. Estamos falando de 3 gênios. Para torcer por um, não precisa desmerecer os outros. A competição entre os três só abrilhantou o tênis e nos brindou com jogos memoráveis. Muitos comentários maldosos e sem noção. E ainda não acabou, aposto em mais dois Slams para o Djokovic.

Luiz Fabriciano
Luiz Fabriciano
17 dias atrás
Responder para  Paulo Almeida

Sim, não bastava abrir mão de RG, tem que operar, chamar a CNN para gravar, para ter veracidade.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
17 dias atrás
Responder para  Luiz Fabriciano

Será que gravaram a cirurgia? Senão não vale.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
17 dias atrás

Lesão de menisco é “menos pior”. Se tivesse sido de ligamento, aí só voltaria em 2025.

Rafael Lucena
Rafael Lucena
17 dias atrás
Responder para  Paulo Almeida

Se fosse ligamento, era fim de carreira certo. Aconteceria parecido com o Federer, poderia até voltar, mas não ia conseguir jogar.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
17 dias atrás
Responder para  Rafael Lucena

Perfeitamente.

Lee
Lee
17 dias atrás

Agora esse Wimbledon vai ser mamão com açúcar para o Sinner ou Alcaras perdeu a graça o circuito. Espero que ele volte melhor e possa jogar com tudo o US Open e poder ganhar pela última vez o Austrália Open mas vai ser difícil.

Haroldo Guimarães
Haroldo Guimarães
17 dias atrás
Responder para  Lee

Perdeu a graça o circuito….vc queria o que , trio de ferro jogando de bengala ou cadeira de rodas, talvez juntos com Rod Laver, Arthur Hashe, Peter Sampras, Bjon Borg, Wilander, Agassi,Becker, ou até Guga… apenas mudaram os protagonistas, previsto com a saida do Federer. fkmos premiados de ver os 3 jogando, eu vi alguns acima jogando no seu auge, mas para quem de verdade gosta de esporte e do tênis o charme do circuito nunca será perdido. Sim vamos torcer para Sinner, Alcaraz e outros que estarão chegando

Flávio
Flávio
17 dias atrás
Responder para  Haroldo Guimarães

Verdade, só que os irresponsáveis que dirigem RG 24 contribuíram com a lesão dele, quando faltou pó de tijolo causando sua queda, embora o RG 24 até aqui esteja muito bom,pois eles estão jogando com alma mas o que esses m. insensatos da direção fizeram atrapalharam um pouco.Vida que segue.

Maurício Luís *
Maurício Luís *
17 dias atrás
Responder para  Flávio

Deveroam mesmo ter posto + pó de tijolo, mas a quadra estava escorregadia também pro Cerundolo.

Luiz Fabriciano
Luiz Fabriciano
17 dias atrás
Responder para  Maurício Luís *

Maurício, não compartilho do mesmo descontentamento do Flávio, mas dizer que a quadra estava escorregando para os dois, soa sem lógica.
É o mesmo que dizer que com chuva, uma determinada pista fica escorregadia e todos os carros que passarem lá vão sofrer acidentes. Uns vão, outros não.

Marcelo Costa
Marcelo Costa
17 dias atrás
Responder para  Maurício Luís *

Ha jogadores que deslizam mais, tem os pisar diferente, então não dá pra dizer que estavam ambos sendo prejudicados

vera
vera
17 dias atrás
Responder para  Flávio

Djokovic pediu várias vezes durante o jogo que olhassem, mas , desconsideraram. Não era para privilégio próprio pois há outro atleta em quadra. Poderia acontecer com outro, isso é sério. Chegou a falar com a árbitra : é, não esta escorregando não… Agora ele paga a conta. muito chato.

Renato
Renato
17 dias atrás
Responder para  Lee

Que isso. Sinner e Alcaraz jogam muito, entre outros que vão chegando. Quando a geração do Sampras, Agassi, Guga e outros foram parando, outro surgiram. É o fim de uma geração, não do tênis.

Nei Costa
Nei Costa
17 dias atrás

Que Djoko tenha uma boa e rápida recuperação. Para mim, as alegrias que ele proporcionou a seus torcedores já foram mais que suficientes. Aconteça o que acontecer daqui pra frente, nada vai apagar o brilho da maior de todos. Goat eternamente!!!!!!!!!

HMSL
HMSL
17 dias atrás

BIG 1 – Djokovic
BIG 2 – Nadal e Federer
Essa é hierarquia correta.

evandro
evandro
17 dias atrás
Responder para  HMSL

so se for pra voce.

Roger Porciuncula
Roger Porciuncula
16 dias atrás
Responder para  evandro

Os números apontam isso. Djokovic, Nadal e Federer. Ou você irá contestar a realidade? Acho, na minha humilde opinião, que os três tenista são fantásticos. O fato de alguém torcer para um deles não precisa desmerecer os outros dois. Eu, por exemplo, sou torcedor do sérvio, porém admiro a plasticidade do suíço e a garra do espanhol. Esse Big3 dará saudades nos amantes do tênis.

Leandro
Leandro
17 dias atrás
Responder para  HMSL

Federer ainda é maior que qualquer outro !!

Casagrande
Casagrande
17 dias atrás
Responder para  HMSL

Djoko é Schumacher, Federer é Senna. Schumacher é todo recordes. Senna inspiração até hoje. E claro, tem recordes que ninguem quebrou. Como o Federer. 5 – 5 Seguidas em 2 Slams. Ou seja, os recordes que não tem 2a. chance. Como semanas consecutivas.

Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
17 dias atrás
Responder para  Casagrande

Errado. O piloto depende do carro na Fórmula 1. No tênis é diferente, pois a única coisa que conta é capacidade técnica. Por isso, Djoko é o maior e melhor porque demonstrou dentro de quadra que é superior.
Obs: não confunda plasticidade com técnica. Grato!

Carol
Carol
17 dias atrás
Responder para  Paulo Sérgio

Djocovid teve sorte em muitos grand slans , ele é basicamente um jogador de baseline, força e pega tudo oq é difícil ganhar dele

Groff
Groff
16 dias atrás
Responder para  Paulo Sérgio

E seis anos mais jovem. E que teve a padronização do circuito com quadras mais lentas a seu total favor. Just saying…

Pessoal trata os dois como se fossem contemporâneos perfeitos. Não dá, né?

Paulo Almeida
Paulo Almeida
16 dias atrás
Responder para  Groff

5 anos e 9 meses. A padronização é desculpa esfarrapada e aconteceu antes do auge do Federer. Djoko surrou Alcaraz e Sinner (16 e 14 anos mais jovens) no Finals com 36,5 anos. Além disso, Djokovic deu aula de saque e voleio e transições à rede com mais voleios perfeitos na final do USO 2023 (23/27 acertos), o que demonstra que seria rei em qualquer época.

Enfim, os papos furados de padronização e idade não colam mais. Não dá mesmo.

vera
vera
17 dias atrás
Responder para  HMSL

… e que incomoda tanto. Aceitar que dói menos. E aceitar não desmerece os outros.

Rafael
Rafael
17 dias atrás

Que o sérvio tenha uma excelente recuperação e volte ainda mais forte! Ele ainda tem muito a dar ao esporte! Vida longa ao maior da história!

FERNANDO/MG
FERNANDO/MG
17 dias atrás

Mas espera aí, ele é contra a medicina tradicional, não se vacina, mas é chegado numas poções magicas milagrosas, mas se entupiu de analgésicos contra o argentino e agora vai se submeter a um procedimento cirúrgico… Ele é bem estranho, contra vacinas, mas é chegado em analgésicos e agora cirurgia.

João
João
17 dias atrás
Responder para  FERNANDO/MG

Esses negacionistas são hipócritas, usam a ciência quando convém kkkkkk

Fernando Romero
Fernando Romero
17 dias atrás
Responder para  FERNANDO/MG

Cirurgia fake

Luiz Fabriciano
Luiz Fabriciano
17 dias atrás
Responder para  FERNANDO/MG

Poções mágicas milagrosas, putz!
Não sabes dizer nada mais sério não?
Se ele é a força que é assim, imagina sendo adepto de tudo que é convencional…
Nunca deixou de usar analgésicos e sempre admitiu que procedimento cirúrgico só como última opção, como o exemplo do cotovelo em 2017.
Agora, esse procedimento novamente é última opção para quem quer estar numa olimpíada em 40 dias.
Veja que nem Wimbledon se mostrou mais importante que um potencial ouro em Paris.

Ricardo
Ricardo
17 dias atrás
Responder para  Luiz Fabriciano

Não adianta jogar as olimpíadas, vai perder. Já era. O rei das lesões fakes, tanto fingiu que agora se lesionou de verdade. É o preço que se paga.

FERNANDO/MG
FERNANDO/MG
17 dias atrás
Responder para  Luiz Fabriciano

Vocês fãs do sérvio são engraçados, o ouro olímpico nunca foi importante para nenhum de vocês (justamente pelo fato do Nadal ter dois e Federer um), agora que o rei dos analgésicos resolveu abrir mão de wimbledon por causa do sonho olimpico, ficou importante para vocês?

Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
17 dias atrás
Responder para  FERNANDO/MG

Federer não tem ouro olímpico em simples. Deixe de mentir!

FERNANDO/MG
FERNANDO/MG
17 dias atrás
Responder para  Paulo Sérgio

Mentir onde?? Tem em duplas e o Nadal uma em simples e outra em duplas.

Luiz Fabriciano
Luiz Fabriciano
17 dias atrás
Responder para  FERNANDO/MG

Se é assim, ele tem um bronze, mas o que quer mesmo é o ouro.

Luiz Fabriciano
Luiz Fabriciano
17 dias atrás
Responder para  FERNANDO/MG

O ouro olímpico continua sem importância para mim, mas não estou falando de mim.
Djokovic fala toda vez que se aproxima de uma olimpíada de sua vontade de ganhar o ouro. Isso é ele quem diz e prova, mais uma vez, mostrando sua disposição para essa cirurgia.
Debata, com fatos!

Gilson
Gilson
17 dias atrás

Sinto desespero nos noletes em afirmar a todo custo a posição hierárquica do Bode na história do tênis. Não adianta: é o tempo que vai fazer isso. Por suas atitudes fora da quadra (ser deportado, ser negacionista de vacina, dar bolada em juíza, tentar acabar com a ATP, dar migué nos jogos em que está perdendo), o sérvio não é lá muito querido, todos sabem — apesar de ser bom jogador. No coração dos amantes do tênis de verdade, deve ficar ali no número 3, se tanto, a depender da performance de Alcaraz ou Sinner nos próximos anos.

Luiz Fabriciano
Luiz Fabriciano
17 dias atrás
Responder para  Gilson

Sim, logo logo Alcaraz e Sinner estarão disputando numa final mista de Paris e US Open, pois o primeiro é melhor para o primeiro e o segundo, para o segundo respectivamente, o GS de número 25, pois 24 o sérvio apenas bom, já tem.
Será que chegarão lá?
Nenhum dos dois, aos 22 anos passou sequer uma temporada inteira ainda, sem se retirar para tratamentos de lesões.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
17 dias atrás
Responder para  Gilson

Desespero onde? Ele tem todos os principais recordes com ampla vantagem pros rivais. Já está consolidado como GOAT para todo mundo que entende de tênis. “Bom jogador”, rsrsrs.

24 > 22 > 20
428 > 310 > 209
8 > 5 = 5
7 > 6 > 0
40 > 36 > 28
Único a ter Triple Career Slam e Double Golden Masters
Número 1 mais velho da história
Venceu 4 Slams seguidos
Maior pontuação da ATP (16950 pontos)

Quer discutir com esses números mesmo? É muito fácil confirmar quem é o GOAT não só do tênis, mas de todos os esportes.

Gilson
Gilson
17 dias atrás
Responder para  Paulo Almeida

De todos os esportes? KKk, não é mais desespero, é paixão. Nolão é apenas o Super Homem que chega em todas as bolas e devolve tudo, até o erro adversário. Jogo chato de ver. Em tempo: tem mais de 100 títulos? Tem gold medal?

Paulo Almeida
Paulo Almeida
17 dias atrás
Responder para  Gilson

De todos os esportes, como já expliquei trocentas vezes, pois só no tênis masculino houve um Big 3 correndo pelo posto de maior da história e foi ele que venceu.

Nolão tem a maior caixa de ferramentas do tênis, todos os golpes, é o jogador mais completo da história sem nenhum buraco. A cobertura excepcional de quadra é só uma de suas virtudes. Essa narrativa de que ele só passa bola até o adversário errar é coisa de hater sofredor desesperado.

Ele tem 71 Big Titles (71 >>>>> 59 > 54). Não ficou enchendo linguiça com 250 e 500 que nem o seu querido suíço, que também não tem ouro em simples. Aliás, medalha de ouro não faz ninguém de GOAT.

Gilson
Gilson
16 dias atrás
Responder para  Paulo Almeida

Paulinho, você assim vai ficar eternamente frustrado porque, na realidade, ele nunca vai ser oficialmente o Bode. Pode distorcer a estatística que quiser, não adianta. Esse título não existe — entre os 3 gigantes do tênis, a escolha vai da subjetividade e do gosto de cada um. E, em termos de popularidade, ele perde feio, por ser egoísta e arrogante — apesar de bom jogador.

Roger Porciuncula
Roger Porciuncula
16 dias atrás
Responder para  Gilson

Popularidade é bom pra político. No esporte o que realmente interessa são os números e nesse quesito o sérvio é imbatível. Até o presente momento Djokovic é o melhor de todos os tempos.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
16 dias atrás
Responder para  Gilson

Eu não distorci nenhuma estatística. Ele tem todos os números que importam e com diferença significativa para os rivais. Critérios objetivos definem o maior de todos os tempos e não preferências pessoais.

Nadal, Sampras, Agassi, McEnroe, Laver, Wilander, Medvedev, Zverev, Alcaraz, Roddick, Monfils, De Minaur e mais vários nomes do tênis já o declararam como GOAT. Não é o Gilson do Tênis Brasil que terá voz maior.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
16 dias atrás
Responder para  Gilson

Esqueci: popularidade, carisma, simpatia e outras bobagens também não definem GOAT.

Renato
Renato
17 dias atrás
Responder para  Gilson

Certo. Entendido. Quem achar que o Djokovic é o número um, é um “amante do tênis de mentira”. Enquanto aqueles que não gostam do sérvio, são os “amantes do tênis de verdade”. Tá certo. Só acho uma grande bobagem essa questão de “posição hierárquica”. São gerações diferentes, as coisas vão mudando, a preparação, a tecnologia, tivemos tantos gênios no decorrer de todos esses anos de tênis, a geração de Agassi, Sampras, Guga, os que vieram antes, como Ivan Lendl, Boris Becker, Jhon McEnroe, Byorn Borg, entre tantos outros, que jogavam demais, jogos de encher os olhos. A discussão “quem foi o maior da história” sempre será subjetiva, não vejo essa medida por números somente. Mas não acho que para achar um melhor, tenha que haver tanto rancor dos outros.

Gilson
Gilson
17 dias atrás
Responder para  Renato

Boa, Renato, gostei da sua resposta. Concordo.

Guilherme E.S. Ribeiro
Guilherme E.S. Ribeiro
17 dias atrás

É, ano difícil para o Djokovic. Se ficar fora de Wimbledon, terá mais uma grande queda no ranking, perdendo os pontos do vice-campeonato do ano passado. Acho que todo foco dele agora está nos Jogos Olímpicos. Ele quer a única coisa que lhe falta, a medalha de ouro. Acho até que se ele conquistar este ouro, ele para este ano. O que mais o motivaria?? Infelizmente, temos que curtir os últimos passos do Djokovic. O melhor de todos.

Jonas
Jonas
17 dias atrás
Responder para  Guilherme E.S. Ribeiro

Penso que o 25° Slam seria um fator de motivação, porque se isolaria como maior vencedor entre homens e mulheres. Talvez ele queira chegar a mais de 100 títulos ATP, isso é bem viável.

Pela idade, ele não vai querer jogar tudo quanto é torneio pra ser número 1. Como torço pro Sinner, até espero que o italiano fique muito tempo no posto.

Luiz Fabriciano
Luiz Fabriciano
17 dias atrás
Responder para  Guilherme E.S. Ribeiro

Acho que o #1 agora virou segundo plano, pois, já o perdeu mesmo.
Então, amealhar mais troféus importantes, deverá ser sua meta.

Renato
Renato
17 dias atrás
Responder para  Luiz Fabriciano

Exatamente isso. Tem condições de ganhar mais títulos, mas ser número não tem que ser prioridade. Se vier novamente, é lucro.

João Sawao ando
João Sawao ando
17 dias atrás

Acho que não joga os jogos olímpicos

João
João
17 dias atrás

Lembro do Federer com 36 anos brincando de jogar ténis só com a Genialidade, esse aí tá morto com farofa kkkk, agora aposentou, não terá mais o “fisico” para sobressair, mas desejo boa recuperação.

Rafael Lucena
Rafael Lucena
17 dias atrás
Responder para  João

Foi o gênio dos ATP 250 E 500. Depois de 2010, quando tinha 28 anos, o gênio ganhou mais 4 slams na carreira, coisa que o Djokovic quase fez em 1 temporada ano passado, com os mesmos 36. Mas bom mesmo era o Federer, Djokovic não.

Luiz Fabriciano
Luiz Fabriciano
17 dias atrás
Responder para  Rafael Lucena

Pode-se dizer que fez, pois foram 4 finais, com 75% de sucesso.

Carlos Alberto Ribeiro da Silva
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
17 dias atrás
Responder para  Rafael Lucena

Verdade. Dos 103 títulos do Federer, 25 são de ATP 250.

João
João
17 dias atrás
Responder para  Rafael Lucena

Sentiu né Djokovete kkkkk Depois de 2010 Federer tinha 30 anos e nunca se preparou como maratonista kkkkkk, Federer pegou Nadal e Djoko no auge da carreira com uma diferença de 6 anos

“Djokovic quase fez em 1 temporada ano passado” extamente sem Nadal e sem Federer, o verdadeiro rei da Entressafra, ainda bem que você sabe, pq se houvesse um jogo hoje do Federer com 39 e Djoko com 36 seria um triplo 6×2, o maratonista do Djoko já era kkkkkkkk

Jonas
Jonas
17 dias atrás
Responder para  João

Ele respondeu ao teu comentário numa boa. Esse “kkkkkkk” indica que foi você que sentiu, rs.

João
João
17 dias atrás
Responder para  Jonas

Sentiu tb HUAHUAHUA, Djoko bateu em Sinner e Alcaraz com 18 anos de idade, só agora o Sinner se consolidou, até 2022 era um jogador comum.

Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
17 dias atrás
Responder para  João

Djoko bateu em ambos em 2023. Esqueceu?

Jonas
Jonas
17 dias atrás
Responder para  João

Cara, Djokovic bateu os dois em sequência no ATP Finals, em novembro do ano passado. Isso tem alguns meses, verifique os dados para não continuar passando vergonha.

Jonas
Jonas
17 dias atrás
Responder para  João

Na verdade o Djoko tem 37 anos.

Com 36 anos ele fez muito mais que o Federer. Venceu US Open, Cincinnati, Paris e o ATP Finals, derrotando Sinner e Alcaraz, fora que Djoko é o número 1 mais velho da história do esporte e ficou cerca de 8 anos no posto.

Um abraço.

Luiz Fabriciano
Luiz Fabriciano
17 dias atrás
Responder para  Jonas

Sem contar que venceu o Tsitsipas na Austrália e o bom Ruud em RG.
Deve ser horrível lutar contra fatos.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
17 dias atrás
Responder para  Jonas

Na cara não. Federer com 36 venceu “apenas” Xangai e Australian Open. Dá nem pro começo.

Casagrande
Casagrande
17 dias atrás
Responder para  João

Com 39! Estava lá. Na final de WImblendom e ganhando o AO. Vamos ver onde chega o Nole.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
17 dias atrás
Responder para  Casagrande

O último Slam do Federer foi com 36 em 2018 e a final do eterno 40-15 em 2019 com 37 anos. Informe-se melhor.

Lee
Lee
17 dias atrás
Responder para  João

Djokovic com quase 37 anos conseguiu vencer no atp Finals os dois melhores da nova geração com diferença de mais de 14 anos para ele , onde que o Federer conseguiu fazer algo parecido com isso.

Oscar
Oscar
17 dias atrás

Triste fim para o big 3. Ambos extenderam demais a carreira e agora é procurar a melhor forma para se aposentar.

Luiz Fabriciano
Luiz Fabriciano
17 dias atrás
Responder para  Oscar

Extender demais a carreira é para mim, com todo respeito, uma forma simplória de ver a coisa.
Não faz 6 meses completos ainda, que ele teve um ano, cujo desempenho foi de 3 GS (mais uma final) e um Finals, para falar dos mais importantes.
Não é uma simples extensão, é uma demonstração de dominância jamais vista nessa idade.

Renato
Renato
17 dias atrás
Responder para  Oscar

Triste fim??? Tá brincando né? Esses caras não estão nada tristes, pode acreditar. Acho que eu não me importaria de ter um “triste fim” desses. Cheios de dinheiro, extremamente realizados no tênis, com tantas conquistas, com saúde para dar e vender. Só não vão conseguir continuar competindo, pois é da natureza humana o envelhecimento. No mais, só vejo sucesso nesse “fim” do “big 3”.

Sandra
Sandra
17 dias atrás

É uma pena, mas que os que duvidaram da lesão tá aí Se acaso não lembre ele fez cirurgia em 2017 de uma lesão no cotovelo e praticamente perdeu uma temporada. Aconselho aos haters assistirem a uma entrevista do Djokovic a uma TV britânica onde ele se posiciona contra a vacina do covid especificamente. Tomei 5 doses e sou totalmente a favor da vacina, que fique bem claro. Ele exagerou em alguns momentos da carreira dele, sim, mas isso jamais vai apagar seus recordes, títulos e tudo o que ele faz fora da quadra pelas crianças da Sérvia. Perdemos tempo quando os maiores tenistas que já surgiram estão deixando seu legado. Vamos aproveitar o pouco que ela ainda vão oferecer e aplaudir a nova geração que está vindo

Última edição 17 dias atrás by Sandra
JOÃODERVAL
17 dias atrás

Boa recuperação!

Rockton
Rockton
17 dias atrás

Um negacionista de vacinas fazendo cirurgia!
Pensei que ele iria negar a medicina também.
Talvez agora ele admita que a ciência e a medicina salvam vidas.

Oscar
Oscar
17 dias atrás
Responder para  Rockton

Que viagem hein cara?? Justamente por ele ser um cara saudável e adepto de ciência que ele procurou não se vacinar, pois todo remédio tem colaterais.

João
João
17 dias atrás
Responder para  Oscar

“Justamente por ele ser um cara saudável e adepto de ciência que ele procurou não se vacinar”

Apaga que dá tempo HUAHUA, como passa vergonha

Gilvan
Gilvan
17 dias atrás
Responder para  Rockton

Ele só é anticiencia quando convém. Lembrando que ele era sócio de um laboratório que pretendia produzir um “remédio” contra a covid. Essa turma gosta muito é de grana!

Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
17 dias atrás
Responder para  Gilvan

Federer passou pano para a ditadura saudita.

Gilvan
Gilvan
17 dias atrás
Responder para  Paulo Sérgio

Então vá cobrar o Federer.

Luiz Fabriciano
Luiz Fabriciano
17 dias atrás
Responder para  Gilvan

Ele só é anticiência na opinião de vocês.
Ninguém aqui jamais ouviu ou leu ele afirmando isso.

Glauko Coelho
Glauko Coelho
17 dias atrás
Responder para  Rockton

Concordo plenamente!
Novak é muito nocivo. Muito mal!…
Com o corpo dele.
Essa é para “provocar um pouquinho” os críticos do tenista sérvio. E se trata de uma inocente suposição de fã… Vamos nessa! É muito provável que ele já venha com este problema já há algum tempo e devido a isso, não vem conseguindo apresentar os mesmos resultados expressivos do ano passado.
Como trecho da própria matéria diz “Relutante em fazer qualquer intervenção cirúrgica(…)”, sabemos que Djokovic protelou/omitiu ao máximo que pode o problema no seu cotovelo direito até – finalmente – recorrer à cirurgia; portanto, agora a mesma situação pode ter acontecido até chegar ao ponto de ter que abandar de Roland Garros.

Gilvan
Gilvan
17 dias atrás
Responder para  Glauko Coelho

Faz muito sentido um jogador que, supostamente, estaria lesionado desde o ano passado, estar jogando sem preparador físico desde abril? Acredita quem quer.

Glauko Coelho
Glauko Coelho
16 dias atrás
Responder para  Gilvan

Bom… Eu, na verdade, não escrevi com muita seriadade essa postagem, mas até que faz algum sentido. O atleta sem prepararo físico adequado “descompensa” seu corpo. E pode ter acarretado o joelho.

Paulo Gusmão
Paulo Gusmão
17 dias atrás

Espero está equivocado, mas essa cirurgia pode ser o início do fim da carreira do Djokovic, que o diga Federer, que também passou por uma cirurgia n joelho e não conseguiu mais retornar ao circuito. Não é impossível, considerando o sérvio ser quem é, mas acho bem difícil que volte a ser o mesmo tenista. Muito triste sua carreira chegar ao fim sem poder jogar tudo que pode. O tempo é implacável, ele não perdoa!

Gilvan
Gilvan
17 dias atrás

E com isso chega ao fim o chamado “Big 3”. Djocovid, o auto declarado goat, chega ao fim da carreira sem uma mísera medalha olímpica.
Assim como o Nadal chegou ao fim sem o seu ATP Finals e os 3 chegaram ao fim sem faturar os 4 Grand Slams no mesmo ano.
Não se pode ter tudo.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
17 dias atrás
Responder para  Gilvan

Ganhou o bronze em Pequim. Não é ele que se declara GOAT, mas praticamente todos os nomes importantes do tênis e qualquer um que não seja fanático pelos outros dois.

O seu querido Fregueser chegou ao fim sem Monte Carlo e Roma, além de só ter conquistado um mísero Roland Garros terceirizado em cima de ninguém. Teria sido uma zebra maior do que Gaudio 2004?

O rei dos esportes faturou os 4 seguidos, não importa se foram no mesmo ano.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
17 dias atrás
Responder para  Paulo Almeida

Chegou ao fim sem o ouro olímpico em simples também. Esqueci de complementar.

João
João
17 dias atrás
Responder para  Paulo Almeida

Djoko só ganhou Roland Garros pq o Nadal estava muito abaixo ou machucado, não esqueça da vergonha contra Stan Wawrinka tb huhahua

Paulo Almeida
Paulo Almeida
17 dias atrás
Responder para  João

Djoko é tricampeão de RG batendo Thiem/Murray, Nadal/Tsitsipas e Alcaraz/Ruud.

Nadal estava voando em 2021 (campeão de Roma em cima do Djoko), aplicou pneu no Sinner e no Schwartzmann e começou abrindo 5-0 naquele jogo épico de 2021. Djoko foi lá, virou o jogo e bateu o rei do saibro, que não tinha de lesão.

Vergonha? Wawrinka varreu o Federer em sets diretos nas quartas e jogou demais na final.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
17 dias atrás
Responder para  Paulo Almeida

*nada de lesão

João
João
17 dias atrás
Responder para  Paulo Almeida

Djoko levou 2 Roland Garros sem Nadal pois estava mahcucado e 1 com Nadal baleado hauahuahuahuaa e chegou a tomar pneu pro Nadal em final e passou vergonha pro Stan

Paulo Almeida
Paulo Almeida
17 dias atrás
Responder para  João

Federer sofreu a maior humilhação em final de RG tomando 6-1 6-3 6-0 em 1 hora e meia de jogo em 2008.

Djoko é tricampeão e o suíço monotítulo. Nunca bateu o espanhol e o sérvio o fez por duas vezes. Esses são os fatos. Aceite que dói menos.

Luiz Fabriciano
Luiz Fabriciano
17 dias atrás
Responder para  Paulo Almeida

PA, tu achas mesmo que quem escreve hauhauhaujhauy merece uma resposta técnica dessas?

Paulo Almeida
Paulo Almeida
17 dias atrás
Responder para  Luiz Fabriciano

Não merece, mas eu sou misericordioso, nobre LF.

Jeferson
Jeferson
17 dias atrás
Responder para  João

Vergonha passa vc aqui no site, Nadal não vence,1 mísero set em cima do djoko, nas hards, desde 2013,lá si vão 11 anos kkkkkk

Ernesto
Ernesto
17 dias atrás

Vaga para o Fonseca no quali de WB. Djoko desistindo, a fila anda.

Rockton
Rockton
17 dias atrás

Acho que Djockovid ainda volta forte em 2025 e ainda vai ganhar mais Slans.

Renato
Renato
17 dias atrás
Responder para  Rockton

Exatamente o que penso. Não acabou.

Carlos Alberto Ribeiro da Silva
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
17 dias atrás

Tem muita gente se lamentando e já decretando o fim da carreira do Djokovic. Na minha visão, o sérvio sofreu um problema que pode acontecer com qualquer tenista, porque está entre os fatores que não estão no controle do atleta. Como eu sempre olho o lado positivo, entendo que seria muito pior se tivesse acontecido em 2023 quando alguns recordes que ele conquistou ainda não estavam com ele. Aconteceu agora em jun/2024, quando ele está muito bem posicionado nas estatísticas do esporte, e, caso não consiga ganhar mais nada na carreira, levará algum tempo para alguém conseguir superá-lo em algumas estatísticas que ele obteve. Então, da minha parte vou torcer para que ele tenha uma ótima recuperação e possa voltar saudável, porque acho que tênis ele ainda tem pra fazer frente aos melhores e agora não vai ter a pressão de defender os resultados.

Renato
Renato
17 dias atrás

Pessoal é precipitado mesmo. Especialmente os que “desejam” que seja o fim da linha para o Djokovic. Mas eu acredito também num bom retorno em 2025, com títulos e SLAM.
Só questão de uma boa recuperação.

American Twist
American Twist
17 dias atrás

Para os teóricos da conspiração vai ser um prato cheio esse afastamento, lembrando do que ocorreu na copa davis. Hehehehehe

Ma Long
Ma Long
17 dias atrás
Responder para  American Twist

Impossível não lembrar desse episódio. Foi a partir dali que o corpo do sérvio desmilinguiu.

Marcelo Reis
Marcelo Reis
17 dias atrás

Desejo melhoras do Novak!

Queria que meu “plano de saúde” fosse tão bom ($) quanto o dele. Aqui, para agendar uma cirurgia, esperamos meses ….

Daniel Macedo
Daniel Macedo
17 dias atrás

Sinnão rumo ao golden slam

Scott
Scott
17 dias atrás

E a gente foi obrigado a ouvir pessoas maldosas dizendo que ele estava fingindo contusão. Quanta ignorância e desconhecimento sobre os impactos físicos em um jogo de tenis. Meu Deus!

Gabriel
Gabriel
17 dias atrás

Que se recupere logo, goat. Ainda consegue mais uns slams se assim desejar. Adoro ver seus jogos de superação e isso me animou a acompanhar tênis, não apenas os jogos dele, mas dos outros que estão evoluindo bastante.

Melhoras

eduardo
eduardo
17 dias atrás

Que pena……

Marlon
Marlon
17 dias atrás

Não é o fim desse monstro! O cara ganhou o Oscar dos esportes pelo desempenho do ano passado. Acho que essa mentalidade de que Djoko já era, não volta mais , ta velho, etc. é mentalidade fraca típico de brasileiro. Essas opiniões aqui do grupo é de pessoas sem noção. Queria saber se alguém aqui tem um atributo divino chamado onisciência? Queria saber se alguém aqui do grupo tem PhD em ortopedia? Queria saber se alguém aqui está na cabeça de Nole, que deve está cheio de esperança para voltar, por isso a pressa da cirurgia, para dizer que acabou e não volta como antes? Caramba vcs ultrapassam o limite de torcedor. Vcs querem ver a decadência do ser humano por quem vcs não torcem. Eu torço para o Nole, mas quem dera poder ver o Federer e Nadal de novo em alto nível para prestigiar as batalhas épicas. Podemos estar próximo da aposentadoria do Big 3, mas falar que essa nova geração vai proporcionar o que esse caras, incluindo tbm Murray, fizeram, duvido muito. A régua desses três monstros é muito alta. Vai demorar juntar tantos atributos juntos nessa ou na próxima geração. Isso é uma tendência que não só está acontecendo nesse esporte; isso está acontecendo em vários setores da sociedade. Nós estamos vendo aonde o ser humano vai parar com as novas gerações. Estamos presenciando isso nas nossas convivências

Souza Oliveira
Souza Oliveira
17 dias atrás

Avanteee sérvio boa recuperação.
Nunca será e tá tudo certo Paz.

Gisele Matias
Gisele Matias
17 dias atrás

Devia se aposentar e curtir a família

Arthur
Arthur
17 dias atrás

Ja era, assim como o Nadal é virgem de finals, ele vai ser virgem de olimpíadas, só resta chorar

Paulo Almeida
Paulo Almeida
16 dias atrás
Responder para  Arthur

Federer é virgem de Olimpíadas, Monte Carlo e Roma, sendo apenas o terceiro da história. Muito pior, não?

Marcos Fontes
Marcos Fontes
17 dias atrás

Poxa, contava com mais um Grand Slam dele, uma cirurgia dessas, com essa idade é muito ruim para voltar no mesmo nível. Claro que o nível dele é muito alto, mas uma queda deve acontecer, aos poucos a gente vê a aposentadoria chegando para essa lenda.

Carlos Tominaga
Carlos Tominaga
16 dias atrás
Responder para  Marcos Fontes

Como tem gente que fala muita bobagem só porque torce para outros tenistas. Falaram até que o Djoko estava fazendo “cinema” com a sua real contusão. Fingimento que demandou cirurgia. Temos que reconhecer que Nole é um “monstro” das quadras. Venceu a sua última partida com uma perna só e saindo de 1 a 2 e chegando a 3 a 2. Temos que tirar o chapéu para tanta determinação.

Cabelo de Boneca 2024
Cabelo de Boneca 2024
16 dias atrás

A única explicação plausível para alguns comentários é que o próprio Djocovid tem 2 contas fake aqui, uma é o Paulo Sergio e outra o Paulo Almeida.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
16 dias atrás
Responder para  Cabelo de Boneca 2024

Com esse nick quer chamar alguém de fake? Rsrsrs.

Fora que não consegue construir um argumento decente para nos refutar.

Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
15 dias atrás
Responder para  Cabelo de Boneca 2024

Quer debater com argumentos racionais?

Sergio Barreto
Sergio Barreto
16 dias atrás

Djoko é o melhor jogador de tênis de todos os tempos. A medalha olímpica de tênis talvez não venha pois não sabemos da gravidade e da extensão da lesão em sua perna direita e o curto tempo para recuperação física para que esteja pronto 100/100 para o tênis olímpico em Paris.
Acho que chegou a hora da aposentadoria do bom e velho Djoko. Esse excepcional tenista vai fazer falta àqueles que gostam de vê-lo nas quadras.
Fica aqui meu pedido de melhoras para o grande Novak Djokovic e o desejo de que ele e sua família sejam felizes e pelo forte temperamento e robusto caráter do Nole, algo raro nesses nossos tempos confusos.
Meus parabéns ao Dragão Sérvio e família.

Paulo Vianna
Paulo Vianna
16 dias atrás

O tempo chega para todos. Carreira maravilhosa, soube se proteger na Austrália, e se não ganhar o título olímpico, ficará ao lado do Pelé.

Marcelo
Marcelo
16 dias atrás
Responder para  Paulo Vianna

Djokovic é um atleta com um compromisso com o esporte 100% todos os recordes dele é todos os que estão começando ele ajuda financeiramente ele foi um garoto pobre que treinava em meio de uma guerra ,triste esse problema dele mais tem um dia que o corpo pede pra parar espero que ele sim ganhe sua tão sonhada medalha de ouro.
Quanto à essa geração nova nenhum deles vai chegar onde Djokovic, Nadal é Federer chegaram não vão ter físico é nem mental para tanto então me resta à torcer para o Zverev ou para o Casper Rud na final de RG esse ano não vou torcer nem para o Sinner nem para o Alcaraz, eu vi vários comentários detonando o Djokovic realmente à Internet virou um tribunal às pessoas julgam é dão o veredito ou seja terra de ninguém não é saudável isso por isso me mantenho o mais longe possível das redes sociais.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Alcaraz e Murray: treino entre campeões em Queen's

Os melhores lances da campeã Boulter na grama de Nottingham

PUBLICIDADE