PLACAR

Convidado da casa surpreende atual campeão Fritz

Shintaro Mochizuki (Foto: Hiroshi Sato/Japan Open Tennis)

Tóquio (Japão) – Atual campeão do ATP 500 de Tóquio e cabeça de chave número 1 do torneio neste ano, o norte-americano Taylor Fritz levou uma surpreendente virada do convidado da casa Shintaro Mochizuki, que levou um ‘pneu’ no primeiro set, mas depois se recuperou e fechou o jogo com o placar final de 0/6, 6/4 e 7/6 (7-2), em batalha de 2h01.

“Realmente não sei o que acabou de acontecer. Perdi o primeiro set tão fácil, tão rápido. Todo mundo sabe que ele é um grande jogador, mas continuei lutando e foi tudo o que pude fazer. Fiquei um pouco nervoso no início, com medo de errar. Depois tentei esquecer tudo e comecei a jogar meu jogo a partir do segundo set e foi assim que aconteceu”, comemorou o japonês de 20 anos e atual 215 do mundo.

Eliminado na segunda rodada na capital japonesa, Fritz viu sua luta por um lugar no ATP Finals se complicar. Atual nono colocado na corrida para Turim, ele poderia entrar na faixa de classificação com uma boa campanha nesta semana, mas deixou a oportunidade escapar e ainda pode ser ultrapassado por Alex de Minaur ou Tommy Paul, se um deles for campeão.

Responsável pela eliminação do norte-americano, Mochizuki terá pela frente o australiano Alexei Popyrin, outro que saiu perdendo e buscou uma virada para avançar às quartas de final, batendo o quali chileno Cristian Garin com o placar final de 4/6, 7/6 (7-3) e 6/2. O duelo valendo um lugar na semi de Tóquio será inédito no circuito.

Sonhando com uma ascensão na corrida para o Finals, De Minaur carimbou o passaporte rumo às quartas em Tóquio ao bater o argentino Diego Schwartzman com parciais de 6/0 e 7/5. Atual 11º colocado no ranking da temporada, o australiano vai encarar o russo Aslan Karatsev, que derrotou o chinês Zhizhen Zhang com parciais de 6/3 e 6/4.

“Fico sempre feliz por vencer, especialmente contra um adversário difícil como Diego. Estou muito orgulhoso de como me mantenho composto lá fora. Eu estava um pouco melhor no segundo set e poderia ter deixado escapar, mas mantive a cabeça no lugar, disse a mim mesmo que teria mais chances e consegui fechar em dois sets”, destacou o australiano.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE