PLACAR

Como as inovações estão revolucionando o tênis

Foto: Unsplash

Assim como ocorre com todos os esportes, no início o tênis não era como o conhecemos hoje. As novas tecnologias o transformaram e tendem a aperfeiçoá-lo ainda mais. Quando surgiu o protótipo do que hoje nós concebemos como tênis, os tenistas usavam a palma da mão para rebater as bolas. Com o tempo foram inseridas as luvas, e somente muito tempo depois chegaram as raquetes de tênis.

As primeiras raquetes eram feitas de madeira e dominaram até os anos 1970. Posteriormente, passaram a ser feitas de materiais como alumínio, e mais tarde grafite e fibra de carbono. As bolas também evoluíram, do couro ou pano preenchido de serragem, para as bolas de borracha pressurizadas de hoje.

As quadras, por sua vez, que antes eram inteiramente de grama, hoje possuem superfícies que ajudam a otimizar o jogo. Ao longo de toda a história do tênis, a tecnologia tem exercido um papel fundamental, e hoje mais do que nunca colabora com o impulsionamento da evolução do esporte.

Raquetes inteligentes e wearables: uma revolução no desempenho
As raquetes inteligentes estão entre as principais tecnologias que prometem mudar o esporte nos próximos anos. Esse mercado deve movimentar US$ 350 milhões até 2025, de acordo com a consultoria Grand View Research.

Esses instrumentos são equipados com sensores de última geração, os quais ajudam a rastrear cada movimento ao longo da quadra. Com os dados coletados, os jogadores podem aprimorar o seu desempenho no que diz respeito à velocidade, à rotação e ao ponto de impacto.

Juntam-se às raquetes os dispositivos ‘wearable’ (sensores em vestimentas ou acessórios). Esses sensores ajudam a monitorar a saúde dos atletas em tempo real, fornecendo dados cruciais sobre frequência cardíaca e níveis de estresse.

Análise de dados por IA: além da estratégia
A Inteligência Artificial (IA) tem desempenhado um papel fundamental na análise de dados no tênis? Dessas análises, surgem grandes volumes de dados e insights valiosos sobre padrões de jogo e estratégias eficazes, auxiliando na preparação dos atletas e formulação dos torneios. É muito comum, inclusive, a Federação Internacional de Tênis utilizar tais dados para monitorar potenciais sedes das próximas edições, como está acontecendo no Brasil.

Um estudo recente da consultoria Infosys revelou que a aplicação de IA na análise de partidas aumenta o engajamento dos fãs em até 40%. Desse modo, sites de apostas esportivas também estão aderindo a essa nova tecnologia. Plataformas como a Premier Bet têm utilizado a Inteligência Artificial para conferir ainda mais precisão às probabilidades do resultado de um evento esportivo. Por meio de algoritmos de IA, esses sites analisam diversos aspectos das partidas, ajustando as cotações e oferecendo novas opções de apostas em tempo real, isto é, à medida que o jogo se desenrola.

Realidade virtual?
A Realidade Virtual (VR) também está redefinindo a maneira como os fãs interagem com o tênis. Segundo a PwC, a integração de VR em transmissões esportivas pode aumentar a receita de mídia em até 30% nos próximos cinco anos.

É inegável que os avanços tecnológicos estão revolucionando o tênis. Com a integração de raquetes inteligentes, IA e VR, o esporte está se tornando mais dinâmico, inclusivo e sustentável. Por meio da popularidade crescente dessas tecnologias, será cada vez maior o número de pessoas que poderão participar dos torneios de tênis, seja como espectadores ou até mesmo como tenistas.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Toda a comemoração de Alcaraz na conquista de Roland Garros

Jannik Sinner é o 29º homem a liderar o ranking profissional

PUBLICIDADE