PLACAR

Com 5 títulos de Grand Slam, Swiatek se firma entre as grandes

Paris (França) – A polonesa Iga Swiatek cada vez mais se firma entre as maiores jogadoras da história com suas conquistas no circuito. Neste sábado, ela chegou ao quinto título de Grand Slam, igualando nomes de peso como a russa Maria Sharapova e a suíça Martina Hingis, as outras duas que alcançaram este número na Era Aberta.

Em toda a história mais sete jogadoras também faturaram cinco Slam: as norte-americanas Helen Jacobs, Alice Marble, Pauline Betz e Althea Gibson, as britânicas Lottie Dod e Charlotte Cooper Sterry e a australiana Daphne Akhurst.

São apenas 21 as jogadoras que possuem mais de cinco títulos de Grand Slam, com destaque para Margaret Court, Serena Williams e Steffi Graf, as únicas com mais de 20. A australiana é a recordista com 24, a norte-americana tem 23 e a alemão chegou às 22.

Quando o assunto é Roland Garros, a polonesa já aparece entre as 10 que mais levantaram a taça no saibro parisiense. A recordista é a norte-americana Chris Evert, com sete títulos. Empatadas na segunda colocação estão Graf e a francesa Suzanne Lenglen, cada uma com seis conquistas.

Empatada com as francesas Kate Gillou e Jeanne Matthey, a norte-americana Helen Wills e a belga Justine Henin com quatro títulos, está a uma conquista de igualar Court e a francesa Adine Masson, pentacampeãs em Roland Garros.

Subscribe
Notificar
guest
22 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Paulo H
Paulo H
4 dias atrás

Iga Swiatek é fenomenal! Sem exibir grandes variações em seu jogo e sem contar com um saque avassalador, compensa com a energia e garra que demonstra em cada ponto disputado. O plano mental também merece destaque, conseguindo viradas de sets “perdidos” graças à sua enorme resiliência. O discurso de que não tem adversárias à altura não é suficiente para justificar o amplo domínio que exerce atualmente no tênis feminino. As outras que melhorem seu jogo, pois a polonesa vai acumular muitos outros títulos de Grand Slam em seu caminho.

Paulo H
Paulo H
4 dias atrás

Iga Swiatek é fenomenal! Sem contar com grande variação de jogadas ou um saque avassalador, ela compensa tudo com muita garra e determinação em cada ponto disputado. A execução perfeita de seus golpes não tem encontrado paralelo dentro do tênis feminino atual. Além disso, vale ressaltar seu grande domínio mental, conseguindo reverter sets “perdidos” graças à sua resiliência. O discurso de que não tem adversárias à altura não é suficiente para explicar suas vitórias em variados tipos de pisos. As outras tenistas que melhorem seus jogos, porque a polonesa vai continuar colecionando títulos de Grand Slam em sua vitoriosa jornada.

DJ Ives dobem
DJ Ives dobem
4 dias atrás

Todos os elogios para Paulini que não tomou uma bicicleta na final. Baita jogo. Emocionante. Umas das melhores finais de todos os tempos.

Israel
Israel
4 dias atrás

Iga muito forte na final. Jogou mal apenas um game, mas depois atropelou, como já esperado. Muita consistência e superioridade no torneio. Como fã eu adorei Dada Vieira passando vergonha por suas análises fora da curva.

helio
helio
4 dias atrás

A Iga não tem culpa se a Paolini amarelou . Ela segue imbatível e merece ser a numero 1 disparada da 2 porque está muito superior as demais. É admiravel a confiança que ela tem mesmo quando o placar está adverso. É diferenciada

Luis Ricardo
Luis Ricardo
4 dias atrás
Responder para  helio

Respeita a Paolini cara , ela lutou muito pra chegar na final e com méritos , não amarelou , simplesmente não teve ferramentas pra parar o “tanque alemão” que é a Iga no saibro….lee a entrevista dela após o jogo e entenderas.

Edvaldo Lopes
Edvaldo Lopes
3 dias atrás
Responder para  Luis Ricardo

Tanque polonês, chama a atenção do camarada aí e depois fala em alemão. Nada a ver.

Samuel, o Samuca
Samuel, o Samuca
4 dias atrás

Dalcim,

Por falar em vencedores de Majors, observo que Roland Garros fez uma homenagem aos seus dez últimos campeões e esqueceram de citar o primeiro título do Gustavo Kuerten.
Será que eles ainda não perceberam o equívoco?

José Nilton Dalcim
Admin
4 dias atrás
Responder para  Samuel, o Samuca

Incrível… Eu até pensei que eles estavam falando só de 2000 para cá, mas aí eu vi o Agassi e então ficou mesmo estranho.

Sérgio Ribeiro
Sérgio Ribeiro
4 dias atrás
Responder para  Samuel, o Samuca

Em quanto isso GUGA estava In loco abraçado à Björn Borg que fez aniversário. Bola fora que deverá ser corrigida . O Manezinho é contratado da Lacoste …rs. Abs!

Fábio
Fábio
4 dias atrás

Tá perigoso ela ficar igual o Nadal que só vencia em RG

Thiago Silva
Thiago Silva
4 dias atrás
Responder para  Fábio

Sim, os 4 títulos do US Open, os 2 do Australian Open e os 2 de Wimbledon foram um delírio coletivo.

Haroldo Guimaraes
Haroldo Guimaraes
4 dias atrás
Responder para  Thiago Silva

pessoal escreve sem pesquisar… sem entender de tenis.. sem saber da historia….isso porque esse ano venceu Madri e Roma um pouquinho antes…alem do GS e outros torneios que vc citou

Cristiana
Cristiana
4 dias atrás
Responder para  Thiago Silva

Kkkkkkkkk

Kario
Kario
3 dias atrás
Responder para  Fábio

Entendi. “Nadal que só VENCIA em RG”, com ênfanse no vencia, isto é, “Nadal que nunca perdia em RG”. Freudian slip, também conhecido como ato falho. Iga rumo aos 14.

Kario
Kario
3 dias atrás
Responder para  Kario

Ênfase*

Oscar
Oscar
3 dias atrás
Responder para  Fábio

Ela está sendo mais ou menos como o Nadal. Amplo domínio no saibro e um ou outro título fora da terra, aonde é mais concorrido.

Haroldo Guimaraes
Haroldo Guimaraes
4 dias atrás

Cade o pessoal que fala que ela tem um tenis horrivel, que nao merece esta onde esta. So sei que este ano Iga, se vai aparecer alguem o ano que vem eh outra historia. Parabens Iga vc merece, excelente jogadora

Cristiana
Cristiana
4 dias atrás
Responder para  Haroldo Guimaraes

Também estou esperando os haters dizerem que ela é limitada

SANDRO
SANDRO
4 dias atrás

Nunca vi nenhum fenômeno como IGA no tênis feminino até hoje… IGA me surpreende a cada atropelo que ela dá…

Marcelo F
Marcelo F
3 dias atrás
Responder para  SANDRO

Gosto da Iga e torço por ela. Provavelmente você não tem idade pra ter assistido, Sandro, mas fenômeno de verdade foi Monica Seles. Tri campeã de Roland Garros aos 18 anos! E campeã de 8 (oito!!) Grand Slams aos 19 anos. Isso foi realmente um feito fenomenal. Sem contar outros recordes “menores”. Até acontecer aquela tragédia inacreditável…

Edvaldo Lopes
Edvaldo Lopes
3 dias atrás

Iga joga com uma confiança que desestabiiza todas as suas adversárias. Em Roland Garros ela entra definitivamente para o rol das maiores tenistas das galáxias. Está além da estratosfera terrestre. No campeonato dos planetas que acontecerá em 2025 em Júpiter, é uma das favoritas. Iga Swiatek agora quer conquistar a Via Láctea porque na Terra ela não possui adversárias à altura do seu gigantesco tênis.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Toda a comemoração de Alcaraz na conquista de Roland Garros

Jannik Sinner é o 29º homem a liderar o ranking profissional

PUBLICIDADE