PLACAR

Collins iguala sua melhor campanha em Wimbledon e encara Bia

Foto: Jimmie48/WTA

Londres (Inglaterra) – Após uma vitória tranquila na segunda rodada, nesta quinta-feira, jogando apenas três games contra a colombiana Camila Osorio, a paulista Beatriz Haddad Maia conheceu sua próxima rival em Wimbledon. Ela terá pela frente a norte-americana Danielle Collins, que fez valer a condição de cabeça de chave 11 e bateu sem sustos a quali húngara Dalma Galfi com 6/3 e 6/4.

Collins fez um grande primeiro semestre, com destaque para as 15 vitórias seguidas que conseguiu, conquistando os títulos de Miami e Charleston, até cair nas oitavas em Madri. Depois, ela ainda foi vice-campeã em Estrasburgo e alcançou as semifinais em Roma. Atual 11 do mundo, a norte-americana é a sexta que mais pontos somou até então em 2024.

Fazendo sua última temporada, com despedida marcada para o fim do ano, Collins chega à terceira rodada no All England Club apenas pela segunda vez, igualando sua melhor campanha no torneio (2019). Ela já chegou pelo menos às oitavas nos outros três Grand Slam e vai enfrentar Bia para tentar alcançar o feito também na grama de Wimbledon.

Será a primeira vez que as duas medirão forças pelo circuito. Collins nunca encarou uma brasileira pela frente, ao passo que Bia já cruzou com rivais norte-americanas 73 vezes, com 49 vitórias e 24 derrotas (67% de aproveitamento. Na atual temporada, ela venceu três: Caroline Dolehide (Charleston) e duas vezes Emma Navarro (Madri e Estrasburgo) e perdeu uma para Madison Keys (Roma).

7 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
João Sawao ando
João Sawao ando
10 dias atrás

Vai ser duro mas….

Marcos Souza
Marcos Souza
10 dias atrás

Quase impossível vencer Collins que é muito mais jogadora e faz a melhor temporada da carreira!

Flávio
Flávio
10 dias atrás
Responder para  Marcos Souza

Sim,mas se fosse a Svitolina seria um páreo mais duro,pois a Svitolina é uma jogadora perigosíssima na grama e não vai me surpreender se ganhar da Jabeur que é uma jogadora inconstante.

Oscar Riote
Oscar Riote
10 dias atrás
Responder para  Marcos Souza

Momento bom da Collins. Pesa contra ela odiar a grama. Na carreira ela tem pouquíssimos jogos e vitórias. Por incrível que pareça, a Bia está mais habituada na grama.
A meu ver, jogo imprevisível.

Daniel Macedo
Daniel Macedo
10 dias atrás

No jogo em si, pelo ranking, temporada e tudo o mais, a Collins é favorita. Olhando por esse aspecto, apesar da Bia estar defendendo as oitavas do ano passado, pode haver menos pressão na nela. Melhor de 3 sets, na grama, se a Bia sacar bem, tem boas chances. Pode ser um jogo chave na virada positiva do emocional dela. Vamos torcer.

Carlos Alberto Ribeiro da Silv
Carlos Alberto Ribeiro da Silv
10 dias atrás

Pra mim a Collins é favorita porque joga mais agressiva e parece mais determinada e mais controlada emocionalmente neste ano de despedida. Mas a Bia terá suas chances. Vamos ver o que acontece. O favoritismo da Collins acredito que seja na proporção 60/40.

Heemilton
Heemilton
10 dias atrás

Vamos ganhar da Collins… pra cima dela Bia

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Wimbledon seleciona os melhores backhands de 1 mão

Os históricos duelos entre Serena e Venus em Wimbledon

PUBLICIDADE