PLACAR

Brasil tem três juvenis nas quartas em Mendoza

Victor Winheski (Foto: Manuel Queimadelos/ITF)

Mendoza (Argentina) – O tênis brasileiro terá três representantes nas quartas do ITF J100 de Mendoza, em quadras de saibro na Argentina. O paulista Stephan Noale e o mineiro Victor Winheski seguem no torneio masculino, enquanto a também paulista Sthefany de Lima está na chave feminina.

Sthefany é cabeça 2 do torneio e estreou vencendo a argentina Maria Dolores Martinez por 6/1 e 6/0. E nas oitavas, bateu a boliviana Flavia Villegas, também por 6/1 e 6/0. Sua próxima rival é a ucraniana Aleksandra Kyselova.

Entre os meninos, Noale é o principal favorito e já venceu dois argentinos. Ele estreou batendo Renato Mathier por 7/6 (7-5) e 6/2. E nas oitavas, passou pelo convidado local Ignacio Dapas por 6/3 e 6/2. Seu próximo rival é o também anfitrião Dante Pagani.

Já Victor Winheski também superou dois argentinos, estreou com duplo 6/1 sobre Angel Maffezzoli e depois fez 6/2 e 6/1 contra o cabeça de chave 4 Felipe Dreer. O próximo rival é outro tenista da casa, Juan Ignacio Gallego.

Três brasileiros nas quartas também no Panamá
Outros três brasileiros estão nas quartas de final do ITF J60 de Llanos de Curundu, no Panamá. Destaque para Luiz Felipe Silva, que é o cabeça 5 e enfrenta o colombiano Cristian Rojas, segundo favorito ao título. Pelo mesmo torneio, Pedro Dietrich enfrenta o colombiano Alejandro Castellanos. Já Bernardo Tedesco jogará contra o norte-americano Zavier Augustin.

2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Hares
Hares
29 dias atrás

Bom dia!! Alguém saberia dizer o que aconteceu com o Argentino NAVONE? Tomou doril? Depois de ser vice no Rio Open, não competiu mais. O Juvenil Fonseca, exigiu muito do Navone, tá se recuperando daquele jogo até hoje rsrsrs

Refaelov
Refaelov
29 dias atrás
Responder para  Hares

Eu imagino q a pontuação dele no Rio não entrou na conta pras chaves de IW e Miami e ele teria q jogar Qualy por lá, dae decerto n se sentiu confiante/disposto a encarar esses qualys e preferiu pular direto pra temporada de ATPs 250 no saibro europeu..

Wild fez algo semelhante, pulando a temporada asiática de Hard após levar 2 CHL seguidos na Europa.

N concordei com a decisão do BR na época e tampouco com a do Argentino agora..

Última edição 29 dias atrás by Refaelov

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja como foi a espetacular vitória de Fonseca sobre Sonego

Nadal pode ter feito seu último jogo oficial em Barcelona

PUBLICIDADE