PLACAR

Boulter é a única na semi em Nottingham, Jabeur vai às quartas

Katie Boulter (Foto: LTA)

Nottingham (Inglaterra) – Em mais uma rodada bastante prejudicada por chuva, a britânica Katie Boulter foi a única jogadora a garantir vaga nas semifinais do WTA 250 de Nottingham. Atual campeã do torneio em quadras de grama, Boulter superou a polonesa Magdalena Frech por 6/2 e 6/4 em 1h23 de partida nesta sexta-feira.

Boulter tem dois títulos de WTA, o primeiro também em Nottingham no ano passado e o mais recente no início da temporada em San Diego. A britânica de 27 anos e atual 30ª do ranking tenta alcançar sua terceira final no circuito. Ela também está apenas três posições abaixo do melhor ranking da carreira.

Durante o primeiro set, Boulter não enfrentou break-points e colocou pressão constante sobre o saque da polonesa, criando quatro chances de quebra e aproveitando duas delas. Frech reagiu no início da segunda parcial e abriu 2/0, mas a britânica logo retomou o controle da partida. Ela venceu quatro games seguidos e escapou dos últimos dois break-points antes de fechar o jogo em sets diretos.

É certo que uma britânica estará na final. Isso porque a adversária de Boulter virá da partida entre a ex-top 10 Emma Raducanu e a convidada Francesca Jones. Enquanto Raducanu já estava classificada para as quartas de final desde a última quinta-feira, Jones disputou nesta sexta o último game da partida contra a norte-americana Ashlyn Krueger e completou a vitória por 6/4, 4/6 e 7/5.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Jones, de 23 anos, é nascida com uma condição genética rara: síndrome da ectrodactilia e displasia ectodérmica (EED), com quatro dedos em cada mão e três dedos a menos nos pés, o que exigiu cirurgias frequentes ao longo dos anos. Grande parte de sua formação como tenista desde a infância foi em academias da Espanha.

Jabeur enfim avança às quartas e enfrenta Pliskova

Principal cabeça de chave do torneio e número 10 do mundo, Ons Jabeur venceu seu segundo jogo no torneio. A tunisiana superou a jovem tcheca de 19 anos Linda Fruhvirtova por 6/2 e 6/1 em apenas 1h10 de partida.

Jabeur enfrentará mais uma tcheca, a ex-número 1 e atual 50ª do ranking Karolina Pliskova, que lidera o histórico por 2 a 1. A vencedora jogará no mesmo dia contra a francesa Diane Parry ou a australiana Kimberly Birrell.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE