PLACAR

Bia vira o jogo e mantém o Brasil vivo na BJK Cup em SP

Foto: Luiz Candido/CBT

São Paulo (SP) – O Brasil conseguiu seu primeiro ponto no confronto diante da Alemanha pela Billie Jean King Cup em São Paulo. Depois de duas vitórias alemãs na última sexta-feira, com Laura Siegemund e Tatjana Maria, foi a vez de Beatriz Haddad Maia diminiuir a diferença no placar geral. Atual número 1 do país e 13ª do mundo, Bia venceu Anna-Lena Friedsam, 189ª do ranking, por 5/7, 6/0 e 6/1 em 2h30 de partida.

Com o resultado, a Alemanha lidera o confronto por 2 a 1 no Ginásio do Ibirapuera. A princípio, estão escaladas Laura Pigossi e Laura Siegemund. E se necessário, uma partida de duplas definirá a série. Mas as escalações podem ter mudanças. Neste sábado, o capitão Rainer Schuettler colocou Friedsam no lugar de Tatjana Maria e o time alemão tem a ex-número 1 do mundo Angelique Kerber à disposição, além da jovem de 22 anos Eva Lys. O Brasil, do capitão Luiz Peniza ainda tem Carol Meligeni e as duplistas Luísa Stefani e Ingrid Martins.

Paulista de 27 anos, Bia tem agora 19 vitórias e 10 derrotas em partidas da Billie Jean King Cup. Ela também consegue sua segunda vitória sobre Friedsam no circuito. Curiosamente, o confronto anterior foi pela edição passada da competição, em Stuttgart, com outra virada a favor da brasileira.

O início de partida foi o melhor possível para Bia, que conseguiu duas quebras logo cedo e confirmou rapidamente os dois primeiros games de serviço para sair vencendo por 4/0. Ainda que a brasileira tenha perdido uma das quebras de vantagem, ela seguia colocando pressão sobre o saque da adversária e chegou a ter novos break-points, mas não ampliar a diferença no placar.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

No momento de sacar para o set, Bia parou o primeiro ponto alegando uma bola fora. Mas a árbtira Louise Engzell marcou boa. O game seguiu e a brasileira cometeu erros não-forçados com o forehand e tinha dificuldade de colocar o primeiro saque na quadra. Na reta final do set, Friedsam era a jogadora com maior iniciativa em quadra e passava a definir mais pontos com o forehand. A alemã também tinha sucesso na execução de slices no meio da quadra, com bolas mais profundas. Bia se perdia em erros e possibilitou a reação da rival, que venceu o primeiro set.

Apesar da desvantagem no placar e da situação delicada para o Brasil no confronto, Bia começou o segundo set vencendo oito pontos em nove possíveis e abriu 2/0 no placar. Na sequência, vieram games longos e com vantagem da brasileira nos pontos mais importantes. Ela voltou a quebrar e ainda escapou de um 0-40. Naquele momento, Bia apresentava uma boa conexão com o público de São Paulo, chamando mais a torcida e comemorando mais os seus pontos. Mais à vontade em quadra, aplicou um ‘pneu’ e igualou a partida.

O bom momento de Bia continuou no terceiro set. Bastante apoiada pelo público paulista e interagindo com os torcedores a cada game vencido, a brasileira se sentia leve em quadra e passou a dominar a partida. Com duas novas quebras, abriu 4/1 no placar e ficou muito próxima da vitória. A pressão constante sobre os games de saque de Friedsam rendeu os primeiros match-points para a brasileira ainda e ela consolidou a virada na segunda oportunidade.

Bia liderou com folga a estatística de winners da partida por 34 a 14. E por ser mais agressiva, também cometeu mais erros não-forçados, 31 contra 19 da rival. A brasileira criou 19 break-points neste sábado e conseguiu 8 quebras, perdendo apenas três games de serviço.

23 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Blumenau
Blumenau
1 mês atrás

Venceu, mas não convenceu.

Vanessa
Vanessa
1 mês atrás
Responder para  Blumenau

Sério que você esperava que ela “melhorasse” tudo o que precisa da noite para o dia, literalmente? Sinceramente, vocês são exaustivos.

Paulo A.
Paulo A.
1 mês atrás
Responder para  Vanessa

É um bando de misóginos, cheios de complexos com suas frágeis masculinidades…

Blumenau
Blumenau
1 mês atrás
Responder para  Vanessa

Não sou eu quem espera, é uma obrigação dela.

F.F.
F.F.
1 mês atrás

Minha nossa
Essa alemã è uma tenista sofrível
Terrível

Reginaldo Rabelo
Reginaldo Rabelo
1 mês atrás

Ufa!

Lucas
Lucas
1 mês atrás

Poderia ter sido bem mais fácil, mas o que importa é que trouxe o ponto pra gente e nos mantém vivos ainda

Carlos Roberto Gomes
Carlos Roberto Gomes
1 mês atrás
Responder para  Lucas

Venceu de uma jogadora de 30 anos Anna-Lena Friedsam, 189ª do ranking, por 5/7, 6/0 e 6/1e ainda perdeu um set, vergonhoso

Paulo A.
Paulo A.
1 mês atrás

BIA Gigante!

Carlos Roberto Gomes
Carlos Roberto Gomes
1 mês atrás
Responder para  Paulo A.

ONDE!!!! Venceu de uma jogadora de 30 anos Anna-Lena Friedsam, 189ª do ranking, por 5/7, 6/0 e 6/1e ainda perdeu um set, vergonhoso

Blumenau
Blumenau
1 mês atrás
Responder para  Paulo A.

Você deve ter dormido durante o jogo. Uma top 15 abrir 4×0 e ser quebrada 3x pela 190, duplista e veterana perdendo o set é ser gigante?

Paulo Mala
Paulo Mala
1 mês atrás

Que sufoco contra a top180.
A temporada de saibro vai ser complicada para ela
E vamos agora para a festa junina

Guilherme Alcantara
Guilherme Alcantara
1 mês atrás

Alemanha brincando com o Brasil, colocando o time todo pra jogar. E a Bia quase fez o favor de perder outra.
Agora é torcer pra Carol fazer milagre pq a “super guerreira” desistiu.

Adalberto
Adalberto
1 mês atrás

Aplicou um pneu e haters ainda estão insatisfeito!
Difícil agradar esses críticos imbecis de sofá…
Esse torneio é importante mais para a torcida, mas para a Bia a vitória foi significativa!
Que seja o recomeço!
Ainda dá tempo de salvar a temporada!
VQV Bia!

Blumenau
Blumenau
1 mês atrás
Responder para  Adalberto

Engraçado como os torcedores furiosos gostam de chamar os realistas do que eles são. Não tem argumentos e partem para a grosseria e ofensas. Tenho pena de vocês.

Paulo Mala
Paulo Mala
1 mês atrás
Responder para  Adalberto

Super significativa uma vitória contra uma top180… tá certo!

Blumenau
Blumenau
1 mês atrás

Os torcedores furiosos adoram chamar os criticos de haters e outras ofensas, coitados.

Walter
Walter
1 mês atrás

Depois de uma vacilads no primeiro set, se impôs e, por pouco, não deu uma bicicleta moral.
Não importa se a adversária é 180 do mundo, mas sim que venceu os dois últimos sets com autoridade.
Dale Bia!

Celso Gutierrez
Celso Gutierrez
1 mês atrás

Vide o resultado geral Brasil 1×3 Alemanha, porque será?

Última edição 1 mês atrás by Celso Gutierrez
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
1 mês atrás

Aqueles que se dizem realistas estão mais pra pretensiosos do que qualquer outra coisa. E esses realistas parece que têm comportamento de hater mesmo porque sempre desvalorizam as adversárias da pessoa a quem querem criticar. Estamos no mês de abril e tem gente que já está dando a temporada da Bia como perdida. De qualquer forma, vindo de haters, esse tipo de comportamento não causa nenhuma surpresa. Analisando o jogo de hoje da Bia, concordo com aqueles que ficaram animados com a postura da Bia, com a atitude mais determinada e agressiva, tomando as iniciativas das jogadas. Vamos torcer para que seja o início de uma reação.

Blumenau
Blumenau
1 mês atrás

Nem deveria te responder agora, você está mordido pela derrota e fica ofendendo os outros. Mas vamos ver a realidade a partir de maio, tem gente que está sem cabeça e tem mil pontos a defender. Depois voltamos a conversar.

Luiz Fernandes
Luiz Fernandes
1 mês atrás

Brasil perdendo por 3×1 e gente soltando fogos. Eu hein….

Blumenau
Blumenau
1 mês atrás
Responder para  Luiz Fernandes

Ainda bem que não foi 4×0, a vergonha seria maior.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE