PLACAR

Bia perde uma posição, mas segue firme no top 20

Foto: Mike Lawrence/USTA

Miami (EUA) – Eliminada na segunda rodada do US Open, a paulista Beatriz Haddad Maia deixou de somar importantes pontos no ranking da WTA e com isso acabou amargando uma leve queda de uma colocação. Contudo, a canhota brasileira segue firme no top 20, aparecendo nesta segunda-feira justamente na 20ª posição.

Bia foi superada pela russa Ekaterina Alexandrova e pela letã Jelena Ostapenko, que ganharam terreno após a disputa do Grand Slam norte-americano, mas em contrapartida contou com a queda da bielorrussa Victoria Azarenka, superando sua parceira na chave de duplas em Nova York, para assim perder somente um lugar no ranking.

Nesta semana, a número 1 do Brasil disputa o WTA 500 de San Diego, onde pode se recuperar e voltar a subir no ranking. Ela tem apenas 30 pontos a menos do que as russas Alexandrova (19ª) e Veronika Kudermetova (18ª) e está 195 pontos atrás da também russa Ludmila Samsonova (17ª). Sua estreia será difícil, contra a também canhota Leylah Fernandez.

Segunda melhor do país na WTA, a também paulista Laura Pigossi teve uma leve ascensão e ganhou um lugar no ranking atual, indo para o 130º posto. Já a campineira Carolina Meligeni amargou uma queda de 15 posições e agora é a 275ª do mundo. Na contramão, a gaúcha Gabriela Cé subiu 15 colocações e alcançou o 320º lugar nesta segunda-feira.

Veja o top 10 das brasileiras no ranking da WTA:

Beatriz Haddad Maia – 20ª (-1)
Laura Pigossi – 130ª (+1)
Carolina Meligeni Alves – 275ª (-15)
Gabriela Cé – 320 (+15)
Ana Candiotto – 584ª (-9)
Thaisa Pedretti – 672ª (-2)
Julia Konishi – 794ª (-2)
Luana Plaza Araujo – 805ª (+2)
Georgia Gulin – 861ª (-2)
Rebeca Pereira – 869ª (-1)

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE