PLACAR

As mais jovens apostas do tênis espanhol

Considerado um dos maiores tenistas de todos os tempos, Rafael Nadal foi o principal responsável por alavancar a Espanha como uma potência do tênis. Com 22 torneios de Grand Slam vencidos e uma carreira que já passa dos 20 anos, Nadal é um dos grandes.

A importância de Nadal para o tênis direcionou os olhares de todos os entusiastas do esporte ao país europeu. Em 2006, a Espanha era o país com o maior número de jogadores no Top 100, mas o fenômeno parece ter diminuído em intensidade nos últimos anos.

Como acontece em todos os esportes, sempre existem novas oportunidades para países voltarem a brilhar. No caso da Espanha, uma nova geração de tenistas da categoria júnior surge no horizonte, empenhados na tarefa de carregar esse legado.

Quais são as apostas atuais do tênis espanhol?
Federação Internacional de Tênis (ITF) reconhece como “júnior” os torneios para a faixa etária que vai até os 18 anos, desde que o tenista complete essa idade máxima ao longo da temporada.

Diferente dos rankings profissionais, a ITF considera a pontuação de duplas dos tenistas para formar o chamado ‘ranking combinado’, que é o que vale para efeitos de classificação internacional.

1 – Carlos Alcaraz
É impossível falar sobre tênis na Espanha sem citar Alcaraz. Embora ele tenha recentemente completado 19 anos, sua trajetória meteórica ameaça recordes previamente mantidos pelas maiores estrelas do esporte.

Ao pesquisar nas melhores casas de apostas que seguem torneios de tênis, Alcaraz é o segundo nome espanhol mais popular. O seu status como número 1 do mundo o torna o tenista mais jovem do mundo a ascender à liderança do ranking internacional de tênis.

Nesses sites, você ainda pode verificar os placares dos jogos e prognósticos para apostar no seu jogador favorito.

2 – Martin Landaluce
Martin Landaluce é um tenista espanhol que atualmente mantém a terceira colocação dentre todos os atletas da categoria júnior, segundo ranking da Federação Internacional de Tênis. Com apenas 16 anos e uma taxa de vitórias de 90%, a carreira dele já contabiliza o título do US Open, obtido neste fim de semana, em Nova York.

3 – Raquel Gonzalez Vilar
Com 18 anos, Vilar é a única atleta espanhola feminina da categoria Junior a estar presente no top 100 do ranking da Federação Internacional de Tênis. Ocupa o relevante número 50 do ranking, mas ainda é muito limitada ao piso de saibro. Era bem cotada no US Open, mas não passou da segunda rodada.

4 – Daniel Rincon
Assim como Alcaraz, Rincon recentemente completou 19 anos e deixou a categoria Junior, trazendo consigo resultados invejáveis. Entre suas conquistas estão a vitória do US Open de 2021 e a chegada nas finais do Torneio de Wimbledon, o que o levou ao segundo lugar do ranking. Já figura no ranking da ATP como 451º.

5 – Ane Mintegi Del Olmo
outra muito cotada para figurar entre as maiores estrelas do tênis feminino espanhol, Ane Mintegi já figura no ranking da Associação feminina (WTA). Em 2021, venceu o Torneio de Wimbledon na categoria individual. Suas conquistas a fizeram ser reconhecida pela monarquia espanhola.

6 – Pedro Rodenas
Com uma taxa de vitória de 70% durante o seu tempo na categoria júnior, Rodenas foi recentemente contratado pelo time da Universidade de Duke depois de terminar a temporada 2021 entre os 30 mais bem colocados no ranking da ITF.

Outros nomes promissores do tênis espanhol com conquistas recentes em competições internacionais incluem Alejandro Melero Kretzer, Joan Torres Espinosa, Roger Pascual Ferra, Sergio Callejon Hernando, Daniel Merida e Berta Passola.

Embora seja difícil medir o potencial de um atleta em momentos tão precoces de suas carreiras, as conquistas de alguns deles apontam caminhos promissores e a idolatria por Nadal e agora o exemplo de sucesso de Alcaraz podem servir de enorme impulso a todos eles.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja como foi a espetacular vitória de Fonseca sobre Sonego

Nadal pode ter feito seu último jogo oficial em Barcelona

PUBLICIDADE