PLACAR

Antiga sede do Australian Open tem rombo milionário

Foto: Kooyong Lawn Tennis Club

Melbourne (Austrália) – Um dos clubes de tênis mais prestigiados da Austrália, o exclusivo Kooyong Lawn Tennis Club, que foi sede do Australian Open entre 1972 e 1988, convocou auditores externos para examinar um rombo de 2,4 milhões de dólares australianos.

De acordo com o Sydney Morning Herald, no mês passado foi anunciado que o clube sofreu uma perda total de pouco mais de 960 mil dólares australianos no ano. A posição financeira do clube foi levantada na assembleia geral anual de Kooyong.

Apesar de um aumento no número de associados e níveis operacionais recordes, Kooyong registrou um prejuízo de 962.652 dólares australianos, uma variação de sete dígitos em relação ao lucro de 980 mil dólares australianos do ano anterior.

As contas mostram um aumento de 155% nos custos dos alimentos. Comparativamente, as receitas alimentares aumentaram apenas 43% e os custos com pessoal aumentaram 77%.

Outrora sede do Australian Open, o Kooyong Lawn Tennis Club ainda está bastante ligado ao circuito, recebendo uma série de exibições antes do primeiro Grand Slam da temporada. Em 2024, jogarão lá nomes como Jannik Sinner, Holger Rune, Karen Khachanov, Stan Wawrinka e Dominic Thiem.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Alcaraz e Murray: treino entre campeões em Queen's

Os melhores lances da campeã Boulter na grama de Nottingham

PUBLICIDADE