PLACAR

Andreeva chega às quartas aos 17 anos e será top 30

Mirra Andreeva (Foto: Nicolas Gouhier/FFT)

Paris (França) – Mais uma vez,  Mirra Andreeva deu sinais de seu promissor início de carreira e já chega às quartas de final de um Grand Slam aos 17 anos. A jovem jogadora russa avançou em Roland Garros depois de superar a francesa Varvara Gracheva, 88ª do ranking, por 7/5 e 6/2 em 1h31 de partida nesta segunda-feira.

Andreeva já havia alcançado as oitavas em outros dois Grand Slam, Wimbledon no ano passado e o Australian Open em janeiro. E este é apenas o quinto torneio deste nível que ela está disputando na carreira. Atual 38ª do ranking, a russa entrará no top 30 pela primeira vez após a competição.

A adversária de Andreeva nas quartas será a número 2 do mundo Aryna Sabalenka, bicampeã do Australian Open a semifinalista de Paris no ano passado. A bielorrussa venceu os dois duelos anteriores, ambos realizados no saibro de Madri.

Andreeva e Gracheva já foram parceiras de treino

Desde o início da temporada de saibro, Andreeva passou a treinar com a espanhola Conchita Martínez, ex-técnica de Garbiñe Muguruza e Karolina Pliskova. E creditou à Conchita uma mudança de postura, para ficar mais calma em quadra. “Tenho que agradecer à minha treinadora por isso. É também o trabalho dela. Estamos trabalhado juntas nos últimos meses e sinto que estou melhorando. É muito bom ver que eu posso manter a calma nos momentos difíceis. Tenho trabalhado muito nisso e valeu a pena”, disse Andreeva, na entrevista em quadra.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Com o resultado, a França também perde sua última representante em simples e o país segue sem uma campeã desde Mary Pierce em 2000. Gracheva é nascida na Rússia, mas recebeu passaporte francês no ano passado após treinar no país por cinco temporadas. Ela e Andreeva treinavam juntas na academia de Jean-René Lisnard, um dos mentores de Daniil Medvedev, e tiveram até o mesmo técnico por um tempo, Bruce Gorregues, que depois treinou o brasileiro Gabriel Décamps. “É sempre difícil jogar contra uma amiga”, disse a russa de 17 anos após o jogo.

Após primeiro set equilibrado, russa passou a dominar

O primeiro set do confronto das oitavas foi o mais equilibrado. Andreeva conseguiu uma quebra para liderar por 4/3, mas permitiu o empate no oitavo game e ainda salvou dois set-points no saque dois games mais tarde. A russa ganhou confiança e venceu oito dos últimos dez pontos da parcial.

Em vantagem no placar, Andreeva tentou ser agressiva nas devoluções durante o segundo set, especialmente quando a francesa não colocava o primeiro saque na quadra. E com isso, a pressão sobre os games de saque de Gracheva foi constante. A russa criou break-points em quatro games diferentes e conseguiu três quebras para consolidar a vitória em sets diretos.

9 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
14 dias atrás

Será uma nova fenomenal no tênis?

Paulo Mala
Paulo Mala
14 dias atrás
Responder para  Paulo Sérgio

Otima jogadora, mas só o tempo dirá. Mas se vc olhar a chave dela, foi extremamente acessível. Agora pega a Sabalenka que costuma dar aula para ela. Será que agora ela apronta?

Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
14 dias atrás
Responder para  Paulo Mala

Não é qualquer que chega a quartas de slam aos 17 anos. De qualquer forma, você tem razão, pois só o tempo dirá.

Leonardo
Leonardo
14 dias atrás
Responder para  Paulo Mala

Costuma dar aula é um pouco exagerado. Jogaram 2 vezes, é certo com vitoria relativamente facil de Sabalenka, mas foi em Madrid que pela altura se comporta como uma quadra rapida, que é a praia da Sabalenka que ganhou 2023 e chegou na final em 2024. Obvio que Sabalenka é favorita, mas acho que em RG o placar tende a ser mais apertado, e com alguma chance para a novata. Finalmente, só o tempo vai dizer, mas veja bem, que o tempo já está dizendo algo, ela tem uma trajetoria similar a de Coco Gauf. é para vicar de olho nesse jovem talento.

Roberto
Roberto
14 dias atrás

Vamos torcer por ela , não é um caminho fácil vejam Leylah e Emma

João Sawao ando
João Sawao ando
14 dias atrás

Vou torcer pela mirra…

Camila
Camila
14 dias atrás

Que tênis lindo essa garota tem com 17 anos !!!! Parabéns !!! Tocer por ela !!!

Fernando Venezian
Fernando Venezian
14 dias atrás

Andreeva pode ser o refresco pra essa WTA atual, onde a pancadaria impera! Ela tem um estilo completamente diferente! Apesar da Aryna ser favoritaça novamente, será mais um aprendizado pra russa prodígio

Laurindo Kogi Miyamoto
Laurindo Kogi Miyamoto
12 dias atrás

A minha bronca é c/ os comentaristas de tênis, ficar falando durante a partida… jogo de tênis e jogo de elite, respeito… a tenista já batendo a amarelinha p/ SACAR… poxa, cala o bico… não se fala, qdo as jogadoras estão trocando se gradriando… principalmente o Meligeni “ bola na rede”, “paralela”, poxa q/ gosta de tênis entendem e enxerga.. não precisa ficar de lero – lero…

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Alcaraz e Murray: treino entre campeões em Queen's

Os melhores lances da campeã Boulter na grama de Nottingham

PUBLICIDADE