PLACAR

Algoz de Bia, Fernandez lamenta eliminação em 2 sets

Foto: Pascal Ratthé/Omnium Banque Nationale

Montréal (Canadá) – Responsável pela eliminação da paulista Beatriz Haddad Maia, a tenista da casa Leylah Fernandez não foi muito mais longe no WTA 1000 de Montréal e caiu na rodada seguinte, superada pela norte-americana Danielle Collins na última quinta-feira em sets diretos.

“Danielle jogou uma grande partida, foi definitivamente muito ofensiva e não cometeu muitos erros. Quando tentei ser ofensiva, acho que exagerei ou não fiz o suficiente”, analisou a canadense após a derrota com o placar de 6/2 e 6/3.

A tristeza da eliminação contrastou com a sensação de ter conseguido jogar bem em Montréal. “Fiz coisas boas essa semana, mas hoje infelizmente meu jogo não estava lá, então não me ajudou”, pontuou a tenista da casa, que aos pouco tenta recobrar seu melhor tênis.

“Depois da partida, conversei com meu treinador e minha equipe sobre o que posso fazer melhor. Talvez um jogo noturno seja diferente de um diurno, então precisamos ver como posso treinar para me acostumar”, comentou Fernandez.

“As condições não eram difíceis, mas não eram as ideais. Só que minha adversária tinha as mesmas condições, então não é desculpa para mim. A questão é o que posso fazer melhor”, acrescentou a canadense, que já foi número 13 do mundo, mas atualmente é apenas a 81ª no ranking da WTA.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE