PLACAR

Alcaraz tem trabalho, mas supera Evans em dois sets

Foto: Peter Staples/ATP Tour

Xangai (China) – Não foi nada fácil o segundo compromisso do espanhol Carlos Alcaraz no Masters 1000 de Xangai. Nesta segunda-feira, ele mediu forças com o britânico Daniel Evans, cabeça de chave 30, pela segunda rodada do torneio e precisou de 2h23 para conseguir avançar, anotando vitória por 2 sets a 0, com o placar final de 7/6 (7-1) e 6/4.

Classificado para as oitavas de final, o principal favorito ao título no torneio chinês terá pela frente o búlgaro Grigor Dimitrov, cabeça de chave 18, que vem em grande fase e aproveitou o bom momento para superar o russo Karen Khachanov dois apertados sets, marcando parciais de 7/6 (8-6) e 6/4 para cima do 13º favorito.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

Será a quarta vez que Alcaraz e Dimitrov medirão forças no circuito, a terceira só nesta temporada. O jovem espanhol tentará manter a invencibilidade, depois de bater o búlgaro duas vezes em 2023, primeiro no saibro de Madri e depois na grama do Queen’s, e também de vencê-lo no piso duro e coberto do Masters de Paris, no ano passado.

Logo no primeiro game da partida, Evans foi pressionado e teve que salvar dois break-points para não sair com quebra. O britânico acabou sendo o primeiro a conseguir um break, aproveitou um game muito ruim de Alcaraz para quebrá-lo de zero e fazer 3/1. O jovem espanhol sofreu para conseguir buscar a igualdade, precisando de muitas chances de quebra até aproveitar uma.

Depois dos dois break-points perdidos no primeiro game, ele deixou escapar mais seis no quinto e um no sétimo, quando enfim conseguiu sua quebra, na décima chance que teve. Alcaraz ainda teve mais duas oportunidades de quebra no nono e novamente não converteu. A definição foi para o tiebreak, em que ele foi bem superior, perdeu só um ponto, e assim largou na frente.

Na segunda parcial, outra vez foi Evans que saiu na frente, anotou quebra no terceiro game e sacou para fazer 3/1, mas perdeu o saque de volta e viu Alcaraz empatar por 2/2. O jogo seguiu equilibrado até a reta final, quando o britânico sentiu a pressão de sacar em 4/5, perdeu o serviço mais uma vez e com isso perdeu também a partida.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE