PLACAR

Alcaraz tem trabalho e perde set, mas segue em frente

Foto: Tennis Australia

Melbourne (Austrália) – Cabeça de chave número 2 no Australian Open, o espanhol Carlos Alcaraz teve mais um teste pela frente. Após bater o experiente francês Richard Gasquet na estreia, nesta quinta-feira ele encarou um sólido Lorenzo Sonego, que lutou até o final. Contudo, o italiano conseguiu no máximo vencer um set, e foi derrotado com parciais de 6/4, 6/7 (3-7), 6/3 e 7/6 (7-3).

Na terceira rodada, igualando sua melhor campanha até então no torneio, Alcaraz terá pela frente o convidado chinês Juncheng Shang, que acabou com a festa do indiano vindo do quali Sumit Nagal, que vinha de eliminar o cazaque Alexander Bublik, 31º favorito, mas agora perdeu de virada por 3 sets a 1, com parciais de 2/6, 6/3, 7/5 e 6/4.

Sonego deu bastante trabalho ao espanhol nos quatro sets disputados e vendeu caro a derrota. No primeiro, o italiano se mostrou firme quando ameaçado, salvando dois break-points no terceiro game e mais um no quinto. Porém, o maior volume de Alcaraz acabou lhe pagando dividendos no sétimo, quando finalmente obteve a quebra que precisava para largar na frente.

A segunda parcial foi marcada pelo desempenho impecável dos dois tenistas com o saque, ambos vencendo mais de 70% dos pontos disputados no serviço. Sem chances para os devolvedores, nenhum break-point foi disputado e a definição foi para o tiebreak, em que Sonego se impôs com três mini-breaks a seu favor e apenas um contra, empatando o jogo.

Depois de um set muito disputado, Alcaraz conseguiu uma boa largada no terceiro, abrindo 3/0 logo de cara. A vantagem obtida já no começo foi fundamental para o jovem espanhol, que precisou apenas administrá-la até o final para voltar a liderar o placar.

No quarto e último set, Sonego começou perdendo o saque, mas tratou de devolver a quebra imediatamente. Então veio o repeteco da segunda parcial, nenhum dos tenistas teve uma chance de quebra a mais e um novo tiebreak foi disputado. Desta vez Alcaraz impôs sua maior categoria e bateu o italiano no segundo match-point que teve.

3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Luis Vanderley Santana
Luis Vanderley Santana
1 mês atrás

Pegando ritmo da para ser campeão

Osvaldo
Osvaldo
1 mês atrás

cavalo paraguaio

Antonio Basil
Antonio Basil
1 mês atrás

Falar que o Alcaraz, é cavalo paraguaio é de uma maldade sem precedentes, um jogador, que aos 20 anos de idade já conquistou 10 títulos, entre o quais, dois grande slams, não precisa provar mais nada para ninguém, os números falam por si. Alcaraz, faz parte de um seleto grupo de jogadores que já venceram um torneio de grande slam.
Mesmo que alguns torcedores mais fanáticos do sérvio não queiram admitir, Carlos Alcaraz, é sim, candidato a chegar à final do AO, podendo, porque não, até vencê-lo.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE