PLACAR

Alcaraz: “Quem quiser me vencer, vai ter que sofrer”

Foto: Darren Carroll/USTA

Nova York (EUA) – Atual campeão do US Open, o espanhol Carlos Alcaraz vem mostrando consistência e um bom tênis em sua primeira defesa de um título de Grand Slam. Nesta quarta-feira, ele enfrentará o alemão Alexander Zverev, fechando a rodada noturna no Arthur Ashe Stadium, na disputa por um lugar nas semifinais.

Em entrevista exclusiva ao Eurosport, o jovem tenista explicou que os títulos que já conquistou o ajudam a ficar mais calmo nos momentos de pressão. “Mesmo tendo apenas 20 anos sinto que já tenho um pouco de experiência neste tipo de situações, o que significa que há muitos momentos que aproveito com muito mais calma do que antes”, falou Alcaraz.

“Já vivi situações importantes em Grand Slams. Posso jogar mais tranquilo sabendo que se as pessoas quiserem me vencer vão ter que sofrer, correr muito e jogar em um nível muito, muito alto por muito tempo”, acrescentou o espanhol de 20 anos, que já conquistou 12 títulos no circuito, dois deles em Grand Slam

Alcaraz se mostra bastante satisfeito com seu nível de jogo e com seu desempenho durante a campanha em Flushing Meadows. “Fisicamente sinto-me bem e mentalmente também muito bem. Em termos de tênis, penso que estou a jogar a um nível elevado, por isso nestas situações sinto-me mais calmo”, observou o espanhol, que tem uma tática bem definida.

“Jogar de forma agressiva, tentar ir muitas vezes à rede e manter o resto do jogo equilibrado. Basicamente o meu estilo de jogo. Acho que não duvidei em nenhum momento, fui fiel ao meu estilo em todos os momentos das partidas”, afirmou Alcaraz, tentando explicar o seu sucesso até então neste US Open.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE