PLACAR

Alcaraz brilha também em Paris e fatura seu terceiro Grand Slam

Foto: Pauline Ballet / FFT

Paris (França) – Em sua terceira final de Grand Slam, o espanhol Carlos Alcaraz mostrou que tem tudo para figurar entre os maiores da história do tênis e mais uma vez saiu com o título, mantendo sua invencibilidade em decisões deste nível. A vítima da vez foi o alemão Alexander Zverev, que foi superado pelo tenista de 21 anos em batalha de cinco sets e duas viradas, caindo com o placar final de 6/2, 2/6, 5/7, 6/1 e 6/2, após 4h20 embate.

Campeão no piso sintético do US Open em 2022 e na grama de Wimbledon em 2023, o espanhol se tornou o mais jovem tenista a conquistar títulos de Grand Slam nas três superfícies e o sétimo no geral, se juntando a uma seleta lista que tem o compatriota Rafael Nadal, o sueco Mats Wilander, os norte-americanos Jimmy Connors e Andre Agassi, o suíço Roger Federer e o sérvio Novak Djokovic.

Sétimo espanhol diferente a conquistar Roland Garros desde a Era Aberta, Alcaraz consegue o feito 21 anos depois da conquista de seu treinador Juan Carlos Ferrero, campeão em 2003, um mês depois do nascimento de Carlos, que agora é o quinto jogador em atividade com três ou mais títulos de Slam, junto de Djokovic, Nadal, do britânico Andy Murray e do suíço Stan Wawrinka.

Primeira final entre dois jogadores buscando uma conquista inédita em Paris desde 2016, quando Djokovic derrotou Murray para vencer seu primeiro título no torneio, o duelo deste domingo também foi o primeiro com dois finalistas inéditos desde 2005, na primeira das 14 conquistas de Nadal em Roland Garros, sobre o argentino Mariano Puerta.

Domínio espanhol no início da decisão

Alcaraz ditou o ritmo no primeiro set e pressionou Zverev em quase todos os seus games de serviço, conseguindo break-points em três das quatro vezes que o alemão esteve no saque. A partida começou com uma quebra para cada lado e o número 4 do mundo sendo o primeiro a confirmar, para fazer 2/1, na única vez que passou sem ser ameaçado.

Depois disso, o espanhol controlou o jogo, venceu três games seguidos, com uma quebra no quinto, e por pouco não teve uma sequência maior, deixando escapar dois break-points no sétimo. Firme com o saque após a quebra inicialmente sofrida, Alcaraz não apenas administrou a vantagem até o final, como anotou mais um break sobre Zverev para fechar a parcial.

Zverev eleva nível e Alcaraz perde rendimento

O tenista de 21 anos passou a oscilar mais e abriu o segundo set sofrendo para vencer o seu game de serviço, encarando três break-points antes de fazer 1/0. Ele voltou a fazer escolhas ruins no quinto, quando encarou 15-40, salvou a primeira chance de quebra, mas não a segunda. A partir de então Zverev foi melhor, se soltou com golpes mais potentes e foi para cima de Alcaraz.

Variando menos e errando cada vez mais, Alcaraz deixou a partida cada vez mais confortável para Zverev, que por sua vez calibrou melhor os golpes, principalmente o forehand. O germânico anotou outra quebra para fazer 6/2 e deixar tudo igual no marcador. Ele cometeu apenas quatro erros não forçados em toda a parcial, contra 14 do espanhol, que levou a pior também nos winners (8 a 9).

Vantagem espanhola escapa e jogo vira

O terceiro set foi o mais irregular para Alcaraz em toda a decisão. Ele administrou bem a derrota na parcial anterior e até conseguiu abrir uma boa vantagem. Após bater o saque do rival de zero no sexto game, ele salvou três break-points para abrir 5/2, mas depois disso acabou se perdendo em quadra. Do outro lado Zverev manteve os erros sob controle, com apenas cinco no total, e teve uma recuperação incrível

Zverev começou a arrancada vencendo o oitavo game, em que teve perigoso 30-30, depois anotou duas quebras seguidas sobre o espanhol, perdendo apenas três pontos entre o nono game e o 11º para então salvar um break-point e converter o segundo set-point que teve, fazer 7/5 e liderar o placar pela primeira vez.

Alcaraz se recupera e leva para o 5ª set

Quando tudo indicava que o alemão poderia deslanchar, a quarta parcial começou com ele nervoso, reclamando já no seu primeiro game de serviço, em que acabou quebrado e deu esperança a Alcaraz, que aproveitou o momento para tomar novamente as rédeas do jogo. Ele anotou novo break e sacou em 4/0 e só não teve vantagem maior porque perdeu o serviço no quinto game.

Logo após perder uma das quebras de frente, Alcaraz pediu um breve atendimento na coxa esquerda, que recebeu massagem. Ele seguiu em quadra e anotou mais um break para fazer 5/1. Zverev pressionou na sequência para buscar sobrevida, teve três break-points e perdeu os três. No primeiro set-point que teve, o espanhol agarrou a oportunidade e deixou tudo igual outra vez.

Nervosismo à flor da pele na definição do jogo

Assim como aconteceu no decorrer da partida, o quinto e decisivo set foi marcado pela oscilação e nervosismo dos dois lados. Porém, o espanhol cresceu nos pontos importantes e se saiu melhor do que o rival. Com uma quebra no terceiro game e quatro break-points salvos em seguida para confirmar, Alcaraz abriu 3/1. Ele sofreu novamente no sexto game, que foi logo e com mais uma chance de quebra evitada.

Zverev viu sua situação complicar ainda mais ao perder o saque novamente no sétimo, com direito a um ponto incrível de Alcaraz para conseguir o break-point e então quebrar de zero. O espanhol foi ao serviço em seguida e no primeiro match-point que teve garantiu a vitória e seu terceiro título de Grand Slam, o primeiro no saibro parisiense.

133 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Fernando Venezian
Fernando Venezian
8 dias atrás

Foi jogão só na duração e no placar, pois em qualidade foi bizonho! Nem dá pra falar que o Carlos mereceu! E o desafio eletrônico é imprescindível! Os juízes de linha erram demais!

Sérgio Ribeiro
Sérgio Ribeiro
8 dias atrás
Responder para  Fernando Venezian

Com mais de 50 WINNERS ( alguns geniais ) , quem mereceu foi Sasha rs. A quadra estava ruim desde o primeiro dia , os ENFS foram normais pras condições. Carlos Alcaraz é um fenômeno meu caro. Sem choro com desafio que falhou pros dois. Abs!

Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
8 dias atrás
Responder para  Sérgio Ribeiro

Só faltam 22 majors rs

Flávio
Flávio
8 dias atrás
Responder para  Paulo Sérgio

kkkkkkkkkkkkkk

Fernando Venezian
Fernando Venezian
8 dias atrás
Responder para  Sérgio Ribeiro

Sérgio, Carlos é um fenômeno! Isso é um fato irrefutável! Mas desculpa, seu argumento sobre winners é péssimo! E sobre choro, o que vc insinuou? Que eu tava torcendo contra o Alcaraz? Por favor, não seja tão raso como torcedores de futebol!

Paulo Almeida
Paulo Almeida
8 dias atrás
Responder para  Sérgio Ribeiro

Zverev foi prejudicado em ponto crucial. Sr. SR está acostumado com Wrights da vida mesmo…

Flávio
Flávio
8 dias atrás
Responder para  Sérgio Ribeiro

Pois é cara o nobre colega aí vai dizer que a final feminina que foi fraca ontem foi melhor vai vendo. kkkkkkkkk

Valmir da Silva Batista
Valmir da Silva Batista
8 dias atrás
Responder para  Fernando Venezian

ATÉ O COMENTÁRIO é “bizonho”, porque grafado com Z…

Gisele Matias
Gisele Matias
8 dias atrás
Responder para  Fernando Venezian

Vai lá e joga melhor Fernando Venezian

Flávio
Flávio
8 dias atrás
Responder para  Fernando Venezian

Não tem VAR no saibro né filho, agora se vc acha que a final foi bisonha imagina a final feminina de ontem ,né kkk, pelo menos essa de hoje teve jogo a de ontem não teve.

Anderson
Anderson
8 dias atrás
Responder para  Fernando Venezian

Vai lá .. faz melhor…

José Andrade
José Andrade
8 dias atrás

Ainda não foi desta vez que o vampirão chegou. Jogo duro com muitas alternâncias. Venceu o que esteve melhor nos momentos decisivos.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
8 dias atrás

Jogo horrível. O GOAT dos esportes teria batido qualquer um por 3×0 hoje.

Sérgio Ribeiro
Sérgio Ribeiro
8 dias atrás
Responder para  Paulo Almeida

Exatamente o que ele fez com Alcaraz em WIMBLEDON e com SINNER no AOPEN. Aliás ele nem conseguia ficar de pé em RG 2024 . Machucou o bumbum várias vezes kkkkkkkkkkkk. Abs!

Paulo Almeida
Paulo Almeida
8 dias atrás
Responder para  Sérgio Ribeiro

Ano passado ele passou o trator no próprio Alcaraz nessa mesma quadra. Fáceis 6-1 6-1 no medroso no terceiro e quarto sets.

Luis Vanderley Santana
Luis Vanderley Santana
8 dias atrás
Responder para  Sérgio Ribeiro

Verdade

Renato B
Renato B
8 dias atrás
Responder para  Paulo Almeida

Hahahahaha. O marmitão?? Nem em sonho!!!

Paulo Almeida
Paulo Almeida
8 dias atrás
Responder para  Renato B

Marmita de quem? Ele tem h2h positivo contra todo mundo importante.

Federer é marmita dos rivais, Thiem, Zverev, Rublev, Tsitsipas etc.

Rob
Rob
8 dias atrás
Responder para  Paulo Almeida

É mesmo?! Pq não estava lá?

Flávio
Flávio
8 dias atrás
Responder para  Paulo Almeida

Desculpa Paulo, mas você exagerou nessa pois jogo horrível foi ontem, a final de hoje poderia ter sido melhor sim,mas mesmo assim foi boa. Parabéns ao Alcaraz que ganha jogando bonito e o Zverev também por ter chegado na final.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
8 dias atrás
Responder para  Flávio

Muitos erros não-forçados e os balões do espanhol são horríveis mesmo. Jogo bem feio.

Flávio
Flávio
8 dias atrás
Responder para  Paulo Almeida

Cara pelo amor de Deus,ora bolas era final e ainda mais era a primeira final de RG deles é óbvio que o nervosismo iria acontecer pra mim o jogo foi bom porque foi disputado..

Renato Toniol
Renato Toniol
8 dias atrás
Responder para  Paulo Almeida

Totalmente compreensível pelo quanto o título valia para os dois.
Pode ter certeza que se fosse Djokovic do outro lado, Alcaraz teria elevado seu nível, vide Wimbledon do ano passado.
Totalmente desnecessário desmerecer um campeão só porque o seu ídolo não conquistou o título.
Não sei quantos Slams Alcaraz irá vencer, e dizer que ele irá bater o recorde de Djokovic seria tolice, pois requer muito empenho e regularidade por muitos anos, e isso somente o tempo irá dizer. Mas que ele irá arrematar diversos, assim como também o Sinner, disso ninguém dúvida.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
8 dias atrás
Responder para  Renato Toniol

Por que não elevou o nível em RG e Finals 2023?

Belarmino Jr
Belarmino Jr
8 dias atrás
Responder para  Paulo Almeida

Eu já penso diferente: Se fosse Novak contra qualquer um dos dois, tomaria um 3 x 0.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
8 dias atrás
Responder para  Belarmino Jr

O PS já falou isso: o pensamento é livre. Tem gente que pensa que Federer é GOAT sem nenhum recorde e sendo freguês dos rivais. Cada um vive a realidade mais confortável.

Carlos
Carlos
8 dias atrás
Responder para  Paulo Almeida

Nem comenta….teu Goat nem estava em quadra…..vá jogar na megasena já que sabe de tudo

Guilherme Alcantara
Guilherme Alcantara
8 dias atrás

Voltamos a era real do tênis, pós Big 3. Jogo com altos e baixos, muito oscilação de ambos e imprevisível.
Baita jogo

Gustavo
Gustavo
8 dias atrás

Simplesmente brilhante

DENNIS SILVA
DENNIS SILVA
8 dias atrás

Alcaraz mereceu. A semifinal já tinha sido a final antecipada. O big 3 será bem representando pelo Alcaraz e Sinner. Jogão.

Maurício
Maurício
8 dias atrás

Tá doido a mídia deu mais um Slam a lenda kkkkk, parabéns Alcaraz

Bruno Marques
Bruno Marques
8 dias atrás

3 grands slams, já ganhou em todos os pisos…
O prospecto Carlos Alcaraz vai se tornando cada vez mais uma realidade.
Em momentos decisivos foi melhor que o Alexander.
Merecido!

Luis Ricardo
Luis Ricardo
8 dias atrás

ganhou o melhor . Ficou nítido que a caixa de ferramentas do espanhol, e bem mais surtida que a do alemão.

Flávio
Flávio
8 dias atrás
Responder para  Luis Ricardo

Acho que o Alemão se encolheu no 4 e 5 set, pois estava encurralando o Alcaraz, mas foi um bom jogo e parabéns ao Alcaraz que ganha dando espetáculo.

Thiago Barbosa
Thiago Barbosa
8 dias atrás

Tava torcendo pro Zé, mas alcaraz é um fenômeno mesmo , na hora de finalizar o cara é implacável.

Belarmino Jr
Belarmino Jr
8 dias atrás

Formará daqui alguns anos o BIG 3 do tênis mundial junto com Roger e Rafa!

Paulo Almeida
Paulo Almeida
8 dias atrás
Responder para  Belarmino Jr

24 > 22 > 20 >>>>>>>>>>>> 3

Rockton
Rockton
8 dias atrás

Acho que o que mais deve estar corroendo o Djoko nem é o Alcaraz ganhar Roland Garros. Acho que o que mais incomoda o Negacionista é ver o tamanho do carisma do Alcaraz, coisa que d faz o possível e impossível para ter é não consegue. Não adianta ganhar milhões de títulos e fazer uma aberração contra a humanidade como o negacionismo de vacinas. Viva a ciência e abaixo o negacionismo.

Flávio
Flávio
8 dias atrás
Responder para  Rockton

Quem disse que não tem c ara, ora isso ficou no passado e o que vimo neste RG já mudou e vi nos 2 últimos jogos dele que o público foi a loucura com ele ,por isso não procede essa sua afirmação.

André Borges
André Borges
8 dias atrás
Responder para  Rockton

Não tem uma unica entrevista na vida inteira dele que ele não tenha dito nas entrelinhas “gostaria que me amassem como o grande campeao que sou, gostaria que me amassem como Roger”

Marlon
Marlon
8 dias atrás
Responder para  Rockton

Vc tá de parabéns, perscrutador de almas. O cara sabe o que corrói as pessoas. Deve ser PhD em psicologia e psiquiatria.

Rafael Lucena
Rafael Lucena
8 dias atrás
Responder para  Rockton

Adianta sim =D

RODRIGO
RODRIGO
8 dias atrás
Responder para  Rockton

Comentário irretocável!!! O negacionista pode ganhar mais uns 30 Slams, JAMAIS representará para o tênis o que representam Federer , Nadal e hoje, Alcaraz. Mas não adianta. A turminha da Kombi jamais vai entender isso! É muito difícil pra eles. Nem vale a pena tentar.

Alírio
Alírio
8 dias atrás

Bravo Alcaraz, aliás, bravo também Zverev por ter lutado,ou melhor tênis masculino que fizeram RG espetacular, então ontem foi a final feminina e não comento tênis feminino porque não faz sentido falar algo se não vejo ,mas eu vi que muitos disseram ontem que não houve jogo delas,concluindo depois de tudo que vimos se tiver gente que ainda fala que o tênis feminino está igual aí que me desculpem terá que internar quem pensa assim porque a diferença é muito grande. Espero que na grama seja bom também.

Flávio
Flávio
6 dias atrás
Responder para  Alírio

Pois é cara , mas o tal, Luiz Ricardo, ainda vai dizer que o tênis feminino atual é melhor vai vendo kkkkkkkkkkkkkkkk, o cara vive em outro planeta só pode. kkkkkkkkk

Helder Cordeiro
Helder Cordeiro
8 dias atrás

Sabe aquele tempo, em que Djokovic precisou chegar no sétimo sentido, pra virar o jogo e mudar o cenário contra Nadal/Federer? E ae dizíamos que para vencer superar Djokovic tinha que ser Federer e Nadal ao mesmo tempo? Tae o cara! Alcaraz é um fenômeno! Com saúde, passará dos 30GS!

Cacio Luiz Crozariolo
Cacio Luiz Crozariolo
8 dias atrás
Responder para  Helder Cordeiro

Poucos entenderão o sétimo sentido. Muito boa! CDZ forever

Marcelo Guerreiro
Marcelo Guerreiro
8 dias atrás

Parabéns ao Alcaraz, e ao Zverev também, grande espetáculo, não foi um bom jogo. Faltou coragem ao alemão.

Flávio
Flávio
8 dias atrás
Responder para  Marcelo Guerreiro

Acho que faltou mesmo e no 4 e 5 set ele encolheu, mas foi uma boa final e acho que a semi Sinner x Alcaraz foi mais emocionante, pior foi ontem a final feminina que não teve jogo.

Sérgio Ribeiro
Sérgio Ribeiro
8 dias atrás

Aquelas partidas do Big 3 quase sem ENFS , nunca foram com 20 , 21 . Tourinho Assassino com apenas 21 e poucos dias , já bateu em 5 Sets Tenista mais forte que Sasha na FINAL de WIMBLEDON 2023. Carlos Alcaraz entra para história do Tênis, na frente de Bjorn Borg , como um fenômeno indiscutível. Abs!

Jorge Luiz
Jorge Luiz
8 dias atrás
Responder para  Sérgio Ribeiro

Na frente do Borg,eu nunca li tamanho absurdo

Alvaro Armbrust
Alvaro Armbrust
8 dias atrás
Responder para  Jorge Luiz

Ele quis dizer que foi na presença do Borg e não à frente de Borg.

Andrade
Andrade
8 dias atrás
Responder para  Jorge Luiz

Foi Borg entregou o troféu ao campeão de Roland Garros, nessa edição. Foi isso que eu entendi, acho que vc entendeu o “na frente” como se Alcaraz já estivesse em um patamar superior a Borg, mas acho que não foi nesse sentido o “na frente” de Sérgio.

Luiz Neto
Luiz Neto
8 dias atrás

E aquele segundo saque no 30/40 do Alcaraz no 5.set foi dentro ou foi fora?

Caio
Caio
8 dias atrás
Responder para  Luiz Neto

A mídia americana diz q foi dupla falta

Luiz Neto
Luiz Neto
8 dias atrás
Responder para  Caio

Também achei dupla falta, o segundo saque foi fora. Com isso Zverev teria um game a mais e Alcaraz um gane a menos no 4.set e a partida poderia ter um resultado final diferente. Em suma: o árbitro influenciou no resultado final da partida.

Jorge Luiz
Jorge Luiz
8 dias atrás
Responder para  Luiz Neto

Foi dupla e o alemão devolveria a quebra

Luiz Neto
Luiz Neto
8 dias atrás
Responder para  Jorge Luiz

E justamente naquele ponto a checagem de vídeo não mostrou. Creio que para não comprometer mais ainda o árbitro mostrando na hora claramente que ele estava errado e com isso mudou o resultado de um ponto, de um game e talvez de um set, da partida e do título. Era um ponto muito importante. Daí se depreende a necessidade que haja a checagem de vídeo em todas as partidas, pelo menos nos níveis de Grand Slam, Master 1000 e ATP 500.

Valentina
Valentina
8 dias atrás

Que jogo emocionante que os amados fizeram, os dois mereciam muito agora não tem como não gostar do menino Alcaraz que é uma gracinha vê-lo jogar viu gente, hoje teve jogo e ontem não, tenho que concordar mesma que o tênis dos boys estão muito acima das meninas mesmo, não tenho nada contra Iga apesar dela praticar um jogo muito simples e outras, mas a diferença deles com elas é enorme não tem como negar.

Luis Ricardo
Luis Ricardo
8 dias atrás
Responder para  Valentina

o tenis masculino SEMPRE foi superior ao feminino…. vc quer descubrir a roda agora em 2024 ???…ainda assim eu prefiro o feminino…..

Valentina
Valentina
8 dias atrás
Responder para  Luis Ricardo

Ok amado da razão, mas eu prefiro o tênis masculino que está muito melhor e é melhor, aceita que dói menos baby. rsrs.

Marcos Fontes
Marcos Fontes
8 dias atrás

É visivel que o nível do Alcaraz é superior a esses retardatalhos (Sverev, Thiem, Medvedev, Tsitsipas etc.), mas inferior ao Big 3 … com a aposentadoria dos três, Alcaraz tem tudo para sobrar nessa turma. Sverev erra muito em horas impróprias e eleva o nível em outros momentos do jogo, enquanto Alcaraz se mantém no nível constante dele. 3° Grand Slam com 21 anos e possivelmente sem o Big 3, ele tem tudo para acumular Grand Slam nos próximos anos.

Flávio
Flávio
8 dias atrás
Responder para  Marcos Fontes

Aí é claro que é inferior ao big 3 né irmão, mas não acho ele,Alcaraz, tão superior ao Zverev assim não e hoje foi uma final de mais de 4h difícil para ambos.

Lee
Lee
8 dias atrás
Responder para  Marcos Fontes

Alcaraz se encontra na mesma situação do Federer antes da chegada de Nadal e Djokovic estava disputando com Sampras e Agasi em fim de carreira e vencia grand Slam contra Soderling e Andy Roddick. Se não fosse a chegada do Nadal e Djokovic o Federer com certeza ia ter mais de 30 Slam.

José Afonso
José Afonso
8 dias atrás
Responder para  Marcos Fontes

Zverev

David Almeida
David Almeida
8 dias atrás

Alcaraz sem dúvida é um fenômeno e vai sim entrar para a história como um dos grandes. Porém acho que sua carreira não será tão longa quanto do Big Three, mas se não aparecer outros no mesmo nível de Sinner e Alcaraz os dois vão fazer a festa por muito tempo e vão dividir os Grand Slam quase todos os anos.

Jorge Miguel
Jorge Miguel
8 dias atrás

Parabéns ao zverev , parabéns ao alcaraz , parabéns ao Nardini pela narração,agora ponto negativo ,péssimos comentaristas de tênis,torcedores descarados do alcaraz ,nunca assisti um pessoal tão tendencioso assim,eu fosse a ESPN reveria esse conceito de comentarista torcedor .

Arthur
Arthur
8 dias atrás

Boa alcaraz, esse mlk é um fenômeno, vai conquistar mais uns 10 grande slams ainda

Jadir Gonçalves Rodrigues
Jadir Gonçalves Rodrigues
8 dias atrás

Incrível! Parabéns Alcaraz!

RODRIGO
RODRIGO
8 dias atrás

Grande Carlitos! Maior jogador da atualidade e sucessor legítimo do Rei do Tênis : ROGER “THE GOAT” FEDERER!

Paulo Almeida
Paulo Almeida
8 dias atrás
Responder para  RODRIGO

Realidade: os dois são sparrings do GOATaço Djoko. Beiçola não tem um décimo da categoria do sérvio.

Outra cena muito engraçada da história do tênis foi o choro do bebezão em Cincinnati, kkkkkk.

RODRIGO
RODRIGO
8 dias atrás
Responder para  Paulo Almeida

Não fica nervoso não. Daqui a pouco o nanico sérvio ganha um ATP 250 em Belgrado que é o possível pro joguinho feio e limitado dele! Vê se não chora muito com o título do maior do tênis atual!!!

Paulo Almeida
Paulo Almeida
8 dias atrás
Responder para  RODRIGO

Estou bem tranquilo. O gigante sérvio maior atleta já visto não enxerga absolutamente ninguém atrás dele.

24 >>>>>>>>>>> ?

RODRIGO
RODRIGO
8 dias atrás
Responder para  Paulo Almeida

Me enganei. Não tem mais ATP de Belgrado. Então, acho que o Marmitão da Next Gen não vai ganhar mais nada mesmo .Que pena!

José Afonso
José Afonso
8 dias atrás
Responder para  RODRIGO

A inveja dos recordes tá batendo forte aí, hein? Kkkkkk

Luis Vanderley Santana
Luis Vanderley Santana
8 dias atrás
Responder para  Paulo Almeida

Ainda vai chorar muito,torcendo contra o melhor,q é alcaraz

José Afonso
José Afonso
8 dias atrás
Responder para  RODRIGO

Kkkkkkkk

João Lima
João Lima
8 dias atrás

Parabéns ao espanhol, em forma e com fome de vitória é praticamente imbatível. O mais completo hoje do circuito. É bonito vê-lo jogar.

John
John
8 dias atrás

Zverev pipocou em 2020.
Agora pipocou em 2024.
Deixa o cara em paz, não quer ganhar um GS, mas vai seguir com a bela carreira. Mas sem GS.

Luis Ricardo
Luis Ricardo
8 dias atrás
Responder para  John

não é questão de “pípocar” é que tem menos arsenal que o espanhol,,,,assim de simples.

Luiz Neto
Luiz Neto
8 dias atrás
Responder para  Luis Ricardo

O problema do Zverev é que ele é deficiente na rede, erra muitos voleios, alguns até bem fáceis, e mesmo com 1,98 de altura seus esmaches são ruins, teve as vezes que esmachar 3 vezes para fechar um ponto que Alcaraz conseguia devolver seus esmaches.

Flávio
Flávio
8 dias atrás
Responder para  John

Pipocou nada cara ,pois foi um jogo duro e nervoso será que vc não percebeu?

James Garcia
James Garcia
8 dias atrás
Responder para  John

Pipocou feio contra o Thiem que é menos jogador do que as pessoas gostavam de forçar. Hoje contra o Alcaraz ele bateu de frente com um fenômeno foi uma derrota aceitável longe de ter pipocado

João Carreiea
João Carreiea
8 dias atrás

Acho que vai ser difícil Zverev ter nova chance como essa. Parece que lhe falta força. Pancadão. Tinha bola que só fazia passar.

Patricia Peruchin
Patricia Peruchin
8 dias atrás
Responder para  João Carreiea

Acho que lhe falta um técnico…ficar só com a família, sei não…eu noto que homens e mulheres treinados pelos pais , com exceção das irmãs Williams, ficam patinando.. já os que agregam um técnico em geral sobem de patamar, vide a Gauff, o Rune

Flávio
Flávio
8 dias atrás
Responder para  Patricia Peruchin

Rune usa mais a variação, mas o Zverev também usa quando quer e usou um pouco hoje, mas tinha que usa mais pra confundir o Alcaraz ,pois só na força fica muito na pancadaria que acaba ficando previsível e isso só dá certo no tênis feminino porque ele é limitado, por isso que a pancadaria da Iga manda no saibro.

Patricia Peruchin
Patricia Peruchin
8 dias atrás
Responder para  Flávio

Impressionante como tu sai do contexto pra pegar no pé das meninas ,né !

Flávio
Flávio
6 dias atrás
Responder para  Patricia Peruchin

Onde que falei mentira Patrícia?

joel
joel
8 dias atrás

Grande final, parabéns ao Espanhol!!!

Benhamin Goveia
Benhamin Goveia
8 dias atrás

Carlos Alcaraz, o ainda jovem tenista que com suas conquistas evolui a passos largos para ser um dos maiores da história. Está aí mais um grande feito de tamanho inquestionável, conquistado com seu esforço e talento. É inegável que o espanhol é novo fenômeno da mídia e do tênis internacional. Quem ganha com isso somos nós, os amantes do tênis, pois estávamos acostumados a ver o Big Four Jogar.

Benhamin Goveia
Benhamin Goveia
8 dias atrás
Responder para  Benhamin Goveia

O duelo entre Carlos Alcaraz e Alexander Zverev pelo título de Roland Garros confirmou uma anunciada passagem de guarda no tênis, uma vez que a decisão foi a primeira do torneio sem Roger Federer, Rafael Nadal ou Novak Djokovic desde 2004. Nas últimas 19 edições, pelo menos um representante do “Big 3” esteve presente na final.

Wilson
Wilson
8 dias atrás

Joguinho feio.
Pior final de um Slam de todos os tempos.
Parece que combinaram: vc erra agora, depois sou eu.
Federer aposentado, Nadal fora de rítimo, e, Djoko operado, ganhariam esta final.
Zverev, nunca mais ganha um slam.
Venceu o que tem mais recursos.
O placar mostra a ineficiência dos dois.
Obs: o alemão usou camisa AMARELA, para combinar com + uma AMARELADA.
Saudades do big 3.

Valentina
Valentina
8 dias atrás
Responder para  Wilson

Amado você esta exagerando porque foi uma final difícil deles.

Luis Vanderley Santana
Luis Vanderley Santana
8 dias atrás

Bommmmm de mas,alcaraz vai quebrar muitos recordes

José Alexandre
José Alexandre
8 dias atrás

Triste pelo Zverev, que dificilmente vai ter outra chance de ganhar um Slam. Carlitos tem tudo pra ganhar os outros 2 Slans deste ano, mas ainda é cedo pra dizer que ganhará tanto quanto o Big 3.

José Afonso
José Afonso
8 dias atrás
Responder para  José Alexandre

Tem tudo, menos cabeça kkkk

Patricia Peruchin
Patricia Peruchin
8 dias atrás
Responder para  José Afonso

Carlitos não tem cabeça??

JBG
JBG
8 dias atrás

Alexander Zverev perdeu esse Grand Slam no 4° Set. Carlos Alcaraz realmente impressionante apenas 21 anos, já está no Hall da fama. Ganhou em todos pisos. Falta só GS AO. Parabéns, Alcaraz e 1g4.

Jadir Gonçalves Rodrigues
Jadir Gonçalves Rodrigues
8 dias atrás

Parabéns pela vitória em Rolland Garros Carlos Alcaraz!

Reinaldo
Reinaldo
8 dias atrás

O Tourinho segue imbatível!

Fernando Romero
Fernando Romero
8 dias atrás

Depois do set 1 deu pane no sistema da sky aqui em casa. Alguém do grupo teve problema com a sky durante o jogo?

Elmar
Elmar
8 dias atrás
Responder para  Fernando Romero

Nao

Bartolomeu
Bartolomeu
8 dias atrás
Responder para  Fernando Romero

Não, ninguém

Jadir Gonçalves Rodrigues
Jadir Gonçalves Rodrigues
8 dias atrás

Wow! Um novo campeão em Rolland Garros 2024! Parabéns!!!

Gabriel
Gabriel
8 dias atrás

Dupla falta e 2-2. Que roubo. Decisão interferiu diretamente no resultado.

Jorge Luiz
Jorge Luiz
8 dias atrás
Responder para  Gabriel

Concordo

Jadir Gonçalves Rodrigues
Jadir Gonçalves Rodrigues
8 dias atrás

Carlos Alcaraz segue fazendo História! Que venha Wimbledon!

Flávio
Flávio
8 dias atrás

Sem Djokovic em Wimbledom, então acho que até o Murray se animou para tentar ganhar Wimbledom,né. kkkk

Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
8 dias atrás

Apenas 19 comentários após uma final de slam? Realmente, o BIG 3 é diferente. E digo mais: a maioria só vai torcer para o espanhol na esperança dele bater o recorde de 24 majors de Djoko. No entanto, não são torcedores de verdade, é tudo terceirizado.
Algo parecido aconteceu depois do início eletrizante de Sinner em 2024.

Rafael Stuart
Rafael Stuart
8 dias atrás

O antipático Djokovid deve está se remoendo.

Jorge Luiz
Jorge Luiz
8 dias atrás
Responder para  Rafael Stuart

Nossa ele acabou de ler o seu comentário e nem vai dormir a noite

Nei Costa
Nei Costa
8 dias atrás

E Djokovic segue sendo o único campeão de RG tendo Nadal na chave. Geração 90 segue decepcionado.

Cabelão de Boneca 2024
Cabelão de Boneca 2024
8 dias atrás
Responder para  Nei Costa

O Nadal não jogou esse ano? O Nadal não jogou em 2009?

Fábio
Fábio
8 dias atrás

Te segura aí Dioco. Alcaraz vem vindo forte! Faltam “apenas” mais 21 slams… KKKKKKKKKKKKKKKKKK. Ps… Olha Zé…. outra chance perdida Zé…. KKKKKKKKKKK

Caio
Caio
8 dias atrás

Djokovic teria ganho fácil desses dois ,torci pro alcaraz mas ele teve ajuda do árbitro hein ,não marcar aquela dupla falta foi vergonhoso

Luiz Neto
Luiz Neto
8 dias atrás
Responder para  Caio

Verdade. Concordo. O árbitro prejudicou Zverev.

Bernou
Bernou
8 dias atrás

O jogo não foi lá essas coisas… Pela idade que tem, se não aparecer mais nenhum tenista novo, Alcaraz pode chegar a uns 30 Grand Slams, ainda mais que ele pode evoluir mais. Mas, não acredito que ele chegue ao nível do Federer, o GOAT. O cara que um dia chegará próximo ao nível do Federer ainda não apareceu.

Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
8 dias atrás
Responder para  Bernou

20 < 24

Paulo Almeida
Paulo Almeida
8 dias atrás
Responder para  Bernou

Já apareceram dois bem melhores que o dominaram: o GOAT Djoko e Nadal.

Jorge Luiz
Jorge Luiz
8 dias atrás
Responder para  Bernou

Meu Deus quanto fanatismo

Luiz Neto
Luiz Neto
8 dias atrás
Responder para  Bernou

Esqueceu que o Sinner é o nº 1 ?

José Afonso
José Afonso
8 dias atrás
Responder para  Bernou

Conta mais piadas, pois vc tem talento, essa foi muito boa kkkkkk

Kauê
Kauê
8 dias atrás

Hoje ficou provado que o Zverev merece terminar a carreira sem um título de slam. Dava para ganhar RG desta vez, mas ele foi um bananão. Méritos do Alcaraz, que não é um perdedor e venceu um cara que é perdedor quando o assunto é Grand Slam.

Flávio
Flávio
8 dias atrás
Responder para  Kauê

Kaue o jogo foi duro cara, ali foi mais mérito do Alcaraz e acho que o Zverev perdeu intensidade no 4 e 5 set devido o excesso de jogos que acumulou.

JClaudio
JClaudio
8 dias atrás

Grande vitória de Alcatraz, um fenômeno.
Para aqueles que ainda vivem do passado e acham que a final não foi tudo isso, lembramos.
2023- Djokovic ganhou do Rudd de 3×0 (num jogo medonho).
2022-Nadal ganhou do Rudd (de novo) por 3×0 (com direito a 6×0).
Na dlfinal de 2000, jogaram Djokovic x Nadal…o jogo foi 3×0 (com um set de 6×0 para o espanhol).
Alguém pode lembrar da vitória de 2021 do Djokovic sobre o Tsitsipas por 3×2 (na época fazia 16 anos que não acontecia um 3×2 na final, a última tinha sido Gaudio x Coroa), a partida entre o servio e o grego tecnicamente foi fraca, culpa do grego, que travou.
Mesmo com o big 3, Roland Garros sempre teve finais fracas.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
8 dias atrás
Responder para  JClaudio

As finais com DjokoGOAT foram maravilhosas, caro Periferia. Toda a categoria do sérvio foi posta à mostra, diferentemente de hoje, com um pior do que o outro.

JClaudio
JClaudio
8 dias atrás
Responder para  Paulo Almeida

Sei não,Paulinho.
Hoje os dois jogadores tiveram momentos excelentes, o problema é que não foi ao mesmo tempo.
Os exemplos citados (coloquei o jogo do Nadal e Djokovic no ano 2000, corrigindo 2020) não foram bons.
Raramente uma final de slam é memorável, claro que tem grandes finais, a maioria é ruim, lembramos apenas daquelas espetaculares.

Marlon
Marlon
8 dias atrás

Cara, que decisão esquisita. Os dois falhando. Jogo travado. Sei não hein, mas se Djoko fosse inteiro pra decisão, poderia ganhar. Não foi a final que esperávamos que fosse. Mas, parabéns ao espanhol. Só falta 21 Gran slam pra empatar com o Goat!

Cabelo de Boneca 2024
Cabelo de Boneca 2024
8 dias atrás

Djokozetes voltem no US Open. Sem mais comentários.

José Afonso
José Afonso
8 dias atrás
Responder para  Cabelo de Boneca 2024

Só uma lesão mesmo pra vcs ficarem tranquilos dele não faturar mais um slam, rs

helio
helio
8 dias atrás

Parabens Alcaraz é muito bom vê-lo jogar porque voce tem muita tecnica variação e alegria na sua forma de jogar. Realmente dá prazer vê-lo em quadra

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Alcaraz e Murray: treino entre campeões em Queen's

Os melhores lances da campeã Boulter na grama de Nottingham

PUBLICIDADE