PLACAR

Zverev volta a bater De Minaur e joga sua 4ª semi de RG

Foto: Philippe Montigny/FFT

Paris (França) – Pelo quarto ano consecutivo, Alexander Zverev disputará a semifinal de Roland Garros. O alemão garantiu vaga na penúltima rodada em Paris depois de confirmar o favoritismo na partida desta quarta-feira contra o australiano Alex de Minaur, com parciais de 6/4, 7/6 (7-5) e 6/4 em 2h58 de partida. Esta foi a oitava vitória de Zverev em dez jogos contra o rival no circuito.

Ainda em busca de seu primeiro título de Grand Slam, Zverev disputou apenas uma final, no US Open de 2020. Atual número 4 do mundo aos 27 anos, o alemão perdeu outras seis semifinais de Slam que disputou, uma delas no início da temporada, na Austrália. Ele tem a chance de terminar o torneio na terceira posição do ranking se conquistar o título e contar com derrota do espanhol Carlos Alcaraz na semifinal.

O adversário de Zverev na semifinal da próxima sexta-feira será o norueguês Casper Ruud, número 7 do mundo e que nem precisou entrar em quadra, beneficiado pela desistência de Novak Djokovic por lesão no joelho direito. Zverev e Ruud já se enfrentaram quatro vezes, com duas vitórias para cada lado. O norueguês tenta alcançar sua terceira final seguida em Roland Garros.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Superado nas quartas de final em Paris, De Minaur chegou às quartas de final de um Grand Slam pela segunda vez aos 25 anos. O australiano só havia alcançado essa fase no US Open de 2020. Durante a boa campanha em Paris, eliminou o top 5 russo Daniil Medvedev. A projeção oficial da ATP indica que ele pode igualar o melhor ranking da carreira, o nono lugar, ou até atingir a inédita oitava posição, dependendo dos resultados de Ruud.

Vindo de jogos longos, Zverev conseguiu administrar energia

Zverev vinha de duas batalhas de cinco sets em Roland Garros, contra o holandês Tallon Griekspoor na terceira rodada e diante do dinamarquês Holger Rune nas oitavas. E por isso, era fundamental administrar energia e minimizar o desgaste. E mesmo enfrentando alguns problemas no saque, especialmente quando dependia do segundo serviço, e cometendo erros com forehand nos ralis de fundo, o alemão prevalecia nos pontos mais importantes.

A primeira quebra da partida veio logo cedo. Zverev saiu vencendo por 2/1. Embora tenha cedido o empate de imediato, o alemão não demorou para recuperar a vantagem e também não teria mais o saque ameaçado até o fim do set. No início do segundo set, Zverev voltou a quebrar e fez 3/2. Mas De Minaur, reconhecido por sua solidez nos ralis de fundo, conseguiu equilibrar as ações, especialmente depois de incorporar mais slices, tentando quebrar o ritmo do jogo agressivo do alemão.

De Minaur teve set-point na segunda parcial

O australiano buscou o empate e chegou a ter um set-point quando liderava por 6/5, mas Zverev conseguiu um bom saque e foi agressivo desde o início do ponto, embora tenha mostrado também muita paciência para executar um smash em hora tão importante. No começo do tiebreak, o alemão cometia muitos erros com o forehand e saiu perdendo por 4-0. Ele chegou a diminuir a diferença para 4-3 e só buscou o empate no 5-5. Em mais um ponto muito importante, sustentou um rali com 39 trocas de bola para passar à frente no tiebreak e fechar o set.

As oportunidades perdidas pesaram para De Minaur, nitidamente frustrado no início do terceiro set. Zverev voltou a quebar e chegou a abrir 5/2. Só então, o australiano conseguiu fazer um game de saque mais seguro, além de ter devolvido a quebra quando o alemão sacava para o jogo, contando mais uma vez com o forehand errático do rival. Faltava ainda para De Minaur manter o saque mais uma vez e passar a pressão para o outro lado, mas ele não conseguiu cumprir essa missão e sofreu uma nova quebra que definiu o jogo.

14 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Fernando Venezian
Fernando Venezian
12 dias atrás

Mesmo sem o Djoko, as semis serão incríveis! Só jogaço!!!

José Alexandre
José Alexandre
12 dias atrás

Falta só mais 2 pro Zé.

Renato
Renato
12 dias atrás
Responder para  José Alexandre

Será que chega? Vou torcer.

Groff
Groff
12 dias atrás
Responder para  Renato

Me 2!

Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
12 dias atrás

Go Sacha.

jose carlos
jose carlos
12 dias atrás

No fim deu a lógica e se classificaram os quatro favoritos!

Caio quintas
Caio quintas
12 dias atrás

Na torcida por ele

JClaudio
JClaudio
12 dias atrás

O jogo do Zverev e De Minaur foi o retrato da “consistência”.
Bola para lá, bola para cá, balão aqui, balão ali.
Ainda bem que terminou em 3 sets (mais de 3 horas).
Estariam jogando até agora caso o jogo se prolongasse.
Tem quem gosta.

Devanor
Devanor
12 dias atrás

No masculino nem uma novidade
Dois jogacos
No feminino é imprescindível
Kkkk

Emerson
Emerson
12 dias atrás
Responder para  Devanor

Imprevisível seria ?

Guilherme E.S. Ribeiro
Guilherme E.S. Ribeiro
12 dias atrás

Ganhou o favorito. Será a 8º semifinal de Grand Slam do alemão, a 4º em RG. Ruud disputará sua 4º semi de Slam, a 3º RG.

Gerson
Gerson
12 dias atrás

Com exceção de Djokovic (pena que se lesionou), deu a lógica na minha opinião: os 4 jogadores que mais tem chances de faturar RG (Ruud, Zverev, Alcaraz e Sinner). Não consigo enxergar um franco favorito, assim como Nadal costumava a ser. Detalhe: não se deve menosprezar Ruud, pois a sua disciplina tática e consistência pode complicar Zverev. A conferir.

Sergio
Sergio
12 dias atrás

Minha opinião é a seguinte: acho que o Alcaraz passa pelo Sinner e o Zverev passa pelo Rudd. Aí, a final seria: Alcaraz X Rudd.
Meu palpite: Alcaraz é o favorito para levar o título.
Apenas um palpite baseado no que vem jogando o Zverev e na subida do jogo do Alcaraz.
Vamos ver!

Renato
Renato
12 dias atrás
Responder para  Sergio

É um bom palpite. Eu acho que Sinner e Alcaraz estão muito bem e tem tudo para ser um grande jogo. Do outro lado, dois caras com boa experiência, em busca do Slam que ainda não ganharam.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Alcaraz e Murray: treino entre campeões em Queen's

Os melhores lances da campeã Boulter na grama de Nottingham

PUBLICIDADE