PLACAR

Zverev e Hurkacz sofrem, mas sobrevivem em Paris

Foto: Corinne Dubreuil/ATP Tour

Paris (França) – Dois fortes postulantes às três vagas que ainda restam para o ATP Finals, o alemão Alexander Zverev e o polonês Hubert Hurkacz tiveram bastante trabalho em suas respectivas estreias no Masters 1000 de Paris, nesta terça-feira. Ambos precisaram batalhar por três sets e no final conseguiram sobreviver, garantindo um lugar na segunda rodada e mantendo firme o sonho de ir para Turim.

Cabeça de chave número 10, Zverev não fez um grande começo de jogo contra o húngaro Marton Fucsovics, que vinha já acostumado do quali e chegou a largar na frente, vencendo o primeiro set. Só que o alemão lutou até o fim e mesmo não estando em um dia muito inspirado, buscou a virada com o placar final de 4/6, 7/5 e 6/4, após 2h37 de batalha.

Apenas um ou dois pontos fizeram a diferença. Ele estava jogando muito bem e taticamente foi incrível. Seu slice estava efetivo enquanto eu ainda não estava sabendo lidar com a quadra aqui. Foi um jogo muito duro e estou feliz de ter seguido adiante. Consegui achar meu nível e fico feliz com isso”, destacou Zverev, que agora pega o norte-americano Marcos Giron ou o francês Ugo Humbert.

Primeiro fora da zona de classificação para o Finals, Hurkacz manteve vivas suas chances depois de uma suada vitória por 2 sets a 1 contra o norte-americano Sebastian Korda, contra quem marcou parciais de 6/3, 6/7 (6-8) e 6/3, em 2h09 de confronto. O polonês terá pela frente o experiente espanhol Roberto Bautista, contra quem já jogou quatro vezes e perdeu três, mas levou a melhor na última.

O resultado aproxima Hurkacz do dinamarquês Holger Rune, por enquanto o oitavo e último na zona de classificação para Turim. A distância entre eles no momento é de 180 pontos. Por sua vez, Zverev está um pouco mais à frente, é o sétimo com 250 pontos de vantagem para Rune.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Alcaraz e Murray: treino entre campeões em Queen's

Os melhores lances da campeã Boulter na grama de Nottingham

PUBLICIDADE