PLACAR

Zverev destaca segundo set e avisa que quer ser campeão

Foto: Philippe Montigny/FFT

Paris (França) – Pelo quarto ano seguido, o alemão Alexander Zverev está nas semifinais de Roland Garros, garantindo a vaga na atual edição do torneio ao bater o australiano Alex de Minaur na última quarta-feira. Após o triunfo por 3 sets a 0, ele destacou a importância de ter vencido o tiebreak do segundo set para sair com o resultado positivo.

“Ganhar aquele set foi muito importante para mim. Senti que estava bem fisicamente e que poderia voltar a jogar mais um jogo de cinco sets sem problemas. Também sabia, claro, que é melhor fazer isso porque a acaba custando a longo prazo. Era importante tentar vencer em sets diretos, queria reservar toda a minha energia para as semifinais”, falou Zverev, que vinha de dois jogos seguidos de cinco sets.

O alemão contou que ficou calmo apesar de sair perdendo por 4-0 no tiebreak do segundo set. “Sabia que as condições da quadra hoje seriam muito lentas, que seria extremamente difícil conseguir bolas vencedoras e que em alguns momentos os pontos iriam longe. Estava focado nisso no tiebreak”, destacou o atual número 4 do mundo

“Talvez hoje o saque não tenha desempenhado um papel tão importante como nos outros dias porque a quadra estava muito, muito lenta. Quando você está 0-4 no tiebreak, conseguir finalmente vencer dá uma ótima sensação. É muito melhor esta vencendo por 2 sets a 0 do que estar empatando por 1 a 1”, acrescentou Zverev.

Sonhando alto em Paris e de olho no título

Jogador mais consistente em Roland Garros nos últimos anos, Zverev quer enfim passar das semifinais e sonha com o título. “Estou de volta às semifinais aqui, isso me dá muito orgulho. Está claro que quero vencer aqui algum dia. Quero estar na final. Esse é o meu principal objetivo. Se falarmos sobre o meu nível hoje, foi um jogo muito bom da minha parte e estou feliz por estar onde estou”, comemorou.

Seu próximo rival será o norueguês Casper Ruud, duas vezes vice-campeão no saibro parisiense e também com um vice no US Open. “Ele é um grande jogador. Duas finais consecutivas aqui, agora está em sua terceira semifinal consecutiva, isso diz tudo. Ele é um dos melhores tenistas nesta superfície. Vou precisar mostrar meu melhor tênis para ter alguma chance”.

Zverev fala sobre o julgamento na Alemanha

Acusado de violência doméstica pela ex-namorada e mãe de seu filho, Zverev disse que não pensou em perder o torneio para se defender em Berlim. “Eles me deixaram bem claro desde o início que eu não precisaria estar lá. Acho que tudo está indo na direção certa. Tudo está indo muito bem da minha parte, do meu ponto de vista. Não há muito mais a dizer”, afirmou.

Questionado se em algum momento pensou que alguma das entidades que comandam o tênis mundial poderia tê-lo impedido de competir em Roland Garros, o alemão foi curto e grosso: “Não. Por quê? Não há razão”.

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Aryno Swionteko
Aryno Swionteko
11 dias atrás

Tem que avisar o Sinner e o Alcaraz… mas primeiramente também tem que avisar o Ruud….. Olha Zé….Óia Zé… kkkkkkkkkk

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Alcaraz e Murray: treino entre campeões em Queen's

Os melhores lances da campeã Boulter na grama de Nottingham

PUBLICIDADE