PLACAR

Zidansek herda vaga de Kvitova no AO; Pigossi ainda longe

Melbourne (Austrália) – Com a desistência da tcheca Petra Kvitova, que anunciou na virada do ano uma pausa na carreira para se tornar mãe, a eslovena Tamara Zidansek herdou a vaga da bicampeã de Wimbledon na chave principal do Australian Open. Aos 26 anos, ela jogará o torneio pela sexta vez consecutiva.

Hoje fora do top 100, Zidansek foi semifinalista de Roland Garros em 2021 e teve como melhor ranking o 22º lugar em fevereiro do ano seguinte, pouco depois de alcançar a terceira rodada em Melbourne, seu melhor resultado na competição.

Com isso, em caso de uma nova desistência, a próxima jogadora da lista a entrar diretamente na chave principal do primeiro Grand Slam da temporada será a britânica Emma Raducanu. Embora o ocupe hoje apenas o 301º posto, a campeã do US Open de 2021 está usando o ranking protegido que lhe daria a condição de número 103, e portanto elegível para disputar o Aberto da Austrália sem precisar disputar o qualificatório.

Por sua vez, a paulista Laura Pigossi seria ainda a sétima na lista de espera, já que ocupava a 109ª posição da WTA quando o ranking foi fechado para inscrições no Aberto da Austrália, no dia 4 de dezembro do ano passado.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Wimbledon seleciona os melhores backhands de 1 mão

Os históricos duelos entre Serena e Venus em Wimbledon

PUBLICIDADE