PLACAR

Wozniacki cede apenas um game e revê última algoz

Foto: Credit One Charleston Open

Charleston (EUA) – Convidada para a disputa do WTA 500 de Charleston, a ex-número 1 do mundo Caroline Wozniacki estreou com uma vitória bastante tranquila. A dinamarquesa precisou de apenas 1h para vencer a lucky-loser norte-americana McCartney Kessler por 6/1 e 6/0. O evento é o único da temporada em quadras de har-tru (saibro verde).

Durante a tranquila estreia, Wozniacki liderou a estatística de winners por 18 a 4 e cometeu 13 erros não-forçados contra 20. Ela venceu todos os 10 pontos que disputou na rede, conseguiu seis quebras e só enfrentou um break-point. “Eu tentei focar no meu próprio jogo. Estava há cinco anos sem jogar no saibro e estou tentando ainda recuperar a movimentação ideal. Mas tudo veio muito natural para mim”.

Wozniacki foi campeã de Charleston em 2011 e disputou outras duas finais, a primeira ainda em 2009 e a outra em 2019, a mais recente que ela alcançou antes de parar de jogar. A jogadora de 33 anos ficou três temporadas e meia longe do circuito e voltou em agosto do ano passado. Ela aparece atualmente no 126º lugar do ranking.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

“Não há como não amar esse torneio, é muito especial. Todas as tenistas amam jogar aqui. Já fazia algum tempo que eu não vinha. O estádio principal é novo. Quando cheguei, não sabia onde eram os vestiários e o players lounge. Mas é muito bom ver o quanto esse torneio cresceu e ver tantas crianças assistindo aos jogos”, disse Wozniacki, que agora enfrenta a ucraniana Anhelina Kalinina, sua algoz em Miami há duas semanas, numa partida de mais de 3h.

Pegula, Sakkari e Svitolina conhecem rivais
Principal cabeça de chave em Charleston e número 5 do mundo, Jessica Pegula terá um duelo norte-americano contra Amanda Anisimova, que venceu a francesa Alizé Cornet por 6/3 e 6/0. Pegula venceu o único duelo anterior contra Anisimova, disputado em Nova York no ano de 2020. No mesmo setor da chave, a polonesa Magda Linette bateu a croata Petra Martic por 6/3 e 6/4, confirmando o duelo com a ucraniana Dayana Yastremska.

Também definidas as adversárias de Maria Sakkari e Elina Svitolina. Cabeça 3 do evento e sétima do ranking, Sakkari enfrenta a búlgara Viktoriya Tomova, 74ª colocada, que derrotou a egípcia Mayar Sherif por 6/4, 3/6 e 6/2. A grega lidera o histórico por 2 a 1. Já a ucraniana, 17ª do mundo, encara a australiana Daria Saville, 107ª que venceu a alemã Tamara Korpatsch por 6/4, 3/6 e 6/2. Svitolina lidera o histórico por 7 a 2.

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
João Sawao ando
João Sawao ando
13 dias atrás

Carol voltando…sera?

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja os melhores lances da rápida final masculina de Miami

Collins segura os nervos e bate Rybakina: veja o melhor da final

PUBLICIDADE