PLACAR

Wild: “Posso enfrentar qualquer jogador do circuito”

Foto: Juarez Santos

Miami (EUA) – Depois de vencer sua partida de estreia na chave principal do Masters 1000 de Miami, Thiago Wild já pensa em seu próximo compromisso. O número 1 do Brasil e 76º do mundo desafia o norte-americano Taylor Fritz, 13º do ranking e cabeça 12 em Miami. Ele tenta vencer um top 15 pelo segundo torneio seguido, depois de ter superado o russo Karen Khachanov em Indian Wells.

“O Fritz é um grande sacador, agressivo e um dos melhores do circuito. Mas estou me sentindo bem, confiante. Já mostrei que posso enfrentar qualquer jogador do circuito. Vou sentar com meu técnico, Duda Matos, e traçar uma estratégia para a partida contra ele”, avaliou Wild, que veio do quali em Miami e deve voltar a jogar na próxima sexta-feira.

O paranaense de 24 anos comemorou o bom desempenho na vitória sobre o português Nuno Borges, 61º do ranking, por 6/4 e 7/5 nesta quarta-feira. O rival havia vencido o challenger de Phoenix na última semana. “Fiz um bom primeiro set, mas o Nuno é um cara consistente, erra muito pouco e vem de um título”.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

“Ele devolve muito bem e eu sabia que o 1º saque era importante. Perdi um pouco a concentração no início do segundo set e ele aproveitou para me quebrar, mas consegui voltar pro jogo, retomar a tranquilidade para fechar”, acrescentou o representante brasileiro na chave.

Esta foi a terceira vitória de Wild em chaves principais de Masters 1000 na carreira. As duas primeiras foram há duas semanas, em Indian Wells. Ele está somando 50 pontos no ranking pela campanha em Miami, são 20 pelas vitórias no quali e mais 30 por ter vencido um jogo na chave principal. Com isso, se reaproxima do melhor ranking da carreira, o 65º lugar, alcançado no início deste mês.

48 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Ruhtra
Ruhtra
3 meses atrás

Será que temos um novo guga

Trampe
Trampe
3 meses atrás
Responder para  Ruhtra

Se o Wild chegasse a top20 já seria fantástico. Não vou exigir que ele chegue no nível de um Guga ou Alcaraz, mas se consegur, melhor ainda.

Felipe
Felipe
3 meses atrás
Responder para  Trampe

Top20 é absurdo, e a galera apavorada o Belluci… foi o 2⁰ melhor da nossa história. 4 títulos de ATP,e top20 do mundo , com vitórias sobre Murray, Ferrer…. ganhou sets do Djoko, do Federer…..

Ivan
Ivan
3 meses atrás
Responder para  Felipe

O Bellucci não foi top 20.

SANDRO
SANDRO
3 meses atrás
Responder para  Ruhtra

Óbvio que NÃO!!! GUSTAVO KUERTEN é TRICAMPEÃO de Roland Garros, porém, WILD nunca sequer chegou perto disso!!!

Guilherme do ES Ribeiro
Guilherme do ES Ribeiro
3 meses atrás
Responder para  Ruhtra

Não. Nem de perto. Muito longe disso

Xico Tripas
Xico Tripas
3 meses atrás
Responder para  Ruhtra

Wild não será sequer “um novo Belucci”.

O realista
O realista
3 meses atrás
Responder para  Xico Tripas

Se ele levar mais 3 atps, já iguala o Bellucci. Tem mais ums 8 anos para jogar em alto nível… totais condições de superar.

Marcos Antonio Vargas Pereira
Marcos Antonio Vargas Pereira
3 meses atrás
Responder para  O realista

Se levar mais 3 ATP , se manter no TOP 30 por 4 anos , Quartas de olimpiada , Oitavas de GS , ganhar de dezenas de jogadores TOP , aí ele chega no Bellucci . Se ele for numero 1 do mundo , ganhar 3 GS , 1 Finals , aí ele chega no Guga. Detalhe Bellucci com 21 anos já era TOP 30.

O realista
O realista
3 meses atrás

Mas aí são só parâmetros secundários. Se for ver parâmetros secundários, sou mais a semifinal do Fininho em Roland Garros e Olimpíadas que esses dados do Bellucci.

Marcos Antonio Vargas Pereira
Marcos Antonio Vargas Pereira
3 meses atrás
Responder para  O realista

Não são secundários , principalmente terminar 5 anos como TOP 40, 5 anos é consistencia. Secundario é ganhar um ATP e depois não ter consistencia.

Última edição 3 meses atrás by Marcos Antonio Vargas Pereira
Haroldo Guimaraes
Haroldo Guimaraes
3 meses atrás
Responder para  O realista

parametros secundarios….kkkkkkkk, essa eh nova no seu repertorio….acho que vc tem ao lado um Aurelio para tentar responder o impossivel. Cai na real Realista. Melhor , daqui 4 anos, ai podemos comparar com os 5 anos de Bellucci, parabens ao Wild se conseguir chegar lah

Trampe
Trampe
3 meses atrás
Responder para  O realista

O Wild já está a 130 pontos do top 50 e não tem nada pra defender em março e abril. Ou seja, mesmo se ele perder do Fritz, se até abril ele fizer 2 resultados de 70 pontos, ele entra no top 50. Está pertinho de conseguir essa marca. Aí em maio ele tem que defender 17 pontos do CH de Coquimbo, 50 do CH de Buenos Aires e 32 do CH de Turim.

Haroldo Guimaraes
Haroldo Guimaraes
3 meses atrás
Responder para  Trampe

Lembre-se que os caras atras e na frente tb jogam tenis e dos bons, e nao vao ficar parados 2 meses, entao reveja sua teoria. Considere uns 30 atras dele e uns 30 na frente no minimo. se ficar no top 60 ja esta excelente. Se chegar numa semi em Miami, nem precisa desses calculos…..tem muito se no tenis

Gil
Gil
3 meses atrás
Responder para  Ruhtra

Não. Com essa idade, Guga tinha faturado 2 Roland Garros e caminhava para ser #1 do ranking e figura carismática de alcance mundial… se for um próximo a Belucci, já será um grande feito!!

Fernando romero
Fernando romero
3 meses atrás
Responder para  Ruhtra

Falta cabeça e jogo. Não chega nem perto

Gusmão
Gusmão
3 meses atrás

Contra Fritz, tem que variar, tem que vazer ele correr e desestabilizar como fez com Kacha.

A torcida Brasileira é mais atuante.

Força Wild.

Alex Barros
Alex Barros
3 meses atrás
Responder para  Gusmão

A torcida brasileira é atuante, mas o jogo é na casa do americano, aí complica um pouco kkk

Refaelov
Refaelov
3 meses atrás
Responder para  Gusmão

Justamente, o plano de jogo será parecido com o contra o Caixa 9, principalmente obrigar o americano a bater na bola na corrida sempre q possível

Rob
Rob
3 meses atrás

Acho complicado confundir confiança com pretensão…enfim…a ver

hyrata hykeno abe
3 meses atrás

Gosto dessas declarações do Wild! Vai, garoto!

Xico Tripas
Xico Tripas
3 meses atrás

Acho que o Wild pode ganhar o jogo contra o Fritz

Vitor
Vitor
3 meses atrás
Responder para  Xico Tripas

Não ganha

Paulo Vinícius da Silva Reis
Paulo Vinícius da Silva Reis
3 meses atrás

Boa! Tem que seguir com essa mentalidade

Ricardo
Ricardo
3 meses atrás

seria uma tremenda zebra, mas …

Paulo Mala
Paulo Mala
3 meses atrás

Quando o Bellucci e o Monteiro começaram com esse discurso de que podem vencer qualquer um, só foram ladeira abaixo.
Espero que seja diferente agora.

André Aguiar
André Aguiar
3 meses atrás
Responder para  Paulo Mala

O Bellucci esteve muito mais próximo de realizar esse discurso do que o Monteiro. Afinal, o canhoto do Tietê ganhou do Murray, Berdych, Ferrer, Nishikori, Verdasco e Tipsarevic, quando todos eram top 10. E ainda dos então top 20 Goffin, Monfils, Ljubicic, Feliciano Lopez e Fernando González e dos então top 30 Wawrinka e Isner.
E fez jogos parelhos, perdendo de 2×1, contra o Federer (duas vezes) e Djokovic (três vezes).

Juscelino Pinho
Juscelino Pinho
3 meses atrás

Confiança é o que não falta. Já é um bom começo.

Ana
Ana
3 meses atrás

Sim. Pode. Mas precisa enfrentar e vencer.

Carlos
Carlos
3 meses atrás

Ele só não pode olhar para o bosque do Fritz, se não vai ser fritado pela barby .

Antônio Luiz Júnior
Antônio Luiz Júnior
3 meses atrás

Muita calma nesta hora. Já li comentários aqui chamando WILD de o novo GUGA. Menos, muito menos. Não vai fazer bem a ele, e muito menos vamos nos enganar neste sentido. WILD está mais consistente, tem uma direita poderosa, mas, também tem muito o que melhorar como tenista ainda, inclusive o saque. Acredito que tem jogo para chegar a TOP 50, Quanto mais consistente for o seu crescimento, mais ele terá chances de se manter entre os melhores. TAYLOR FRITZ jogando em casa é muito forte, e tem contra si o favoritismo. WILD vai jogar sem pressão, o que é muito. um passo de cada vez, como deve ser…

João
João
3 meses atrás

Ganha do Fritz, depois perde do Hugo Delien…

João Jr
João Jr
3 meses atrás

Acho o Wild bem esforçado e torço para que ele continue evoluindo, mas sinceramente acho as chances dele bem reduzidas contra o Fritz. Se ele conseguir chegar no top50 e se manter, será um belo feito.

Cleanto Farina Weidlich
Cleanto Farina Weidlich
3 meses atrás

… muitas vitórias maiusculas iguais, ficamos sempre na torcida pelo teu melhor desempenho, sem esquecer que é um contra um, então dá pra vencer!!!

Felipe
Felipe
3 meses atrás

Show, parabéns, garoto tem jogo pra se manter top 50 tranquilamente
Quem sabe até alguns picos de top 30

Paulo Lara
Paulo Lara
3 meses atrás

Mimado
Precisa amadurecer

Othon Carvalho
Othon Carvalho
3 meses atrás
Responder para  Paulo Lara

Já melhorou, na minha opinião, mas ainda tem muito q evoluir…

Que siga neste caminho!

Julio Cesar
Julio Cesar
3 meses atrás

enfrentar todos podem… derrotar é outro papo

Joselito
Joselito
3 meses atrás

Fritz tem um grande saque. Se essa arma falhar, Wild tem grandes chances, pois nas trocas tem ido muito bem.

Gil
Gil
3 meses atrás

Enfrentar, pode, claro. Vencer, também; mas aí precisa fazer toda a lição de casa, ir além do trivial.

LRSantis
LRSantis
3 meses atrás

Eu também!

Fabio Duarte
Fabio Duarte
3 meses atrás

Sem chance ,pode sim ganhar de alguns tops,mas terá que melhorar muito seu jogo instável de ser

Neto
Neto
3 meses atrás

Não nesse jogador!! Talvez num outro. Mas não tem jeito, temos que esperar. E quando e se aparecer, nós veremos.

Gabriel
Gabriel
3 meses atrás

Calma garoto

Gusmão
Gusmão
3 meses atrás

Força Wild.

Força Brasileiros.

Horacio
Horacio
3 meses atrás

6-3 -6-1

Scott
Scott
3 meses atrás

Cabelo de boneca vai a loucuuuuura

Marcelo Marins
Marcelo Marins
3 meses atrás

Nossa !
Para que tantas críticas sem fundamentos encima do garoto. Acho que vocês não acompanham a carreira do Wild, não estão assistindo seus jogos por isso não estão vendo como está jogando bem.Tem potencial pra ser top 20 sim, e como ele mesmo disse, pode ganhar de qualquer um. Lembrando que o Medvedev já sentiu na pele a força dele.
Vamos Thiago Wild, você hoje é o melhor do Brasil!

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE