PLACAR

Wild mantém ascensão e fica perto de melhor marca

Londres (Inglaterra) – Por pouco o paranaense Thiago Wild não conseguiu igualar sua melhor marca no ranking. Mesmo sem competir na semana passada, ele ganhou duas posições na ATP e agora é o 107º do mundo, apenas uma colocação abaixo da melhor da carreira. Em 2020, ele chegou a ser o 106º do mundo.

Também subiu um pouco o atual número 2 do país, o cearense Thiago Monteiro, que melhorou uma posição e foi para o 115º posto. Um pouco mais embaixo, o paulista Felipe Meligeni sofreu queda de quatro lugares e aparece no momento na 170ª colocação na ATP.

Fechando o top 5 brasileiro no ranking, o paulista Matheus Pucinelli se manteve firme no 302º lugar, enquanto o pernambucano João Lucas Reis amargou uma dura queda de 17 posições, saindo do top 300 para ocupar nesta segunda a 304ª posição.

Quem se deu bem nesta semana foi o gaúcho Orlando Luz, que melhorou 18 posições e agora é o 443º do mundo. Em contrapartida, o paulista Gabriel Décamps, que segue afastado para cuidar da saúde mental, perdeu 82 colocações e está perto de deixar o top 600, ocupando o 591º posto.

Veja o top 10 brasileiro na ATP:

Thiago Wild – 107º (+2)
Thiago Monteiro – 115º (+1)
Felipe Meligeni – 170º (-4)
Matheus Pucinelli – 302º
João Lucas Reis – 304º (-17)
Eduardo Ribeiro – 332º – (+1)
Gustavo Heide – 343º
Daniel Silva – 405º (-3)
Orlando Luz – 443º (+18)
Mateus Alves – 456º (-2)

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE