PLACAR

Wild é superado por Dellien na estreia em Córdoba

Foto: Cordoba Open

Córdoba (Argentina) – A temporada de torneios no saibro sul-americano não começou boa para Thiago Wild. O número 1 do Brasil e 81º do mundo foi eliminado na estreia do ATP 250 de Córdoba, superado pelo boliviano Hugo Dellien, 112º do ranking, por 6/4, 2/6 e 6/3 em 2h27 de partida nesta segunda-feira.

Esta foi a quarta vitória seguida de Dellien sobre Wild no circuito. Ano passado, o boliviano já havia levado a melhor no quali de Córdoba e na final de um challenger em Santiago. No cômputo geral, são cinco vitórias de Dellien em oito jogos. Seu próximo rival será o argentino Sebastian Baez, cabeça 2 do evento.

Em seis jogos neste início de temporada, Wild tem apenas uma vitória, conquistada no quali para o ATP de Adelaide. Ele também defendeu o Brasil na United Cup e fez uma equilibrada partida de cinco sets contra o número 5 do mundo Andrey Rublev no Australian Open. O paranaense não jogou a Copa Davis no último final de semana, justificando a ausência por um desconforto no pé.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

O primeiro set da partida teve apenas uma quebra. Wild escapou de três break-points ainda no game de abertura, mas não aproveitou as oportunidades de quebra que teve no oitavo game. Logo na sequência, Dellien conseguiu passar à frente no placar e definiu a parcial em seu saque.

O brasileiro teve melhor desempenho no saque durante o segundo set e cedeu apenas seis pontos em seus games de serviço. Depois de salvar o único break-point que enfrentou na parcial e confirmar o serviço para fazer 3/2, Wild conseguiu duas quebras seguidas e igualou a partida.

Dellien não se abalou com a reação do brasileiro na partida e já começou o terceiro set vencendo por 2/0. Wild até buscou o empate, mas voltaria a sofrer uma quebra de saque pouco depois. O boliviano abriu 4/2 no placar e ainda voltou a quebrar para fechar o jogo. Wild ainda jogará duplas em Córdoba, ao lado do argentino Francisco Comesana e está inscrito para mais três ATP no saibro, em Buenos Aires, Rio Open e Santiago.

Cerúndolo enfrentará Munar
Principal cabeça de chave em Córdoba e número 25 do mundo, o argentino Francisco Cerúndolo enfrentará o espanhol Jaume Munar, 74º do ranking, que derrotou o colombiano Daniel Galan por 6/2 e 6/4. Cerúndolo venceu os dois duelos anteriores em nível ATP e também um confronto de challenger.

Já seu irmão Juan Manuel Cerúndolo, campeão em 2021, perdeu para o também argentino Facundo Bagnis por 6/4 e 6/2. Bagnis pode enfrentar o convidado local Mariano Navone ou o espanhol Roberto Carballes Baena. Ainda nesta segunda-feira, o espanhol Albert Ramos bateu o argentino Pedro Cachin por 6/4, 3/6 e 6/1. Ramos, campeão em 2022, pode enfrentar o anfitrião Federico Coria ou o alemão Daniel Altmaier.

50 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Thiago Silva
Thiago Silva
5 meses atrás

Puts, vai virar um Monteiro, viver de “equilibrar jogo com top 50” e challenger.

Leo, o realista
Leo, o realista
5 meses atrás
Responder para  Thiago Silva

Kkkkk exato

Cassio
Cassio
5 meses atrás
Responder para  Thiago Silva

O Monterio pelo menos já ganhou do Dellien “carne de pescoço”.

Leandro Schulai
Leandro Schulai
5 meses atrás

A mentira tem perna curta.

Foi meter o miguezao pra não jogar a Davis e se fodeu.

Paulo A.
Paulo A.
5 meses atrás
Responder para  Leandro Schulai

O Oncins está de alma lavada e rindo baixinho…

Leonel
Leonel
5 meses atrás

Hoje não jogou bem. Teve até atendimento médico.

Luiz Correia
Luiz Correia
5 meses atrás

Como que um cara ganha de Medvedev em RG, leva Rublev ao extremo no AO, ganha final de ATP de Ruud e tem 4 derrotas seguidas para Hugo Dellien? Alguém consegue explicar isso? Totalmente inconstante!

Gilvan
Gilvan
5 meses atrás
Responder para  Luiz Correia

Não faltam exemplos disso no circuito. Jogadores instáveis e que não tem nível para jogar torneios ATP.

Cassio
Cassio
5 meses atrás
Responder para  Luiz Correia

O Dellien tem um consistencia e mental bom! Não perde jogo bobo. Vai pra cima e segura.

Thiago Silva
Thiago Silva
5 meses atrás
Responder para  Luiz Correia

A resposta é: pensa que joga mais do que joga.

Bukele
Bukele
5 meses atrás

Não vi o jogo, não sei se o Wild está 100% no ritmo ou fisicamente, mas não sei como o Wild consegue essas duas proezas, tomar 3 quebras no último set quando mais precisa vencer, e ficar servindo de saco de pancada de um boliviano. Não espero q ele saia pegando semifinal em todo torneio, mas esse tipo de derrota pra sul-americanos tosquinhos não pode ficar acontecendo.

Bernardo Dornela
Bernardo Dornela
5 meses atrás
Responder para  Bukele

Tosquinho é o senhor. “Um boliviano” que já escalou o ranking mais que o Wild. Melhore.

Gilvan
Gilvan
5 meses atrás
Responder para  Bukele

“um boliviano”. Quanto preconceito.
Hugo Dellien já alcançou um ranking melhor do que toda essa safra de tenistas brasileiros no masculino.

Leo, o realista
Leo, o realista
5 meses atrás
Responder para  Gilvan

Em muitas coisas, mas especialmente no tênis, não se vive de passado.

Gilvan
Gilvan
5 meses atrás
Responder para  Leo, o realista

Sim e no presente o Hugo Dellien bateu (novamente) o Thiago Wild.

Leo, o realista
Leo, o realista
5 meses atrás
Responder para  Bukele

Concordo. O Wild não pode perder para um tosquinho desses e ainda mais já no ocaso da carreira, sobrevivendo apenas de torneios sul-americanos

Albert
Albert
5 meses atrás

Ainda bem q nao encontrei o jogo em lugar algum. Eu ja ia perder mais tempo com o Selvagem.

Claudio Marçal
Claudio Marçal
5 meses atrás

Faltou dizer que no início do segundo set, quando ganhava de 2 a 1, Thiago pediu atendimento médico para um desconforto que estava sentindo na coxa direita. Não sabemos se isso pode ter influenciado o resultado, mas Thiago não parecia estar 100% fisicamente…

Fabrício Moura de Farias
Fabrício Moura de Farias
5 meses atrás

Não engrena…

Jorge Luiz
5 meses atrás

Freguês,balde de água fria

Marcos Antonio Vargas Pereira
Marcos Antonio Vargas Pereira
5 meses atrás

Morro abaixo

Jose
Jose
5 meses atrás

Puts. Melhor voltar para os challengers e pegar um pouco de confiança .

Thiago
Thiago
5 meses atrás

Pqp Wild. Que jogo bosta. Vai oscilar assim na pqp. Voltou o chiliquento. Contagem regressiva, jovem. Se não botar a cabeça no lugar, meio do ano tá jogando CHL de novo.

Matheus Ferreira
Matheus Ferreira
5 meses atrás

Se não começar a vencer logo nesse nível dificilmente chegará a ser top 10 ou 20,por enquanto sem muitas esperanças.

Marcelo
Marcelo
5 meses atrás
Responder para  Matheus Ferreira

Nunca será.

Andre Borges
Andre Borges
5 meses atrás
Responder para  Matheus Ferreira

Acho que top 20 eh muuuita coisa pra ele. Se superar a carreira do Bellucci já será uma surpresa. Pra mim vai fazer mais que Monteiro e menos que Bellucci.

Guilherme ES Ribeiro
Guilherme ES Ribeiro
5 meses atrás
Responder para  Andre Borges

Tem um monte de gente que fica comparando com Bellucci, como se o o Thomaz tivesse jogado pouco. Bellucci foi, até agora, o nosso segundo melhor jogador desde a criação do ranking, em 1973. Número 21 do mundo, 8 finais disputadas, 4 títulos conquistados, semi de Master 1000, quartas em Olimpiada e oitavas de Roland Garros. Venceu 6 vezes um TOP10, e ganhou de nomes como Murray, Wawrinka, Nishikori, Berdych, Ferrer, Verdasco, Tipsarevic, Dimitrov, Isner, Ljubicic, Fernando Gonzalez, Juan Monaco, Melzer, Kevin Anderson, Feli Lopez, Youzhny, Bautista Agut, Cuevas, Monfils, Goffin, Querrey e tantos outros. Fechou por 5 vezes o ano no TOP50, ficou 217 semanas como TOP50 e 45 semanas no TOP30, sendo superado nestes números só pelo Guga, e teve 200 vitórias em nível ATP. Tem que jogar muito para ter uma carreira e números como o Bellucci.

Marco Antônio Varella
Marco Antônio Varella
5 meses atrás
Responder para  Guilherme ES Ribeiro

Concordo. Ele só perdeu o timing de parar, no mais foi muito bom.

Guilherme do ES Ribeiro
Guilherme do ES Ribeiro
5 meses atrás
Responder para  Marco Antônio Varella

Verdade. Depois dos 30 anos o nível dele caiu muito. Poderia ter parado em uma condição melhor. Por outro lado devemos valorizar o esforço e tentativa de continuar, mesmo quando tudo praticamente não dava mais certo.

JONY MARCIO SANTOS
JONY MARCIO SANTOS
5 meses atrás

Quarta vitória seguida do boliviano em cima do Wild. Está se formando uma freguesia. Lamentável hoje. Endureceu contra o Rublev e hoje toma esse chapoletada. Vamos aguardar Buenos Aires, mas começou bem mal a gira sul americana.

Guilherme ES Ribeiro
Guilherme ES Ribeiro
5 meses atrás

Dellien é bom saibrista e sempre joga bem contra o Wild. Mas não podia desperdiçar uma oportunidade dessa em ATP

José Silva
José Silva
5 meses atrás

Péssima fase do wild!!! Não tem nem o que falar… O último ponto do jogo diz por si só… displicência total!! Tem que abrir o olho que daqui a pouco começa defender pontos…

Rbclima
Rbclima
5 meses atrás

Monteirão ta chegando na corrida pra raquete 1

Leo, o realista
Leo, o realista
5 meses atrás

Calma pessoal, o Wild foi pro sacrifício. Claramente com problemas físicos. Mas foi jogar pra pegar um chequinho e curtir o carnaval em seguida

Leonel
Leonel
5 meses atrás

Calma pessoal. Tem dia que é isso mesmo. Bia tá lá top e já perdeu pra Ostapenko duzentas vezes. Tem momentos que o adversário sabe tirar a vitória. Assim é Delien contra Wild. No Rio Open vcs vão ver Wild triturando com o apoio da torcida. Bora que tem ano todo a frente. Lembrando que temos o retorno do João Menezes que sem lesão é top 200.na certa. Taí boa notícia.

Marcelo
Marcelo
5 meses atrás
Responder para  Leonel

A Penko é campeã de GS amigo, e joga com a faca nos dentes. Haddad Maia está pelo menos uns dois níveis abaixo.

Refaelov
Refaelov
5 meses atrás
Responder para  Marcelo

Né, constrangedor comparar um cara q n se mantém nem em top 100 com uma Ostapenko..

Pedro
Pedro
5 meses atrás

Pelo menos primeira roda de atp 250 no saibro o Monteiro passava. Esse aí que é nosso melhor tenista disparado?

Fabricio
Fabricio
5 meses atrás

Broxante! Wild é muito irregular!

Daniel Macedo
Daniel Macedo
5 meses atrás

Incrível como conseguiu jogar quase 2 horas e meia lesionado… muita força de vontade…

Márcio
Márcio
5 meses atrás

Dellien é bom jogador, mas essa era pro Wild levar. Derrota dolorida demais. Agora se preparar melhor pra próxima!

Gilvan
Gilvan
5 meses atrás

A verdade é que o Wild não tem nível para disputar torneios nível ATP. Nunca teve.

Aristóteles
Aristóteles
5 meses atrás

Esse é o melhor do mundo?? kkkkkkk
O cara tomou 4 taca de um Bolívia, os lunáticos vão dizer que Dellien é o Djoko sul-americano…

NFdS
NFdS
5 meses atrás

Puxa, acho que o boliviano já abriu até uma caderneta pra anotar a freguesia.
Parece que, realmente, o Wild só se estimula com jogo grande, contra top 5 em GS…
Assim vai ser difícil subir no ranking.

Christiano
Christiano
5 meses atrás

Além do que já foi falado aqui, o Wild ainda apresenta o mesmo problema que o Jim Courier e outros comentaristas gringos falaram na ocasião durante a United Cup, em que eles problemas sérios na escolha dos golpes e bolas em que ele arrisca na hora errada. Ontem foi a mesma coisa … fica fugindo direto da esquerda pra bater de direita, e deixa a paralela toda aberta. O boliviano fez vários pontos nele assim. Outro fator também foi os voleios “fofos” do Thiago, onde ele não mata os pontos. Movimentação dele estava meio debilitada, talvez em razão da contusão dele onde deu OUT na Davis. Começo bem ruim, mas semana que vem tem Buenos Aires e vamos ver como ele jogará.

Viktor ramos
5 meses atrás

Dellien e um bom jogador. Acabou de salvar a Bolivia na Davis. Bola pra frente.

Refaelov
Refaelov
5 meses atrás
Responder para  Viktor ramos

Foi o irmão dele que jogou pela DAVIS nesse fim de semana passado..

Cassio
Cassio
5 meses atrás

Mental do Dellien é foda! Não perde jogo bobo o cara.

Alexandre
Alexandre
5 meses atrás

Se esse boliviano jogasse somente contra brasileiros ele estaria no top 10 do ranking. Incrível a performance dele contra os Brazucas

Haroldo Guimarães
Haroldo Guimarães
5 meses atrás

Ainda bem que falaram que ele era excelente. Tem gente ainda sonhando com top 10….maior enganação do tênis nos últimos 5 anos… como dizem alguns… fraquissimo.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Wimbledon seleciona os melhores backhands de 1 mão

Os históricos duelos entre Serena e Venus em Wimbledon

PUBLICIDADE