PLACAR

Wawrinka: “Feliz com meu nível, posso ser competitivo”

Foto: Simon Bruty/USTA

Nova York (EUA) – A cada dia que passa o suíço Stan Wawrinka se mostra mais confortável em quadra e os resultados têm mostrado um pouco isso. Embora esteja distante de seu ápice, quando venceu três títulos de Grand Slam, ele segue competitivo e otimista com o que pode conquistar no circuito. Após superar a estreia no US Open, o atual 49 do mundo analisou seu momento na ATP.

“Uma das principais razões pelas quais continuo é para sentir essas emoções. Tendo a sensação que você tem quando entra em quadra com tanta gente, quando joga o US Open, quando disputa os torneios mais importantes do mundo, nunca esqueci porque comecei a jogar tênis e o que sonhei quando era jovem é jogar o US Open, jogar aqueles Grand Slams, grandes torneios”, afirmou o veterano de 38 anos.

“Estou feliz com o meu nível, sei onde estou agora. Sei que posso vencer alguns jogadores realmente bons. Posso ser muito competitivo. Os últimos meses têm sido melhores a cada semana, com mais vitórias e mais confiança no que estou fazendo. Espero poder continuar me esforçando e obter ótimos resultados antes do final do ano”, complementou Wawrinka.

Campeão do US Open em 2016, o suíço largou na competição com uma firme vitória em sets diretos sobre o japonês Yoshihito Nishioka e terá agora um bom teste na segunda rodada contra o argentino Tomas Etcheverry, cabeça de chave número 30. Eles se enfrentaram também na segunda rodada de Wimbledon deste ano, com Wawrinka levando a melhor por 3 sets a 1.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE