PLACAR

Vondrousova vence jogo duro com Wozniacki e enfrenta Gauff

Foto: Omnium Banque Nationale

Montréal (Canadá) – O segundo jogo de Caroline Wozniacki em sua volta ao circuito profissional depois de três anos e meio deu sinais de que a dinamarquesa dará trabalho às primeiras colocadas do ranking. Ela enfrentou a tcheca Marketa Vondrousova, número 10 do mundo e recente campeã de Wimbledon, que foi bastante exigida no segundo set para marcar as parciais de 6/2 e 7/5 em 1h46 de disputa.

“Foi uma partida maluca! Ela está jogando um tênis incrível depois de muito tempo fora, isso mostra o quanto ela é uma grande tenista. Tive que lutar até o fim para vencer uma grande partida hoje”, disse Vondrousova, durante a entrevista em quadra, após a vitória sobre a ex-número 1 do mundo, que estava sem jogar desde o Australian Open de 2020 e voltou a competir aos 33 anos, depois de se tornar mãe.

Vondrousova sabe que terá outro jogo difícil nas oitavas de final no Canadá. A canhota tcheca enfrenta a norte-americana Coco Gauff, número 7 do mundo e campeã em Washington no último domingo. Gauff estreou no Canadá vencendo a britânica Katie Boulter por duplo 6/2. “Será outro grande desafio, porque a Coco também jogou muito bem hoje”, afirmou a tcheca.

No primeiro set, Vondrousova fazia valer seu melhor momento no circuito. A tcheca usou bem as curtinhas para mexer bastante a adversária e a falta de ritmo de Wozniacki a fez cometer muitos erros não-forçados e conseguiu duas quebras para vencer a parcial.

A campeã de Wimbledon começou o segundo set vencendo por 3/0, quando Wozniacki deu início a uma forte reação na partida. Jogando de forma agressiva e buscando as paralelas com o backhand, a dinamarquesa conseguiu fazer vários winners e venceu quatro games seguidos. Em um deles, a ex-número 1 do mundo salvou quatro break-points. Vondrousova ainda evitou uma chance de quebra no 4/3, que poderia ser crucial para o set. Só então, a tcheca retomou o controle das ações, voltando a quebrar na reta final da partida.

Wozniacki terminou o jogo com mais winners que Vondrousova, 20 a 18, sendo que 16 bolas vencedoras da dinamarquesa foram com o backhand. No entanto, a ex-líder do ranking cometeu 41 erros não-erros não-forçados contra 32 da rival. Além disso, a tcheca colocou pressão constante nas devoluções de saque, criando 15 break-points para conseguir cinco quebras e perdeu só dois games no serviço.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Alcaraz e Murray: treino entre campeões em Queen's

Os melhores lances da campeã Boulter na grama de Nottingham

PUBLICIDADE