PLACAR

Três chinesas chegam às semifinais em Hua Hin

Xinyu Wang (Foto: WTA Thailand Open)

Hua Hin (Tailândia) – Atual campeã do WTA 250 de Hua Hin, a chinesa Lin Zhu segue firme na competição e comanda as compatriotas rumo às semifinais do torneio, que contará com três tenistas do país. A única exceção é a russa Diana Shnaider, que na estreia bateu a principal favorita, a polonesa Magda Linette, e depois contou com a desistência da espanhola Paula Badosa na segunda rodada.

Nesta sexta-feira, Shnaider derrotou a húngara Dalma Galfi em sets diretos, com parciais de 6/2 e 6/1, anotadas em 1h15 de confronto. Na semi, a russa enfrentará a chinesa Xinyu Wang, terceira mais bem cotada ao título, que teve trabalho nas quartas, precisando de três sets para superar a cazaque Yulia Putintseva, contra quem marcou o placar final de 6/1, 3/6 e 6/3.

Será a primeira vez que Shnaider e Wang medirão forças no circuito. A russa tem apenas uma final na carreira em WTA, ficando com o vice de Ningbo no ano passado. Do outro lado, a chinesa nunca chegou a uma decisão de simples, algo que fez apenas nas duplas, com três títulos, incluindo Roland Garros.

Do outro lado da chave, a campeã do ano passado Zhu chega nas semifinais sem perder set. Cabeça de chave número 2, a chinesa de 30 anos e atual 45 do mundo vingou as compatriotas Yue Yuan e Zhuoxuan Bai, que foram eliminadas por Arina Rodionova nas duas primeiras rodadas, e derrotou a australiana com duplo 6/3 anotado em 1h14 de confronto.

Zhu terá pela frente na penúltima rodada a compatriota Yafan Wang, que levou um susto da norte-americana Katie Volynets, perdeu o primeiro set por 6/1, mas depois se recuperou e buscou a virada, fechando o jogo com o placar final de 1/6, 6/3 e 7/6 (7-4), em batalha de 2h43.

As duas chinesas se enfrentarão pela oitava vez, com vantagem de Yafan, que tem quatro vitórias e três derrotas. Porém, as compatriotas não duelam desde 2019 Zhu tem duas finais de WTA e um título, enquanto Yafan ganhou o torneio de Acapulco em 2019.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE