PLACAR

Torneio recebe projeto social. Storck vence em Luque.

* Alunos do projeto social do Rede Tênis Brasil (RTB) foram convidados para participar do Galácticos Open, um torneio de tênis promovido pelo ex-jogador e empresário Ronaldo em prol da Fundação Fenômenos. O evento começou nesta quinta-feira e vai até domingo, em São Paulo. O Galácticos Open acontece com o objetivo de captação de recursos que serão destinados a projetos sociais. Por isso, a Fundação Fenômenos tornou o evento inclusivo e convidou crianças de projetos sociais para viver essa experiência, entre elas, 15 alunos do projeto do RTB que participaram, nesta quinta-feira, de uma clínica de tênis com o ex-tenista Bruno Rosa e a equipe da ACD Givaldo Barbosa Tennis. Para o evento deste ano, Ronaldo reuniu uma lista de celebridades do futebol e do tênis, como Bruno Soares, Bruno Rosa, Marcelo Melo, Ricardo Mello, Thomaz Bellucci e Vanessa Menga.

* Leonardo Storck, atleta da Rio Tennis Academy, do Rio de Janeiro,  conquistou o título do torneio Cosat categoria 16 anos de Luque, no Paraguai, evento com pontos no ranking sul-americano. Storck superou na final o brasileiro Matheus Krebs por 6/2 e 6/3 e conquistou seu terceiro título no circuito sul-americano em simples. Ele soma outras conquistas em Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, e Londrina (PR). O atleta já foi também campeão brasileiro nesta temporada em Uberlândia e também marcou seus primeiros pontos no ranking mundial ITF juvenil até 18 anos.

* Allan Oliveira, número 11 do mundo no beach tennis, integrou o time do Brasil que dividiu o título da Copa do Mundo, em São Paulo, com a Itália. Por conta das condições climáticas, o confronto terminou em 1 a 1 com a Federação Internacional decidindo pela divisão do título entre os dois países. Assim, o Brasil se tornou penta e a Itália se tornou hexacampeã. “Compreendemos a decepção com o empate na Copa do Mundo, um resultado que nem nós, atletas, nem o público desejávamos. As decisões tomadas nesse evento levaram em conta as alternativas disponíveis, as regras vigentes e a necessidade de preservar a integridade física dos atletas considerando que o segundo set do nosso jogo masculino já ocorreu sob condições climáticas adversas. O horário limitado para a partida no dia seguinte não permitia o intervalo adequado entre os jogos, e a falta de previsão de melhoria climática impedia a continuação segura do jogo no mesmo dia. Em resumo, as opções existentes não garantiam condições adequadas para uma conclusão justa e segura do evento”, explicou o santista. Allan segue para a disputa, a partir desta sexta-feira, do Masters Finals em Itu (SP), evento que vai até o domingo.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE